Encontre a estirpe ideal com o Localizador de Sementes

By Luke Sumpter

Nenhum cultivador quer ver folhas amarelas. As plantas murchas na operação de cultivo são um cenário miserável. Infelizmente, nem todas as culturas de canábis crescem sem problemas. Isto pode dever-se a incalculáveis motivos. Pode ser qualquer fator, desde erros do cultivador até microorganismos invasores. Como é óbvio, não podemos fornecer-lhe uma solução infalível à prova de bala para cada potencial enfermidade da planta de canábis. Escrevemos sobre canábis, não somos clarividentes.

Contudo, certamente que o podemos ajudar. Mais especificamente, a identificar corretamente a maioria das causas comuns para as folhas amarelas. Além disso, incluímos dicas úteis para tratar as plantas doentes. Já para não mencionarmos das dicas e truques dos profissionais. Qualquer cultivador doméstico pode implementar os nossos conselhos para evitar que as folhas das plantas de canábis fiquem amarelas. Agora, mergulhemos nos detalhes.


Video id: 265566793

DIAGONÓSTICO PRECISO

O primeiro passo é o diagnóstico preciso. Qual é a causa das folhas amarelas que estão a dar cabo das suas plantas de canábis? A clorose, em termos decentes banais, significa a perda de clorofila. Para aplicar eficazmente o tratamento, deve saber com o que está a lidar. Não entre em pânico. As folhas das suas plantas de canábis são como painéis solares biológicos. Elas são essenciais para a fotossíntese. A remoção de todas as folhas amarelas não é a cirurgia recomendada, particularmente nas plantas jovens. A identificação correta da fonte do problema e a rápida ação de remediação podem restaurar a vitalidade da marijuana.

A senescência é quando as plantas amarelecem e morrem naturalmente. Não fique alarmado durante as últimas semanas de floração. A queda as folhas e o amarelecimento aumentam sempre. A lavagem das plantas com água simples ou com uma solução de lavagem no final da floração também ajudará o meio a livrar-se dos nutrientes residuais e, frequentemente, leva a que as folhas fiquem amarelas.

CAUSAS COMUNS DAS FOLHAS AMARELAS

A seguinte não é uma lista definitiva das causas da clorose. Este é um sintoma tão comum que as plantas exibem, que quase poderíamos escrever um livro sobre o mesmo, mas não hoje. Assim sendo, focámo-nos nas causas mais comuns para as folhas amarelas tendo como base as experiências do cultivador profissional em primeira mão. Caso esteja presentemente a tentar encontrar uma solução para a clorose, leia atentamente as próximas secções. Este é um sintoma tão comum que surge em plantas doentes que poderíamos escrever um livro sobre, mas não hoje. Dito isto, focamos nas causas mais comuns de folhas amarelas baseado na experiência de cultivadores profissionais. A sua cultura poderá depender disso.

RELATED STORY
The weed leaf

OS ERROS MAIS COMUNS DO CULTIVADOR

REGAR DEMASIADO/MUITO POUCO

As plantas de canábis só prosperarão com um ciclo húmido-seco eficaz. Isto significa que deve regar a quantidade certa na altura certa, a cada rega. Assim sendo, qual é a melhor forma de constatar se a sua marijuana está com sede? Erga os recipientes quando estes estiverem secos. Repita novamente o processo após regar, de forma a identificar a diferença.

Talvez não seja fácil elevar facilmente as plantas? Então, pode comprar um medidor de humidade para inseri-lo no vaso. Os cultivadores hidropónicos precisam de assegurar que as bombas, pedras de ar, reservatórios e temporizadores estão corretamente configurados desde o início do cultivo. Confirme duas vezes e, de seguida, confirme novamente.

Over watering

TRATAMENTO: monitorize atentamente o comportamento da planta após a alimentar. Utilize uma das medidas supra para avaliar com maior precisão quando regar para prevenir a recorrência. Demasiada água pode levar ao apodrecimento da raiz. Água em escassez atrofiará o crescimento. Elabore um diário de cultivo, caso seja necessário, e tente estabelecer uma rotina à medida que o crescimento progride.

Watering Can

TRATAMENTO: monitorize atentamente o comportamento da planta após a alimentar. Utilize uma das medidas supra para avaliar com maior precisão quando regar para prevenir a recorrência. Demasiada água pode levar ao apodrecimento da raiz. Água em escassez atrofiará o crescimento. Elabore um diário de cultivo, caso seja necessário, e tente estabelecer uma rotina à medida que o crescimento progride.

PH E O BLOQUEIO DE NUTRIENTES

Os cultivadores em solo têm a vantagem de cultivar num meio que atua como tampão para as raízes. O cultivo hidropónico e em coco não é assim tão perdulário com os desequilíbrios de pH. Até os cultivadores em solo precisam de, pelo menos, aproximar-se do pH ideal de 6.0-7.0 e de mantê-lo, caso contrário as plantas sofrerão. Um pH de 5.5 a 6.5 é geralmente considerado como o intervalo recomendado para o cultivo hidropónico e em coco. As folhas amarelas podem ser um sinal de aviso, de que tem os seus nutrientes afinados, mas que o pH está desequilibrado.

Essencialmente, quando o pH da sua solução de nutrientes extravia-se, acima ou abaixo, do ponto de rebuçado para o seu substrato em particular, este impede a absorção integral de todos os elementos da solução. As raízes ficam com carência de determinados nutrientes e micronutrientes dado que o pH incorreto provoca um bloqueio.

PH E O BLOQUEIO DE NUTRIENTES

TRATAMENTO: invista num medidor de pH ou em fertilizantes para canábis com soluções de pH perfeitas, para que possa ajustar automaticamente um intervalo de pH mais vasto. Lave as plantas com água simples e, de seguida, volte a alimentar com uma solução ligeira para adequar-se ao seu meio de cultivo. Além disso, certifique-se de que os nutrientes base que utiliza contêm todos os microelementos essenciais ou terá de acrescentar frascos de suplementos extra ao orçamento.

pH tester

FERTILIZAR DEMASIADO/MUITO POUCO

Uma escassez de nutrientes essenciais levará a que as folhas de canábis fiquem amarelas e murchas. As deficiências de nutrientes podem interromper o crescimento da canábis e impedem as plantas de executarem funções vitais. Por outro lado, demasiados nutrientes podem levar à queima de nutrientes, que também resulta em folhas amarelas. A fertilização em pouca quantidade faz com que as folhas passem do verde para o amarelo e, eventualmente, colapsem, enquanto a fertilização em demasia faz com que as folhas fiquem estaladiças, com uma cor amarela vibrante e crespas.

Sendo um macronutriente essencial para as plantas de canábis, a deficiência ou a queima de azoto provocam habitualmente estes sintomas. A deficiência de azoto começa por amarelecer as extremidades das folhas antes de começar a disseminar-se para o interior. Os veios centrais de cada folha permanecem verde-escuros durante este processo. A queima de azoto, por outro lado, dá azo à toxicidade, que se manifesta como folhas brilhantes que são muito mais verde-escuras do que o habitual.

FERTILIZAR DEMASIADO/MUITO POUCO

TRATAMENTO: quando se trata de deficiências de nutrientes, terá de aumentar o seu regime de alimentação. Aumente cuidadosamente a quantidade que está a alimentar até que os sintomas se dissipem. O fertilizante orgânico de alga marinha fornece um amplo espetro de nutrientes essenciais que ajudarão a retificar o problema. Siga as instruções de dosagem no frasco.

Nos casos de fertilização em demasia, contenha a alimentação e lave o meio de cultivo com água simples; continue a alimentar segundo as instruções do produto que escolheu.

Cannabis Fertilisers

QUEIMADURAS PROVOCADAS PELA LUZ E DEFICIÊNCIAS DESTA

As plantas de canábis de interior cultivadas sob luzes artificiais devem ser perfeitamente posicionadas e as lâmpadas devem estar à distância correta, acima da cobertura, para melhores resultados. Quando as lâmpadas e refletores estão demasiado perto dos topos de floração, os brotos e as folhas ficarão amarelos e castanhos, dado que a luz é demasiado intensa. Isto é basicamente algo que se começa a denotar a partir do topo.

Em contraste, muito pouca luz é habitualmente um problema que é mais evidente na parte inferior. A deficiência faz com que as folhas que estão mais cobertas, ou com que as folhas muito abaixo da capacidade de penetração da luz da lâmpada, amareleçam e caiam.

QUEIMADURAS PROVOCADAS PELA LUZ E DEFICIÊNCIAS DESTA

TRATAMENTO: certifique-se de que pendura as suas luzes de cultivo conforme as instruções do fabricante. Ajuste à medida que as plantas progridem e utilize uma fita métrica para obter resultados precisos. Nos dias de hoje, há tantas tecnologias de luzes de cultivo no mercado, cada com as suas respetivas características, que o melhor mesmo é seguir as indicações do fabricante para posicionar a luz no ponto ideal.

Tape Measure

FORÇAS DA NATUREZA

TEMPO FRIO

As temperaturas abaixo dos 10 ºC farão com que as folhas da maioria das folhas de canábis amareleçam. Algumas ficarão inclusive com tons roxos e azulados. Sim, é certo que isto é um bónus fantástico na fase final de floração em algumas estirpes, mas é algo que deve ser evitado na fase inicial do cultivo.

TEMPO FRIO

TRATAMENTO: no interior só tem de aumentar simplesmente o calor ou acrescentar mais luzes na operação de cultivo e transformar um negativo numa colheita abundante. Os cultivadores de exterior podem precisar de colocar as plantas no interior à noite, ou pelo menos investir numa básica estufa DIY.

Thermometer

VAGAS DE CALOR

As vagas de calor podem fazer com que as folhas das plantas de canábis amareleçam e sequem, tanto no interior como no exterior. As temperaturas acima dos 28 ºC impedem que as plantas de canábis realizem eficientemente a fotossíntese e faz com que os brotos se formem mais folgadamente e airosos.

VAGAS DE CALOR

TRATAMENTO: os cultivadores de interior têm de ligar o ar condicionado e assegurar as ventoinhas de entrada e saída são suficientemente potentes para o tamanho da divisão de cultivo. Uma vez mais, aconselhamos vivamente a consultar o website do fabricante da ventoinha para confirmar as especificações de desempenho. No exterior, o melhor que os cultivadores podem fazer é construir uma simples sombra e esperar que a vaga de calor não dure muito tempo.

Fan

PRAGAS

Os humanos não são a única forma de vida com uma paixão pela canábis. Muitas outras criaturas — grandes e microscópicas — adoram mascar a erva. Os patógenos fúngicos e os nematoides assaltam frequentemente as raízes, enquanto as tripes e os mosquitos dos fungos desenvolveram um gosto pelas suculentas folhas de erva. Também há animais maiores que se interessam pelos paladares terrosos da erva, desde veados até animais domésticos.

PRAGAS

TRATAMENTO: os cultivadores precisam de certificar-se de que fazem todos os possível para protegerem a sua cultura das pragas e das doenças. Devido ao facto de haverem tantas espécies diferentes que contribuem para este problema, terá de realizar uma abordagem multifacetada. Em primeiro lugar, acrescente fungos de micorriza ao seu solo para o proteger contra doenças fúngicas e outros bichos que atacam as raízes.

Para proteger-se contra os insetos que atacam acima do solo, adicione espécies predatórias ao seu jardim e cultive plantas de companhia para repelir estas pragas. Erga cercas e redes para impedir que os veados, pássaros e animais de estimação levem a melhor com as suas plantas de erva. Caso o seu problema com os insetos entre numa espiral de descontrolo e comece a encontrar larvas, aplique um spray foliar de óleo de neem para limpar a sua cultura.

Pests

SEPTORIOSE

Sendo uma doença fúngica prolífica, a septoriose leva frequentemente ao amarelecimento das folhas de canábis. Este patógeno ataca as folhas de várias espécies de plantas — canábis, tomates, salsa — onde se apresenta primeiro como manchas pretas. À medida que a doença se propaga, estas manchas espalham-se rapidamente de folha para folha e provocam manchas castanhas, amarelecimento e murchamento.

Habitualmente, a septoriose intensifica-se durante o início da fase de floração. Caso não seja tratada, o patógeno pode destruir uma grande quantidade de folhagem. Dado que as plantas de canábis dependem das suas folhas lança para alimentarem o crescimento e criarem energia, os danos excessivos podem levar a um crescimento atrofiado e a colheitas reduzidas.

SEPTORIOSE

TRATAMENTO: em primeiro lugar, terá de remover a folhagem afetada. Limpe as suas tesouras de poda e corte cuidadosamente quaisquer folhas que exibam sinais de septoriose. A remoção das folhas lança infetadas ajudará a precaver a disseminação, no entanto, a conclusão do tratamento com uma dose de spray foliar de óleo de neem ajudará a eliminar quaisquer vestígios não visíveis do patógeno.

Após cuidar das suas plantas, deve ajustar alguns fatores ambientais para prevenir que a septoriose regresse. Comece por melhorar a circulação de ar ao redor das plantas infetadas. Acrescente ventoinhas à sua divisão de cultivo e instale um desumidificador caso o seu espaço de cultivo tenda a tornar-se extremamente húmido. No exterior, desloque os recipientes para terreno ligeiramente mais alto para expor as plantas ao vento.

Limpe a base das suas plantas. Remova qualquer folhagem morta que possa apresentar esporos e acrescenta uma camada fresca de adubo para prevenir que os esporos alcancem o solo.

Pruning Scissors

APODRECIMENTO DA RAIZ

As folhas amarelas são um dos principais sinais de apodrecimento da raiz, uma condição microbial que ataca o sistema da raiz das plantas. Quando o meio de cultivo se torna demasiado húmido devido à humidade e rega excessivas, este torna-se num terreno fértil para a propagação de fungos, bactérias e algas. Qualquer um destes organismos pode começar a atacar as raízes nestas condições e fazer com que comecem a apodrecer. Isto leva ao amarelecimento das folhas, a raízes castanhas e viscosas, à queda das folhas e, no geral, a um aspeto prostrado e murcho.

APODRECIMENTO DA RAIZ

TRATAMENTO: há várias formas de combater o apodrecimento da raiz assim que este se iniciar. Comece por acrescentar micróbios benéficos, tais como fungos micorrízicos, ao solo para combater os mauzões. De seguida, quererá dar uma vista de olhos ao esquema de rega. Suspenda a rega e aplique apenas mais quando cerca de um a dois centímetros do solo superior ficar totalmente seco.

Pondere transplantar os espécimes afetados para vasos de tecido ou Air-Pots para aumentar a aeração e reforçar a drenagem. Acrescente uma pulverização considerável de fungos micorrízicos ao meio de cultivo a meio da transplantação para obter melhores resultados.

Shovel

QUANDO NÃO DEVE PREOCUPAR-SE COM AS FOLHAS AMARELAS

Em determinadas alturas, os cultivadores não devem preocupar-se com as folhas amarelas. Em certas circunstâncias, estas são meramente uma parte natural do ciclo de crescimento. Frequentemente, as plantas de canábis perdem as folhas lança mais antigas (particularmente no final do seu ciclo de vida), que ficam amarelas antes de caírem no solo. Durante a fase de floração, as plantas desviam a maioria da sua energia para as flores, o que também tende a provocar o ligeiro amarelecimento das folhas.

A lavagem perto do final da fase de floração também fará com que as folhas fiquem amarelas e com que caiam dos seus ramos. Esta restrição intencional de nutrientes faz com que as flores de canábis saibam muito melhor.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.