Vamos começar

Vamos começar

Parte 1 / Introdução

Então você quer começar a cultivar em casa, mas não sabe por onde começar? Comece lendo!

Se essa é sua primeira vez, você já está adiantado por ter encontrado esse guia de cultivo, mesmo se até agora você não tenha entendido exatamente como tudo funciona, especialmente quanto aos termos técnicos usados aqui. Quanto às outras formas de business, você primeiro tem que obter uma base teórica. Então procure alguns livros sobre cultivo indoor, veja as publicações canábicas, videos e fale com outros growers nos vários fóruns existentes na internet. Os fóruns de internet são o lugar perfeito para aumentar seu conhecimento. Você encontrará muitos growers dispostos a partilhar seus conhecimentos, de profissionais à amadores.

Eles fazem isso por prazer, e respondem às suas dúvidas rapidamente. Essa é a vantagem de fóruns sobre livros, os quais podem lhe deixar com algumas perguntas sem respostas. Essas perguntas podem ser feitas online, e isso acelera o processo de aprendizado. Mas você ainda precisa ler livros básicos sobre o processo de cultivo. Isso responderá 80% das suas dúvidas sobre cultivo. Você deve ler sempre que possível, pelo menos três vezes por completo. O que você não entender, você guarda e pergunta em algum fórum. Você também pode vir aqui buscar informações.

Após vários meses navegando pelos fóruns, olhando lindas imagens de buds, lendo os diários de cultivo de outros growers, e respondendo os 20% restante de dúvidas, você pode se considerar um grower qualificado, pelo menos em teoria. Mas como você deve imaginar, na prática é diferente.

Parte 2 / Solo

O próximo passo é reunir seus equipamentos. Do que precisamos para cultivar cannabis? Vasos para o solo. Por solo eu quero dizer um mix de terra, claro, e você tem várias opções. Terra barata vendida em lojas de jardinagem podem servir, mas também acarretar diversos problemas para iniciantes. A terra contém poucos nutrientes e não é bem aerado. Solo bem aerado é essencial para o desenvolvimento das raízes da planta. Um solo bem aerado permite um crescimento mais vigoroso da planta. Você pode adicionar pequenas pedrinhas brancas chamadas perlita em seu solo, o que o torna mais aerado. Mas por que tornar as coisas difíceis quando se pode facilitar? Graças a muitas lojas de cultivo você pode comprar um mix pronto, desenvolvido para cultivo de cannabis.

Mistura de solo de Cannabis

Essas misturas de solo de alta qualidade contém nutrientes suficientes para todo o ciclo de crescimento, com algumas preparações. O solo também é aerado, pois tem perlita. Vai te custar um pouco mais, mas vale a pena. A terra é essencial, afinal de contas, é onde sua planta vai ficar. Se quer economizar, não economize na terra. Outra desvantagem de solo barato é que ele logo seca e fica duro. Se você realmente não pode comprar um bom substrato, é melhor comprar adubo orgânico. É o melhor dos solos baratos. Não compre compostos para cultivo de flores ou afins. Esses compostos são geralmente mais ácidos do que o indicado. Mas não esqueça que a cannabis é uma erva, e vai crescer em quase qualquer ambiente.

Mas quanto melhores forem as características de seu ambiente, maior será a recompensa que ela lhe dará em forma de buds. Então, se puder, vá até a sua loja de cultivo local. A maior vantagem de usar solo de qualidade é que você acaba tendo pouco trabalho de adicionar nutrientes extra.

Parte 3 / Escolha suas sementes

Preenchemos nossos vasos com terra, então do que mais precisamos? Obviamente, cultivar cannabis sem a planta pode ser difícil. A maneira mais fácil de conseguir uma é através de uma semente. Elas são vendidas em muitos países, dos quais você pode encomendar. Mesmo esse app tem um banco de sementes! Clique aqui para acessar o banco de sementes.

Agora que você sabe onde comprar sementes, já posso ouvir sua próxima pergunta: Que tipo devo escolher? Há muitas opções, devo dizer. Cada variedade tem suas próprias qualidades e manias no cultivo. Então a boa notícia é que você dificilmente vai errar. Então não se estresse muito ao escolher. Mas, pra facilitar, indicamos variedades Indica. Por que Indica? Você possui basicamente dois tipos de cannabis, Indicas e Sativas.

 

  • Indica leaf INDICA / características
  • Couch-lock
  • Chilling
  • Appetite
  • Body High
  • Deep relaxation
  • Sleep Aid
  • Pain + Nausea Relief
  • Stress + Anxiety Relief
  • Algumas das nossas variedades Indica mais famosas
    ICE, Northern Light, Blue Mystic, O.G. Kush
 

As Indicas não crescem muito e possuem um período curto de flora, com caules fortes e largos, e folhas largas também. As Sativas são o oposto, com um crescimento forte, levando a plantas com folhas finas, e especialmente durante a floração, são muito maiores que Indicas. Você pode conseguir híbridas das duas, que são primariamente Indicas com um pouco de Sativa, ou podem ser primariamente Sativas com um pouco de Indica. Ambas são excelentes, mas para iniciantes, as Indicas são mais fáceis.

As Sativas são um pouco imprevisíveis, e durante a floração, podem triplicar de tamanho. As variedades Indica dobram, no máximo. Portanto, as Indicas são mais fáceis de manusear, e não trazem tantas surpresas, assim como possuem boa resistência contra stress (com menos stress para o grower). Para o grower com pouca experiência e espaço limitado, recomendo Indicas, definitivamente.

Não quero causar a impressão de que a Sativa é difícil de cultivar, mas se você deseja maximizar suas chances de sucesso com sua primeira colheita é melhor ir de Indica. Você perceberá que há várias opções. Todos têm sua opinião sobre qual variedade você deveria escolher, então escolha você mesmo, pois no final de tudo, é seu gosto que importa. Então, após muita escolha, você finalmente se decidiu. Parabéns!

Parte 4 / Iluminação

Nossas plantas não crescerão sem iluminação adequada, portanto, precisamos adquirir uma lâmpada grow-bloom (uma lâmpada que pode ser usada em ambos os estágios do cultivo). A lâmpada determinará sua colheita: quanto mais luz, mais peso. Então quanto mais iluminação, maior sua colheita. Seria melhor iniciar com uma lâmpada conhecida como "TL - lamp", ou fluorescentes.

Para obter uma colheita razoável, é necessária uma lâmpada de vapor de sódio de 400W a 600W. Essas lâmpadas possuem uma força média, e estão disponíveis em versões de 1000W e 2000W também, assim como de 150W e 250W. A lâmpada de 400W-600W é perfeita para uso relativamente baixo de energia para uma boa quantidade de cannabis produzida. Certamente não é tão simples quanto instalar uma lâmpada fluorescente. Há vários tipos de lâmpadas, e não use nada a não ser vapor de sódio. Comece com o modelo mais simples. Variedades com exaustão à ar ou água podem ser postergados para futuras colheitas.

Cultivo de maconha no interior

Um bulbo de 400W pode produzir 200 gramas de bud e um de 600W até 300 gramas. Essa é uma produção estimada, para iniciante.Se você obtiver mais, considere-se com sorte. Se você for bom, após algumas colheitas estará rendendo 300W de uma 400W e 400 gramas de uma luz de 600W. Ambas estas lâmpadas podem iluminar um metro quadrado muito bem, e produzem uma quantidade razoável de calor. Tenha isso em mente. Com esse detalhe, chegamos em nossa próxima compra: um exaustor com filtro de carvão ativado. As plantas precisam de dióxido de carbono (CO2) para crescer, e elas adquirem do ar em sua volta.

Se você não fornecer ar novo para elas, cedo ou tarde elas usarão todo o ar do ambiente. Quando isso acontecer, o crescimento das plantas ficará mais lento e menos saudável. Para evitar que isso aconteça, coloque um extrator de ar. Ele suga o ar sem CO2 para fora do Grow, fazendo com que um ar novo e rico em CO2 substitua o espaço deixado pelo ar sugado. Em outras palavras, você não precisa necessariamente de um exaustor para bombear ar fresco para dentro do Grow.

Tenda da crescimento da cannabis

Você pode, se quiser, mas não é essencial. A vantagem adicional de ter um extrator de ar é que podemos remover o cheiro típico da cannabis durante a floração, e para garantir que o cheiro não atraia curiosos do lado de gora, utilizamos um filtro de carvão ativado no extrator para remover o cheiro. Todo exaustor possui um filtro de carvão que encaixa perfeitamente. Um filtro é um tubo cheio de carbono. O carbono ativado tem a qualidade de absorver químicos que causam odores e neutralizá-los.

Claro que um filtro de carbono não dura décadas. Uma vez cheio, os odores novamente começarão a ser sentidos. Geralmente um filtro dura cinco colheitas, ou mais ou menos um ano. Um bom extrator com um filtro de carvão ativado é essencial para você cultivar cannabis indoor. Será uma das compras mais caras, mas tente fazer sem e verá que tipo de problemas terá.

Se você conseguir não ser descoberto pelo cheiro da sua plantação, mesmo assim sua colheita será fraca, por causa do baixo índice de CO2. Para dispersar o ar que entra em seu Grow, é importante um ou dois ventiladores para circulação do ar. Mantendo o ar circulando e em uma temperatura constante, a umidade e o CO2 são uniformemente distribuídos no ambiente.

Sem um ventilador, um lado de seu Grow pode estar a 25ºC e outro a 20ºC. O calor que vem das lâmpadas, graças ao ventilador, é dissipado, criando uma temperatura constante. Um outro benefício de um ventilador é que as plantas desenvolvem caules mais fortes e grossos, o que por sua vez sustenta uma melhor produção no futuro.

Parte 5 / Nutrição

Que nossas plantas não crescem sozinhas, já sabemos. Isso significa que temos que alimentá-las. Nutrientes orgânicos líquidos são meus preferidos. Como disse anteriormente, um bom solo pode ter nutrientes suficientes para durar o ciclo inteiro. Apenas nas últimas semanas é uma boa ideia fornecer alimentação adicional, e fazemos isso com nutrientes líquidos.

Para cultivo indoor, precisamos de nutrientes para floração. Como até mesmo o mais barato dos solos possui nutrientes para o período vegetativo, é na hora da floração que suplementaremos. Toda planta é única, mas todas sem baseiam em nitrogênio, fósforo e potássio. Nitrogênio e potássio são os mais úteis para a vegetação, e fósforo e potássio para a floração. Um bom suplemento de floração possui, portanto, bastante fósforo e potássio, e pouco nitrogênio. Mais uma vez, escolha mix especiais de cannabis, pois no começo é melhor usar o mesmo fertilizante para todas as plantas.

As melhores sementes de maconha

Ao trabalhar diretamente com a alimentação de suas plantas você vai ganhar um melhor entendimento de nutrição das plantas e colheitas futuras muito melhores do que se trabalhar com produtos que não são especialmente desenvolvidos para cannabis. Agora já estudamos os aspectos mais importantes: bom solo, iluminação, sementes, ventilação e circulação de ar. É tudo o que precisamos para cultivar uma boa cannabis medicinal.

Não é muito e não é difícil. A parte ruim é o dinheiro que se tem que gastar para iniciar, que pode ser de 500 euros. Não tão caro, mas também não é barato. O extrator de ar e a lâmpada são as partes mais caras. Ainda quer cultivar cannabis? Fique atento.

Carrinho

Incluindo BRINDES

Sem produtos

Envio € 0.00
Total € 0.00

Confirmar