A Anatomia da Planta de Cannabis

Cultivadores, usuários medicinais, e os típicos stoners decentes precisam saber sobre a anatomia da planta. Assim como fruta fresca e vegetais, é bom saber o básico, se não, você pode voltar pra casa com bananas verdes e tomates podres.

Você não precisa de um diploma de botânica, mas ajuda saber algumas fitotomias essenciais. É bom saber se você está perdendo o seu tempo cultivando uma planta macho ou como saber se a planta é hermafrodita, por exemplo. Ou se você tem se perguntado o que exatamente é um cálice? Tudo isso e muito mais nós nos esforçaremos para esclarecer.

Vamos olhar as partes da planta de cannabis, da raiz até a flor. Nós também explicaremos a função de cada parte em termos comuns.

RAÍZES

Cannabis Roots

Abaixo da superfície, você encontra as raízes que estão ocupadas atraindo e fixando os nutrientes na planta. A zona da raiz consiste de uma só raiz, que se desenvolverá em várias raízes secundárias até que ela vire uma massa fibrosa.

As raízes fazem parte do sistema vascular da cannabis. Internalmente o xilema é responsável por distribuir água e minerais das raízes para o resto da planta. Pense no xilema como o sistema de encanamento da cannabis.

CAULE PRINCIPAL E OS RAMOS

Cannabis Stem

O caule principal surge da raiz e auxilia o crescimento vertical da planta. Naturalmente, o caule é a estrada vascular primária, transportando água e minerais das raízes. Ele também está integrado com o floema, que será discutido mais tarde. O crescimento secundário surge do nódulo da folha que vem do caule principal.

A ramificação acontece em pares, dos nódulos de folhas de cada lado do caule. A distância entre os ramos é conhecida como o espaçamento de internódios. Geralmente, as variedades com indica-dominante têm o espaçamento de internódios mais curto do que as variedades mais sativas.

Ocasionalmente, mutações podem gerar uma ramificação irregular. As plantas de cannabis mutantes ainda podem ser potentes e produtivas, mesmo que a maioria dos cultivadores se livram delas imediatamente. Nós costumamos dizer que se elas aparentam estarem saudáveis, deixe elas viverem.

FOLHAS EM FORMA DE LANÇA

Cannabis Fan Leaves

As folhas em forma de lança são simétricas e crescem do caule principal e das ramificações em pares. As folhas também ajudam a distinguir entre a marijuana indica ou sativa. Folhas mais escuras e mais largas são indica. As folhas mais claras e mais finas são sativa. As híbridas são uma mistura das duas.

O que faz das folhas importantes é que elas agem como os painéis solares da planta. Elas absorvem toda a luz disponível, e internamente o floema transporta a energia para o resto da planta. Imagine o floema como a fiação elétrica nas paredes da sua casa.

As folhas em formato de lança são essenciais para a fotossíntese e nunca devem ser podadas excessivamente. As folhas que fazem sombra podem ser removidas mais tarde na floração, caso estejam afetando as buds mais abaixo.

AS DIFERENÇAS ENTRE AS PLANTAS MACHOS E FÊMEAS

Cannabis Male and Female

A cola é simplesmente a parte superior da planta fêmea que floresce. Claro que utilizando os métodos de topping, ou aplicando LST ou ScrOG, trará mais coberturas. No mais, as principais buds da cobertura são consideradas colas. Buds e camarões são termos simples para todas as flores que nascem dos brotos das hastes. Procure por um cabelinho branco saindo do nódulo antes da floração para confirmar se a planta é fêmea.

As plantas masculinas não produzem buds quando florescem, que acontece geralmente algumas semanas antes das plantas femininas. A planta macho não será necessariamente a maior e nem a planta mais vigorosa do jardim. Os machos produzem estames com anteras cheias de pólen.

É sempre aconselhado esperar até que as pré-flores possam ser diferenciadas. Se um cabelinho branco não aparecer e um cacho de uvas aparecer, você saberá que tem uma planta macho.

CÁLICES EXPLICADOS

Cannabis Calyx

As buds não são só um emaranhado de folhas e resina pegajosa. Os cálices são os minúsculos aglomerados que formam uma gota d'água que constitui a bud da cannabis. As folhas crescerão entre os cálices e por fora. O cálice ilusório é mais visível ao olho nu nos últimos estágios de floração já que as buds começam a inchar.

Somente as flores que não foram polinizadas florescem abundantemente. Se o pistilo for polinizado, o cálice vira o ovário e isso muda a função para incubadora de sementes.

Algumas buds podem ser bem duras com um aglomerado de cálices pequeninos; outras contém cálices maiores e mais soltos. Geralmente, as plantas com maior influência da indica tendem a serem mais juntas. Somente uma variedade puramente sativa produz buds arejadas e soltas.

PISTILOS, NÃO “CABELOS”

Cannabis Pistils

Os pistilos são geralmente conhecidos como os “cabelinhos” nas buds. Os pistilos ajudam você a identificar se a planta é fêmea ou macho. Antes da floração as fêmeas mostrarão seus estranhos pistilos dos nódulos da folha para avisar os cultivadores.

Durante o período de floração eles mudarão de cores, enquanto as buds amadurecem, de branco para laranja/vermelho. Esses pistilos são os órgãos reprodutivos das plantas fêmeas que contém os ovários.

Os pistilos são as protuberâncias que crescem dos cálices e essencialmente servem para capturar o pólen. A planta fêmea da cannabis quer ser fertilizadas, e enquanto ela for negada, ela continuará a florescer, fazendo da floração o seu foco.

RESINA DA CANNABIS

Cannabis Resin

Tricomas são as camadas de resinas brilhosas e pegajosas, que cobrem os buds. Essas camadas mudarão de cor, de incolor à branco à alaranjado, durante a floração.

Os tricomas são tudo. Eles são os produtores microscópicos de canabinoides, que dão aos buds os efeitos que todos nós conhecemos e amamos. Haxixe e os seus concentrados favoritos são extraídos de tricomas.

PERIGO! PÓLEN NO JARDIM

Haverá problemas na sua floresta de ganja se os pólens entrarem nos pistilos das plantas fêmeas em floração. As plantas machos contém estame ao invés de pistilos, e eles produzem sacos de pólen.

Esses sacos de pólen vão ficar pendurados, e geralmente são de uma cor verde/amarelado. As plantas hermafroditas também apresentam esse sacos de pólen verdes/amarelados entre o aglomerado de flores. Eles são o que nós chamamos de “bananas”.

Se uma planta apresentar sacos de pólen ela deve ser removida imediatamente ou o resto das suas plantas será fertilizada. Identifique e remova as plantas machos rapidamente. O stress pode contribuir para a aparição de plantas hermafroditas.