Germinando

Germinando

É hora de abrir seus pacotes de sementes e iniciar os trabalhos. Mas qual a melhor forma de fazer isso, com essas sementes tão pequenas e frágeis? Existem vários métodos diferentes que você já conhece. Você também deve já saber que cada um possui seu método preferido. O que as sementes precisam para germinar?

As três palavras-chave são calor, umidade e escuridão. Quando fornecemos umidade à semente, a pequena raiz dentro da semente começa a crescer em busca de mais umidade. Como essa semente aumenta rapidamente de tamanho, a casca logo se rompe. A primeira parte a aparecer é a ponta da raiz, que pode ser pequena, mas é muito ambiciosa, crescendo o mais rápido que puder até se tornar uma bela planta de cannabis. O poder de crescimento de uma semente de cannabis não pode ser subestimado. As sementes têm a habilidade de se desenvolver muito rapidamente; dentro de 12-36 horas de umidade sendo fornecida, a raiz já terá surgido.

Método do papel toalha

Um dos métodos mais comuns para germinar sementes é o papel-toalha úmido e suas variações. Colocamos as sementes em um pedaço de papel ou algodão molhado. Graças à absorção de umidade do papel-toalha, é fácil garantir que as sementes recebam quantidade constante de umidade. Se o papel ficar muito seco, apenas coloque algumas gotas de água para umedecer imediatamente.

Como germinar plantas de cannabis

É importante manter as sementes úmidas mas não molhadas. Quando você mantém as sementes molhadas, a radícula não sairá em busca de mais água, crescendo devagar, pois já tem toda a água que precisa. Já ao manter muito seco, você corre o risco de matar as raízes. É difícil atingir a perfeição com esse método, pois ou o papel-toalha estará muito seco ou muito úmido. Mas funciona bem, apesar de alguns iniciantes matarem algumas sementes no processo.

Direto no solo

Um segundo método de germinação é direto no solo, primeiro umedecendo-o com água e estimulador de raízes por algumas horas. Após, coloque a semente direto no substrato, cerca de 5-10 mm de profundidade.

Ao não plantar a semente muito profundamente ela pode rapidamente emergir em busca de luz, e iniciar seu crescimento. Outra boa razão para não plantarmos a semente muito profundamente é que pode ficar úmida por muito tempo e começar a apodrecer. A parte superior do solo seca mais rápido e precisamos cuidar para mantê-lo úmido. "Úmido" significa aguardar a camada superior do solo secar, e quando isso acontecer, regá-lo com mais água (e estimulador de raízes, se for o caso).

Planta de maconha brota no chão

Em outras palavras, não dê ao solo mais água se ele já estiver molhado. Se você der, manterá o meio mais molhado ao invés de úmido, dando às suas sementes boas chances de apodrecer. Algumas pessoas escolhem esse método porque causa stress mínimo nas plantas e as raízes podem mergulhar diretamente no solo. Growers podem machucar suas sementes ao usar o método do papel-toalha. A melhor forma de plantar a semente é fazendo um buraco com seu dedo.

Umedeça o solo. Rapidamente coloque a semente no buraco. Como o solo está molhado e macio, você pode gentilmente pressionar a semente no solo. Cubra com uma fina camada de solo e adicione uma pequena camada de água (10ml). Para que a semente possa se firmar, não adicione muita água; se você fizer isso, corre o risco de molhar demais suas sementes, expondo ao risco de apodrecimento.

Blocos de Lã-de-Pedra

Não esqueça que com os métodos acima a temperatura é muito importante para o sucesso da germinação. Uma temperatura ideal deve permanecer constantemente entre 20-25ºC. Procure encontrar uma maneira de manter as sementes constantemente acima de 20ºC. Você pode usar mini aquecedores (warming mat), que mantém uma temperatura constante de 20-22 graus. Essa é uma maneira barata e efetiva de manter suas sementes na temperatura adequada. Prefiro usar um aquecedor como o Bionair, acoplado a um pequeno armário.

Planta, Weed, broto, pedra, lã, blocos

Esse aquecedor pode ser programado para permanecer em 25ºC, por exemplo, e como está dentro de um armário precisa trabalhar menos para manter as sementes na temperatura ideal. Dentro de seu armário você criará um mini clima tropical. Outro método que eu também uso, e que é efetivo e fácil, é a lã-de-pedra. Colocamos as sementes na lã-de-pedra e umedecemos com água e estimulador de raízes. Colocamos agora as lãs-de-pedra úmidas e com semente em uma bandeja plástica com tampa, também chamada de domo.

Esse domo mantém a umidade do ar alta - então não há razão para adicionar mais água até que os brotos emerjam. Coloco a bandeja em um armário com clima controlado. Você verá que, em dois dias, as sementes germinarão. Após quatro dias você terá brotos de variados tamanhos.

Iluminação

Agora é importante garantir que os brotos recebam a quantidade adequada de luz. Mas no armário, está escuro, pois as sementes germinam melhor em ambientes escuros. Uma vez que tenham brotado, precisamos garantir imediatamente uma iluminação para que elas se tornem belas plantas.

Plantas de cannabis germinadas

Então remova os brotos quando tiverem cerca de 4-5 centímetros de altura e plante-os no solo de sua escolha. Se você usou o método de lã-de-rocha, o transplante será muito fácil, e as raízes não se danificarão. Os blocos de lã-de-rocha com raízes podem ser colocados, um por um, no seu Grow Room.

Um bom começo é ouro!

Já faz uma semana que começamos e graças a um dos métodos acima, conseguimos germinar algumas sementes. Não espere 100% de germinação de todas as sementes; elas são seres vivos e algumas podem ser teimosas. Com isso em mente, sempre germine mais algumas sementes, apenas por precaução.

Se todas vingarem, melhor ainda! Agora, as pequenas sementes farão de tudo para virar arbustos o mais rápido possível. Ao colocá-las sob lâmpadas HPS elas terão toda a luz que precisam, crescendo rapidamente. Nas primeiras semanas parecerá que pouca coisa acontece, pois ela ainda não desenvolveu suas raízes e possui poucas folhas. Com o passar do tempo, ela desenvolve mais folhas e começam a crescer rapidamente.

 As melhores plantas de cannabis

O processo é como um trem a óleo diesel que começa devagar mas aos poucos atinge velocidade máxima. As folhas da planta servem como painéis solares, e quanto mais painéis ela tiver, mais energia pode produzir e rapidamente crescer. Chegará um ponto que você verá diferença de um dia para o outro. É importante nessa fase inicial garantir luz adequada, umidade e calor.

Ao manter os níveis de umidade altos, as plantas desenvolvem mais facilmente suas folhas. Aumentamos a umidade desligando o exaustor nas primeiras semanas, ou até mesmo usando um umidificador. À medida que a planta cresce em tamanho, elas aumenta sua necessidade de água. A água evapora através das folhas, mantendo o ar automaticamente úmido.

Ao contrário dos clones, não precisamos afastar as lâmpadas das plantas, uma vez que plantas que crescem de sementes podem aguentar luz intensa melhor do que clones recém-cortados. Uma planta de semente, na natureza, receberia diretamente a luz do sol, à qual ela já está adaptada. Você provavelmente já leu em algum lugar sobre manter as lâmpadas a pelo menos 60cm de distância das plantas no início, mas lembre-se que se referem a clones e não plantas de sementes.

Alimentação

Quando começo a alimentar as plantas? Isso vai depender do solo em que você as plantou. Mas certamente não será nos primeiros dias, não importa o meio. Se você cultiva em solo, ele terá nutrientes suficientes para as duas primeiras semanas. O coco não contém nutrientes, portanto após uma semana você precisará alimentar suas plantas. É muito fácil perceber quando as plantas pedirem por comida.

Após um breve período, as folhas verdes assumirão um aspecto mais pálido e amarelado, o que é a maneira de elas dizerem que precisam de mais nutrientes. Como iniciante você provavelmente não perceberá esse detalhe, e somente verá quando algumas folhas amarelarem. Esse não é um problema muito sério, pois ela está apenas dizendo que está em falta de nutrientes.

As melhores plantas de maconha

Provavelmente uma falta de nitrogênio, uma das substâncias mais importantes na construção da planta. Ao dar nutrientes para suas plantas, verá o amarelo das plantas dar lugar a um verde vigoroso. A escassez de nutrientes acabou, e a planta está reabastecendo suas folhas com nutrientes. Dependendo da seriedade do déficit, o retorno ao normal pode levar um dia inteiro, ou apenas algumas horas.

Para você não dificultar as coisas, é melhor fazer sua primeira colheita em solo, para conhecer melhor a planta. Dessa forma você não precisa começar imediatamente a alimentar a planta, e tem, portanto, menos chance de estragar tudo. Agora, a planta exige um período de 18 horas de luz e 6 de descanso para crescer vigorosamente. Esse esquema simula o dia mais longo e ensolarado do ano, geralmente 21 de junho. Fazemos a planta pensar que todo dia é o dia mais longo e ensolarado do ano.

Aproveite suas plantas

Durante as primeiras semanas, quando suas plantas estiverem felizes e saudáveis crescendo em seus vasos, não há muito a fazer a não ser apreciar a visão. Enquanto na primeira semana você vê pouca mudança, a partir da segunda você ficará impressionado com a velocidade de crescimento.

A arte de cultivar consiste em passar boa parte de seu tempo com as plantas, prestando atenção a elas. Acompanhe seu desenvolvimento com carinho - especialmente o começo, você não quer perder de assistir àquela pequena semente se transformar em um arbusto de cannabis da melhor qualidade. Qualidade caseira!

Carrinho

Incluindo BRINDES

Sem produtos

Envio € 0.00
Total € 0.00

Confirmar