O Guia de Cultivo da Canábis pela Royal Queen Seeds

By Luke Sholl


As estirpes de canábis autoflorescente são fantásticas. Elas crescem rápida e facilmente, além de adequarem-se muito bem a qualquer lugar devido ao seu tamanho compacto. Embora as autoflorescentes sejam ótimas para cultivar no interior, pode tirar o máximo partido delas com algum do carinho do ar livre da Mãe Natureza.

Ainda há poucos anos, muitos cultivadores não levavam as autoflorescentes a sério. Eles viam-nas como algo adequado para iniciantes, dado que as primeiras variedades autoflorescentes não conseguiam, realmente, igualar o rendimento, o aroma e a potência das estirpes fotoperiódicas. Contudo, isto mudou significativamente nos últimos anos. As autoflorescentes modernas proporcionam ótimos rendimentos, e os seus brotos são de uma qualidade que rivaliza com as estirpes fotoperiódicas. Assim sendo, faz todo o sentido que os cultivadores estejam a cultivar estas estirpes no exterior para tirarem o máximo partido das suas principais características. Aqui tem alguns dos benefícios das autos cultivadas no exterior:

  • A luz solar significa rendimentos melhores e brotos mais cheios;
  • Pode alcançar várias colheitas numa única temporada de cultivo;
  • Pode cultivá-las no exterior a qualquer altura do ano (mediante as condições climatéricas);
  • São menos suscetíveis às pragas devido ao crescimento mais rápido;
  • Cabem em espaços pequeníssimos na sua varanda, terraço ou jardim;
  • São ideais para o cultivos exteriores discretos/estilo guerrilha devido ao seu tamanho pequeno.

Antes de começar — Planear o seu cultivo exterior de autos

Uma das vantagens das autos é o seu crescimento rápido. Algumas estirpes autoflorescentes conseguem proporcionar o seu produto final nuns impressionantemente curtos 50 a 55 dias a partir do momento que planta a sua semente. Embora o seu crescimento rápido seja, normalmente, uma vantagem, este também significa que as autos são menos perdulárias quando se trata de determinados erros, dado que não dispõe, pura e simplesmente, de tempo para efetuar correções como disporia com as fotoperiódicas. Igualmente, caso ocorram quaisquer problemas de monta durante o seu curto período de vida, desde doenças e rega excessiva até pragas e afins, isto também diminuirá imenso o seu rendimento.

Para evitar isto, é bom que planeie cuidadosamente o cultivo das suas autoflorescentes de exterior, para que as suas plantas possam alcançar todo o seu potencial no curto espaço de tempo de que dispõem. Antes de mais nada, considere a viabilidade da sua localização.

Como é o clima? Está a planear plantas as suas sementes diretamente num canteiro ou em recipientes? Que tipo de nutrientes utilizará? As suas plantas terão exposição solar suficiente? Disporá de tempo para cuidar das suas plantas, ou vai cultivar num local remoto, o qual não pode visitar com relativa frequência?

Por exemplo, caso viva num clima mais frio e chuvoso, talvez seja melhor optar por uma estirpe autoflorescente que se dê bem com as temperaturas mais frias e que também seja resistente ao bolor. Até estas simples considerações podem ser o suficiente para ajudar a otimizar o seu cultivo e a evitar o desastre.

Video id: 484519466

Quando plantar as suas autoflorescentes no exterior

A canábis fotoperiódica depende das horas de luz do dia natural para as suas fases vegetativa e de floração. Habitualmente, planta as sementes no final da primavera, ficando estas a vegetar até ao final do verão, quando as horas de luz do dia mais curtas forçam-nas a entrar na floração. No final do verão/início do outono, elas estarão prontas para serem colhidas.

A beleza das autoflorescentes é que estas não dependem dos ciclos da luz do dia, o que significa que pode plantar e colher autoflorescentes sempre que quiser. Caso viva num clima onde não há geada, tal como no Mediterrâneo, pode, em princípio, cultivar autoflorescentes durante todo o ano.

Não obstante, a canábis, incluindo a autoflorescente, cresce melhor quando recebe, pelo menos, 10 a 12 horas de luz do sol. Assim sendo, continua a ser melhor plantar as sementes na primavera, algures entre o final de abril e o início de maio, na Europa, dado que os dias são mais compridos, o que beneficiará o crescimento das suas plantas. Depois, pode colher no final de julho e iniciar outra cultura no início de agosto, que estará pronta em outubro. Caso viva num clima quente, sem geada, pode colher quatro colheitas num único ano!

Se vive mais a norte, quererá evitar os meses mais frios e chuvosos do ano. Nestes climas, pode plantar as suas autoflorescentes algures no final da primavera, quando sabe que não há qualquer perigo de formação de geada. A altura exata depende do local onde vive, e poderá variar entre abril e o início de junho. O verão mais curto num clima mais frio também é um fator que tem de ter em consideração. Também não deve semear demasiado tarde, dado que quer evitar que a floração da sua erva durante a estação chuvosa. Caso viva num local onde o outono é chuvoso, pode ser boa ideia plantar no início de junho, para que possa colher no final de agosto. Desta forma, pode contornar o mau tempo e os seus brotos não serão vítimas do bolor.

Resumindo: a melhor altura para plantar dependerá do clima em que está a cultivar. Assegure-se de que as suas plantas recebem luz solar suficiente, e certifique-se de que evita a geada e a chuva extensiva.

Xylem

Como cultivar as suas autoflorescentes de exterior

Hoje em dia, pode encontrar muitas ótimas variedades de sementes de canábis autoflorescente. Dê uma vista de olhos à Royal AK Automatic, Amnesia Haze Automatic, Northern Light Automatic e a muitas outras autoflorescentes ótimas, na Royal Queen Seeds. Assim que tiver encontrado uma estirpe que lhe agrada — uma que crescerá bem no seu clima — pode começar com o seu cultivo de exterior.

1. Germine as suas sementes autoflorescentes

Germinate

Pode germinar as suas sementes de canábis autoflorescente tal como faria com as sementes fotoperiódicas. Alguns cultivadores gostam de germinar utilizando o "método toalhete de papel" ou colocando as sementes num copo de água. No entanto, também pode plantar as suas sementes diretamente no seu recipiente final. Fique a saber que não se recomenda a troca de vasos para a canábis autoflorescente, dado que a transferência de um vaso mais pequeno para um maior pode abrandar o seu crescimento. Dado que o tempo de crescimento das autos já é limitado, quer evitá-lo dado que isto pode levar a um rendimento diminuído.

Para melhores resultados na germinação das suas sementes autoflorescentes, recomendamos o Kit iniciante para Autoflorescentes. Este kit inclui tudo o que precisa para dar às suas plantas de canábis o melhor começo de vida possível.

2. Prepare o seu recipiente de plantação ou local de cultivo

Planting containers

Caso esteja a cultivar a sua autoflorescente num recipiente, certifique-se de que escolhe um vaso suficientemente grande. Embora, normalmente, as autoflorescentes possam sair-se bem em vasos mais pequenos quando comparadas com algumas das meninas fotoperiódicas maiores, ainda não quer restringir o seu crescimento. Um vaso com capacidade para 7 a 15 litros servirá. Uma vez mais, tenha em consideração que o vaso que escolheu também será o seu vaso final.

Caso não utilize um recipiente e queira plantar diretamente no solo, saiba que o solo de exterior no local que escolher pode não ser ideal. Muito provavelmente, o solo natural não terá nutrientes suficientes, e pode ter uma drenagem fraca e/ou conter microrganismos prejudiciais que afetam adversamente o crescimento da sua planta. Frequentemente, por estes motivos, os cultivadores de exterior cavam buracos primeiro para as suas plantas de exterior, os quais enchem com um substrato adequado antes de plantar a sua semente.

3. Rega e nutrientes para as suas autoflorescentes de exterior

Watering

Dado que as autoflorescentes crescem normalmente até um tamanho mais pequeno, elas não precisarão de tanta água como uma sativa fotoperiódica vigorosa, contudo, ainda quererá certificar-se de que a sua auto de exterior tem o suficiente para beber. Quanto e com que frequência precisa de água dependerá, uma vez mais, do seu clima e das necessidades da sua planta individual. Tal como com qualquer outro tipo de cultivo de canábis, quer evitar a rega excessiva em particular, embora a rega escassa também não seja ideal.

Quanto aos nutrientes, aqui também quererá ter cuidado com quantos administra. Pode sempre começar com ½ ou ¾ de doses de nutrientes para garantir que não está a sobrecarregar as suas plantas. Também pode considerar nutrientes de libertação lenta. Estes podem ser ideais quando cultiva no exterior, num local que nem sempre possa visitar. Quando altera o seu substrato com nutrientes de libertação lenta, a sua planta receberá tudo o que precisa, e não precisará de preocupar-se em alimentá-la. Tudo o que precisa fazer é regar.

4. Colher a sua cultura

Harvesting

Algumas autoflorescentes podem ficar prontas em apenas 50 a 60 dias, mas também há as que demoram mais tempo, até 80 dias. Tal como as estirpes fotoperiódicas, saberá que a hora da colheita está próxima quando os pistilos inicialmente brancos nos brotos começam a ficar castanhos. Para ver realmente quando está na hora da colheita, deve examinar os tricomas da sua planta de canábis. Os tricomas são protuberâncias pequeníssimas em forma de cogumelos nos brotos e nas folhas de açúcar da sua planta. Durante o crescimento, os tricomas são, inicialmente, cristalinos. Na fase final da floração, os tricomas ficam com uma cor branca leitosa, depois, por volta da altura da colheita, eles passam de branco a âmbar. Não consegue ver realmente os tricomas a olho nu, por conseguinte, utilize uma lupa de joalheiro para vê-los melhor. Frequentemente, os cultivadores colhem quando uma determinada percentagem de "cabeças bolha" pequeníssimas de tricomas ficam com uma cor âmbar. Nesta altura, as folhas da sua planta, normalmente, terão começado a amarelecer.

Quando estiver pronto a colher, corte rapidamente os ramos com os brotos da sua planta, e não perca muito tempo a atrair atenção indesejada. Assim que tiver trazido a sua colheita para casa em segurança, pode cortar os brotos ainda mais. Alternativamente, pode pendurar os ramos com os brotos ainda fixos para a secagem.


O cultivo exterior pode acarretar os seus potenciais problemas. A descoberta indesejada da sua erva na natureza é uma delas, mas também há o risco de os animais e de os insetos se afeiçoarem às suas culturas. Eis o que pode fazer quando isso.

🐞PRAGAS
Felizmente, as variedades de canábis autoflorescentes são, de certa forma, menos propícias a infestações por pragas e por insetos. Na realidade, algumas variedades autoflorescentes são cruzadas para terem uma resistência particularmente forte contra o bolor e as pragas. Igualmente, devido ao ciclo de vida curto das autoflorescentes, frequentemente, os insetos não dispõem do tempo de que precisam para se tornarem num problema sério. Caso contrário, se reparar numa infestação por insetos, tais como pulgões ou moscas-brancas, não precisa de recorrer aos químicos para se livrar deles: sabonete inseticida e óleo de neem são o suficiente para combater a maioria das pragas de canábis comuns de uma forma segura e natural.
🐦ANIMAIS QUE SE AFEIÇOAM PELA SUA CULTURA
Se cultivar no exterior, muito provavelmente as suas culturas também podem atrair a atenção de animais como pássaros, gatos ou veados. Caso cultive algures onde criaturas que gostam de canábis ruminem, talvez queira proteger as suas plantas com jaulas feitas de arame de galinha ou com estacas de bambu.
🕵️DESCOBERTA DA SUA CULTURA POR OUTRA PESSOA
A sua plantação preciosa também pode estar em risco se alguém a descobrir. Alguém pode roubar as suas plantas ou pode colocá-lo em problemas por estar a cultivar. O tamanho mais pequeno das autoflorescentes ajuda a reduzir o risco da descoberta acidental. Para reduzir ainda mais o risco, escolha um local de cultivo remoto, a alguma distância de caminhos e de outros locais públicos, onde seja improvável aparecer alguém. Com as variedades autoflorescentes com um odor discreto, pode mitigar ainda mais o risco de descoberta. Quando planta a sua erva em conjunto com **plantas de companhia, tais como ervas, flores ou legumes, além de camuflar o seu cultivo e de o manter escondido, também previne que as pragas assumam o controlo enquanto melhora o solo envolvente.

Com estas dicas, pode aguardar com expetativa uma colheita abundante da sua canábis autoflorescente de exterior.

Feliz cultivo!

Tem 18 anos ou mais?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.

Grow Guide Topic Finder

eKomi silver seal
4.7 de 5
com base em 37825 avaliações