Duas colheitas com apenas um grow

Duas colheitas com apenas um grow

Parte 1 / Introdução

Finalmente, após longos meses de trabalho, florescimento e colheita, você possui buds caseiros lindos. Mas a diversão ainda não acabou. Assim como cannabis, podemos também produzir skuff ou haxixe a partir do material colhido. Ambos os princípios são eficientes e fáceis. Resumindo, a colheita ainda não acabou.

Todos os buds deverão agora estar adequadamente guardados para a cura, e os menores buds já deverão estar prontos para fumo. Após dois meses de secagem, os buds parecerão secos na parte externa, porém internamente eles ainda estarão úmidos. Os buds maiores precisarão ainda de mais tempo. Deixe-os secarem lentamente em uma sala escura, com boa circulação de ar, para que a umidade contida nos buds escape. Assim que os galhos dos buds maiores quebrarem facilmente quando dobrados, podemos juntar os buds e colocá-los para curar, para desenvolver totalmente o cheiro, sabor e efeitos.

Não se preocupe se a cannabis ainda tem um cheiro de verde durante as primeiras semanas; algumas variedades precisam de mais tempo para desenvolver o cheiro característico da cannabis.

Parte 2 / Skuff

Durante o processo, também colocamos para secar as folhas oriundas da manicure, pois elas contém THC, Dependendo da strain cultivada e o número de folhas que essa variedade desenvolve, você pode acabar com o mesmo peso do seus buds em folhas secas.

Em outras palavras, 500 gramas de fumo seco deverá resultar em 500 gramas de folhas secas. Claro que com as variedades com mais folhas a conta será maior, e com a mesma lógica, variedades com poucas folhas inverterão a mesma conta. Apenas guardamos folhas que contenham THC, geralmente aquelas em volta dos buds. Também usamos as folhas maiores que contenham THC.

 

O restante, que não possui THC, pode ser separado. Isso geralmente acontece no momento de manicurar os buds, quando primeiro retiramos as folhas maiores, para em seguida limpar detalhadamente o bud. Dessa forma, você produz duas pilhas. Em uma pilha você coloca as folhas grandes, sem THC. Na outra, você separa as folhas que contém THC. Não faz sentido misturar as duas pilhas, pois isso apenas reduziria a qualidade de seu haxixe. As folhas sem THC causarão contaminação desnecessária ao restante do material. É importante deixar seu material de folhas secar completamente.

Geralmente leva até mais tempo que os próprios buds. As folhas precisam estar verdadeiramente secas, ao ponto de se esfacelarem no contato com os dedos. Quanto mais seco, melhor para produzir haxixe. Os cristais de THC caem facilmente quando as folhas estiverem levemente secas. É quando as folhas parecem secas, mas não esfarelam. Nesse estado, o material de folhagem praticamente não fornece cristais de THC. Nosso objetivo é conseguir o máximo de cristais de THC, prensá-los e fazer nosso haxixe. O pó dourado dos buds tem um efeito diferente quando fumado puro, e alguns smokers preferem o efeito forte do haxixe aos dos buds. Cada um é cada um. Quando você enrola um baseado com um bud seco, você percebe frequentemente que seus dedos ficam grudentos com uma espécie de resina dourada. São esses cristais que queremos.

 

O legal de fazer haxixe é que, juntamente com os buds produzidos, você também acaba com uma boa porção de haxixe da mesma colheita. Se você tem uma colheita de cerca de 500 gramas de bud, e possui cerca de 600 gramas de material de folhas secas, você pode produzir 60 gramas ou até mais de haxixe. A regra do 10% funciona quando se utilizar material bem seco. Naturalmente, quanto melhor a qualidade do material, mais rendimento ocorrerá. Portanto, se você cultivou uma variedade White, com bastante produção de resina de THC, logicamente você terá uma produção maior. Normalmente você terá mais de 10% de produção com cannabis indoor; alguns growers conseguem mais de 16% usando boas folhas.

Quando cultivar outdoor, haverá menos material, especialmente com o clima ruim de outono, que reduz os níveis de THC em suas folhas, reduzindo o rendimento para menos de 10%. Por isso é importante não se estressar, pois não faz sentido misturar 400 gramas de material rico em THC com 200 gramas de folhas largas na vã esperança de obter 600 gramas de material para haxixe. Você ainda tem 400 gramas de material de folhagem de boa qualidade. Por misturar eu quero dizer que ao invés de usar apenas as folhas ricas em THC você adiciona as folhas sem THC nenhum. É muito bom saber que não importa se você obtém uma colheita boa ou não, você sempre pode produzir haxixe. Isso pode ser útil em casos que você acaba com buds de baixa qualidade, como às vezes ocorre em cultivo outdoor.

Se tudo der errado, você sempre pode fazer haxixe.

Parte 3 / Polinator

O princípio do haxixe é simples e funciona graças ao desprendimento dos cristais de THC do material vegetal. Há diversas maneiras de fazer isso acontecer. Você pode usar uma peneira, com o movimento de vibração retirar os cristais. Ela deve ser fina o suficiente para segurar as folhas e deixar passar apenas os cristais.

Também existem equipamentos especiais para produção de haxixe, em que você coloca o material dentro e chacoalha, obtendo a resina. Os trituradores modernos também operam com essa lógica, trazendo um compartimento para armazenar os cristais que caem no momento da trituração. Você ficará impressionado com a quantidade de THC que se perde quando se usa um grinder normal, ou as próprias mãos. Mas se você quer processar grandes quantidades de haxixe, precisa de um "Polinator". Um Polinator é uma máquina com um tambor com uma peneira, que gira e coleta os cristais.

 

Após um período de 30 a 40 minutos, paramos o aparelho e coletamos o pó de haxixe em uma pilha, onde podemos prensar para obter haxixe. Esse pó se chama skuff. A razão pela qual pressionamos o pó é porque aumenta o cheiro e sabor. É também mais fácil de fazer um baseado, e de transportar. Uma pilha de haxixe prensado é mais fácil de compartilhar com amigos do que simplesmente pó de skuff. Em todo caso, quanto mais potente o haxixe, menos prensado ele precisa ser. Com haxixe de baixa qualidade, é necessário prensar, pois o material possui dificuldade em se manter fixo.

Além de bem seco, é recomendável deixar o material um dia no congelador antes de usar o Polinator. O frio extremo faz com que os cristais de THC se soltem. É incrível como uma boa quantidade de haxixe pode ser extraída até de pequenas quantidades de material. Não será necessário usar o Polinator nos buds, se tiver folhas de boa qualidade. Mas é claro que se você prefere haxixe às flores, pode polinizar todos os seus buds no Polinator. Lembre-se de triturar os buds antes, para facilitar a extração dos cristais. Isso vai aumentar incrivelmente sua produção. Retire os galhos para não danificar sua peneira.

Uma peneira pode custar caro, então seria um problema estragá-la. Embora uma máquina Polinator custe caro, cerca de 300-500 euros, é um investimento que se pagará na primeira colheita de produção de haxixe. Também é algo que funcionará sem problemas por muitos anos. O pré-requisito dessa máquina seria uma boa quantidade de folhas. Não faz sentido comprar um aparelho Polinator se você produz pouca quantidade de folhas.

Parte 4 / Water Hash

O mais novo método de extração de haxixe usa água. Funciona com os mesmos princípios do Polinator, mas usa água gelada para separar os cristais do material vegetal. Water Hash é mais trabalhoso do que o método tradicional de haxixe., mas a qualidade final compensa. Por exemplo, para esse método é preciso grande quantidade de folhas.

Usaremos um balde com capacidade para 20 litros, onde colocaremos nossa peneira especial. Water Hash consiste de duas ou mais bolsas, com peneiras costuradas internamente. Cada peneira tem dimensões diferentes. Dessa forma, os cristais de diferentes tamanhos são coletados em diferentes peneiras. Ao invés de uma única pilha de haxixe, você acaba com várias qualidades de resina. Como a proporção de cristais é diferente em cada peneira, os efeitos também serão. As bolsas são acopladas no balde, a mais baixa coletará o pó e apenas deixar passar água.

 

Acima dela vem as bolsas com peneiras com diferentes tamanhos de coleta. Primeiro enchemos o balde com água gelada (cerca de 3º C). Quanto mais gelada melhor, para facilitar a quebra dos cristais. Um mixer de comida também serve para quebrar os cristais. Não use em velocidade máxima para não transformar as folhas em pó. Dessa forma o resultado final será ruim. Avisarei de novo para deixar seu material uma noite no congelador antes de fazer o haxixe. Se a temperatura não estiver baixa o suficiente no balde, você pode adicionar cubos de gelo. 1 ou 2 horas antes do procedimento, coloque alguns litros de água no congelador, ou utilize o resfriador de água da torneira, caso possua. Cuidado para não congelar sua água, do contrário, pode cortar a garrafa e usar os cubos de água congelada.

A maneira mais simples de fazer Water Hash é usar o mixer por 20 minutos, descansar por 5 minutos, e utilizar por mais um ciclo de 20 minutos. Faça isso por uma hora e meia. É importante garantir que o mixer esteja firmemente fixado, para não quebrar e estragar as bolsas. Você pode utilizar um timer para o mixer funcionar automaticamente. Não use um mixer com pontas afiadas, não queremos fazer um milk shake de cannabis. O simples ato de agitar a bolsa com a água gelada irá quebrar os cristais. É fácil de ver se está dando certo ou não.

 

Quando a água obtiver uma coloração dourada, é sinal de que está adquirindo o material de cristais. Como você usa água para obter a extração, há menor contaminação no final, o que diferencia a qualidade do produto. Os efeitos do Water Hash também são diferentes do haxixe comum. É algo que você precisa experimentar para entender. Water Hash pode ser até muito poderoso para usuários inexperientes. Nem todas as variedades, porém, são indicadas para Water Hash. Algumas perdem seu sabor. Por isso é melhor agir como um apreciador de vinhos, use ambos métodos e tire suas próprias conclusões. Fazer Water Hash é uma grande experiência, e pode-se dizer que o momento de produzir o haxixe dourado é quase mágico. Para fazer Water Hash também é importante que o material esteja bastante seco.

A vantagem do Water Hash é que você pode extrair resina de folhas frescas, que não foram secadas. O rendimento é menor, porém a qualidade é maior, pois há menos contaminação do que se houvesse deixado as folhas secarem.

Parte 5 / Bubbleator

O homem é essencialmente uma criatura que busca o lazer, e o processo de produzir Water Hash é no mínimo trabalhoso. Segurar o mixer de forma segura é um problema. Por isso, nem sempre é somente preciso decidir fazer Water Hash, é preciso conseguir um mixer adequado.

Isso acaba desencorajando muitos growers, que acabam nem tentando produzir esse tipo de haxixe. A empresa que produz o Polinator, recentemente lançou no mercado o Bubbleator, que foi desenvolvido para fazer Water Hash rapidamente. O Bubbleator é um mixer, e parece uma pequena máquina de lavar roupas. Você coloca seu material de folhagem em uma enorme bolsa com peneira, e coloca dentro do Bubbleator, que se enche de água gelada, e faz o mix por 15 minutos. A vantagem desse sistema é que tudo é feito com menos bagunça e tempo. Você deixa o Bubbleator esvaziar sua bolsa de peneira, e você termina com a resina desejada.

Tenho certeza que o Bubbleator vai incentivar muitos cultivadores a tentar esse método, pois elimina a Busca pelo Mixer, que tanto incomodava. Você pode comprar o aparelho separadamente, ou em conjunto com bolsas Ice-o-lator. Os verdadeiros apreciadores de haxixe deixam o seu hash amadurecer por pelo menos um ano antes de pensar em consumir. Com certeza vale a pena você guardar parte da sua produção. Se você fizer isso todo ano, em breve terá uma bela coleção de haxixe da melhor qualidade.

Carrinho

Incluindo BRINDES

Sem produtos

Envio € 0.00
Total € 0.00

Confirmar