Cannabis Grow guide by Royal Queen Seeds

By Miguel Ordoñez

Saber quando trocar o seu cultivo da fase vegetativa para a fase de floração é um dos fatores mais importantes para assegurar o sucesso das suas plantas. Isto deve-se ao facto de ao realizar a troca demasiado cedo pode resultar num rendimento total mais pequeno. Contrariamente, realizar a troca demasiado tarde pode resultar no crescimento excessivo ou em brotos queimados. A decisão para realizar a troca deve basear-se na consideração cuidadosa de inúmeros fatores, tais como a idade da planta, a altura máxima que a planta pode obter na sua configuração, o tipo de estirpe(s) que vai cultivar, a origem da planta (semente ou clone) e o método de cultivo a empregar.

Quando realizam a troca, os cultivadores têm de ter todas estas condições em consideração, bem como das formas segundo as quais podem afetar o produto final. Dado que cada cultivo é único, os cultivadores devem ter cuidado quando copiam os métodos e técnicas utilizados por terceiros. No final, eles podem acabar por proporcionar-lhe resultados drasticamente diferentes dos que pretendia obter.

A idade da planta importa?

Mais ou menos — nem por isso. Alguns cultivadores acreditam que as plantas cultivadas a partir das sementes devem ter 60 dias de maturação no estado vegetativo. No entanto, isto não é necessariamente verdade. É importante recordar que as plântulas jovens não conseguem começar a florescer em condições por 2 a 3 semanas. No entanto, quando cultivadas a partir de clones, a idade não é um problema. Os cultivadores podem trocar para a fase de floração assim que o clone tiver estabelecido um sistema de raízes sólido.

Em condições ideais, as plantas devem ser mantidas na sua fase vegetativa por aproximadamente 60 dias. Este período de tempo deve dar à planta a oportunidade de maximizar o rendimento e de aclimatizar-se com as condições de cultivo. Isto é importante porque as complicações e enganos são muito mais difíceis de recuperar durante a fase de floração. Deve observar-se que este período de tempo é apenas uma recomendação. Se o rendimento máximo não é uma prioridade, ou se as condições de cultivo não permitam uma fase vegetativa prolongada, as plantas podem passar para a floração muito antes da referência de 60 dias.

Vegetative to Flowering

Fator n.º 1: altura máxima da planta

A consideração mais importante é a quantidade de espaço disponível para as suas plantas. Quanto mais tempo as plantas permanecerem na fase vegetativa, maiores irão ser. Assim sendo, a vegetação das suas plantas por demasiado tempo num espaço confinado pode resultar numa situação de crescimento excessivo. As plantas que crescem demasiado alto podem, potencialmente, aproximar-se em demasia das fontes de luz e sofrer danos fruto disso. Idealmente, nunca deve deixar as suas plantas atingirem mais do 30 cm de proximidade com as lâmpadas acima dela. Isto é uma estimativa por alto. No entanto, os cultivadores arriscam-se a queimar ou a fritar os seus brotos caso os deixem aproximar-se além deste valor.

Certifique-se de que considera as lâmpadas que estão a ser utilizadas no cultivo. Algumas lâmpadas têm um brilho mais quente do que outras e isto afetará certamente a distância mínima que deve ser preservada entre as plantas e as luzes. O tempo que permite que as suas plantas cresçam no seu estado vegetativo também deve depender do tipo de estirpe que está a cultivar.

Fator n.º 2: estirpes — Indica ou sativa?

As diferenças genéticas entre as estirpes indica e sativa devem ser consideradas quando efetua a troca para a fase de floração. Isto deve-se ao facto de as indicas e de as sativas se comportarem de forma diferente durante a floração. As estirpes indica são conhecidas por produzirem plantas mais curtas, mais espessas e mais densas quando comparadas com as suas homólogas sativas. Tipicamente, estas ganharão apenas 25 a 50% da sua altura na fase de floração. Comparativamente, as sativas são conhecidas pela sua altura e pela sua capacidade de continuarem a crescer ainda mais durante a fase de floração. São conhecidas por duplicarem o seu tamanho desde o primeiro dia de floração até à colheita.

Tenha em consideração que estas características aplicam-se às estirpes sativa e indica puras. A maioria das estirpes demonstrará características representativas de ambos os tipos dado que não são 100% indica ou 100% sativa. Quando lida com híbridas, certifique-se de que pesquisa a composição genética da planta para ter uma melhor compreensão do que esperar durante o crescimento. Como regra dourada para o cultivo de híbridas, espera-se que a planta cresça até ao dobro da altura que tem no final da fase vegetativa.

Sativa or Indica Strains Grow at different Speed

Fator n.º 3: clones ou sementes?

O método de plantação escolhido para o cultivo também afetará o momento da troca. A diferença entre cultivar a partir de sementes ou fazê-lo a partir de clones afetará a taxa de crescimento do sistema de raízes da planta. Se a planta não tiver estabelecido um sistema de raízes sólido, então pode haver problemas e complicações durante a fase de floração.

As clones podem crescer muito alto, muito rapidamente, forçando os cultivadores a trocarem para a floração devido ao tamanho da planta por si só. No entanto, os cultivadores devem certificar-se de que dão às suas clones o tempo necessário para se estabelecerem antes de florirem. As plântulas podem ser floridas muito mais facilmente, mas lembre-se de que estas precisarão de 2 a 3 semanas antes de poderem fazê-lo.

Fator n.º 4: métodos de cultivo

Diferentes métodos de cultivo, tais como o método mar verde (SOG), o método tela verde (ScrOG), desfolhação e super colheita podem todos afetar a troca. Consoante o método que escolhe, provavelmente, o seu tempo de floração será diferente.

  • Mar verde (SOG)

Este método depende das plantas florescerem mais cedo para que só produzam um único broto grande. Habitualmente, este método é empregue nas estirpes indica que estão apinhadas no espaço de cultivo. Quando utiliza este método, as plantas devem ser florescidas quando atingem uma altura entre 15 e 30 cm.

  • Tela verde (ScrOG)

Este método utiliza uma tela em rede que é disposta horizontalmente acima das plantas. Tipicamente, a tela é colocada entre 30 e 60 cm acima da base das plantas. Isto permite-lhes crescerem através da mesma. Quando utiliza este método, as plantas devem permanecer na fase vegetativa por várias semanas mais do que com o método SOG.

Sea of Green and Screen of Green, SOG vs SCROG

  • Desfolhação

A desfolhação é uma técnica que envolve remover o crescimento inferior da planta que recebe muito pouca a nenhuma luz. Como as plantas precisam de luz para crescer, estas regiões produzirão brotos mais pequenos e drenarão a planta de energia que poderia ser melhor gasta noutro local. Ao remover as folhas e locais de brotos inferiores, a planta pode focar a sua energia nas colas superiores onde crescem nós mais densos e mais espessos. Tipicamente, este método envolve uma troca para a floração baseada na altura. Habitualmente, as sativas trocam quando atingem 30 a 45 cm de altura, dado que crescem imenso durante a fase de floração. As indicas são trocadas quando atingem uma altura de cerca de 100 cm, dando-lhes mais tempo na fase vegetativa.

  • Super colheita

Este método é idealizado para produzir rendimentos astronómicos de um número mínimo de plantas. Assim sendo, as plantas cultivadas recorrendo a esta técnica precisam permanecer na fase vegetativa por mais tempo. A super colheita envolve dobrar os ramos superiores para baixo para permitir a penetração da luz nas partes mais baixas da planta. Isto mantém a altura da planta controlada durante o crescimento e permite um período vegetativo mais longo.

Lollipopping and Super Cropping

Considerações para o exterior

Tipicamente, os cultivadores de exterior permitem que as suas plantas floresçam por si só. Habitualmente, isto ocorre em meados do verão quando os dias tornam-se mais curtos do que 12 horas. Os cultivadores de exterior devem ter o cuidado de assegurar que as suas plantas não estão expostas a qualquer tipo de luz à noite. Estas incluem fontes luminosas como luzes de jardim, luzes de candeeiros públicos ou de projetores.

No entanto, as plantas de exterior não precisam, necessariamente, de ser deixadas por sua conta e risco. De forma semelhante às plantas de interior, estas também podem ser forçadas a florescer devido a uma mudança nas condições. Alguns climas não oferecem simplesmente tempo suficiente para as plantas florescerem antes do inverno. Outros climas podem precisar que um cultivador force a floração para que a planta permaneça sob controlo. Adicionalmente, alguns cultivadores optam por forçar a floração para colherem múltiplas colheitas durante a mesma estação.

Seja qual for o motivo, forçar as plantas de exterior a florir é um processo simples. Os cultivadores de exterior forçam habitualmente a floração cobrindo as suas plantas, reduzindo a sua exposição à luz solar fruto disso. Os cultivadores que recorrem a estufas só têm de cobrir as janelas do seu espaço de cultivo.

RELATED STORY

O que esperar quando floresce

Para a maioria das estirpes de canábis, o período de floração durará algures entre 7 e 10 semanas. O que acontece durante este período variará de semana para semana e de estirpe para estirpe. Para mais informação sobre o que esperar durante o período de floração, consulte o guia de floração de semana a semana, da Royal Queen Seeds.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.

Localizador de Guias de Cultivo

eKomi silver seal
4.7 de 5
com base em 36328 avaliações