Encontre a estirpe ideal com o Localizador de Sementes

By Luke Sumpter Reviewed by: Mr José

Guia do cultivador caseiro para o melhor solo para canábis.


Quando cultiva canábis, a utilização do solo indicado é crucial. Infelizmente, nem sempre é assim tão fácil e simples encontrar o melhor solo. Desde solos específicos para canábis até substratos universais e tipos pré-fertilizados que são uma pechincha, a grande quantidade de opções pode tornar-se avassaladora para os novatos. Então, e se quiser produzir o seu próprio solo do zero?

Falemos sobre o melhor solo para cultivar canábis.

QUAL É O MELHOR SOLO PARA CULTIVAR ERVA?

Nem todos os solos são adequados para cultivar canábis, e nem toda a canábis requer o mesmo tipo de solo. A escolha do solo ideal depende do tipo de canábis que está a cultivar, do clima da região que habita, se está a cultivar em casa ou na natureza etc.

Além destes fatores, há algumas características comuns entre todos os solos para canábis. Dediquemos alguns parágrafos para enunciá-las:

  • TEXTURA

A canábis prefere uma textura do solo leve e solta. Uma textura leve promove o desenvolvimento da raiz e assegura que mais oxigénio alcança as raízes, proporcionando um crescimento e saúde ideais.

TEXTURA
  • CAPACIDADE DE DRENAGEM

O solo para canábis precisa de ter uma excelente drenagem. Quando rega as suas plantas, a água não deve ficar acumulada sobre o solo. Se o solo tiver uma fraca drenagem, as suas plantas ficarão doentes e produzirão rendimentos inferiores ou, em última instância, morrerão.

  • RETENÇAO DE ÁGUA

Tão importante como uma boa drenagem é a retenção da água, a qual se resume à capacidade do solo reter a água. O bom solo para canábis tem um equilíbrio perfeito entre a retenção e a drenagem da água.

RETENÇAO DE ÁGUA
  • VALOR DO PH

O pH é uma escala química que indica quando ácido ou alcalino algo é. Isto é importante, dado que a canábis só se sai bem dentro de um pequeno intervalo de pH. Um bom solo para a erva tem um pH de sensivelmente 6.0. Um pH de 5.8 a 6.3 também não será mau, mas se este flutuar demasiado fora deste intervalo, obterá rendimentos reduzidos. Caso o pH se encontre seriamente descompensado, as suas plantas morrerão.

VALOR DO PH
  • NUTRIENTES

O solo para canábis precisa de conter nutrientes para que as suas plantas possam crescer. Felizmente, praticamente todos os solos que pode comprar já os contêm. Contudo, fique a saber que estes nutrientes só durarão, frequentemente, cerca de 3 a 4 semanas. Por volta da altura que as suas plantas começarem a florescer, os nutrientes nos solos comerciais terão sido, muito provavelmente, totalmente drenados. É nesta altura que deve começar a acrescentar nutrientes.

Se estiver a cultivar sem nutrientes adicionais, o seu solo precisa de conter substâncias orgânicas, tais como humus, composto, vermicompostagem, guano etc. Os microorganismos no solo transformarão estas substâncias em nutrientes para as suas plantas os consumirem sempre que precisarem.

NUTRIENTES

CARACTERÍSTICAS DO SOLO PARA CANÁBIS DE QUALIDADE

Caso esteja a utilizar misturas para vasos compradas nas lojas, estas já foram idealmente "manipuladas" para o cultivo. A história é outra, contudo, se estiver a cultivar organicamente. O solo natural é disponibilizado em quatro variedades: arenoso, lodoso, argiloso e barro. No entanto, fique a saber que a maioria dos solos consiste de diferentes proporções destes tipos de solo.

Por exemplo, um solo pode ser barro e argiloso, ou arenoso e lodoso.

ARENOSO

O solo arenoso é áspero, com boa drenagem, mas tem fraca retenção da água. Quando regado, os nutrientes como o azoto também serão rapidamente lavados. O solo arenoso é fácil de trabalhar e é uma escolha viável para os cultivadores de canábis.

  • Estrutura áspera
  • pH baixo
  • Prós: boa drenagem, mantém o solo airoso, altos níveis de oxigénio, fácil de trabalhar
  • Contras: fraca retenção da água, precisa de rega frequente

ARENOSO

LODOSO

O solo lodoso é um tipo de solo com uma aspereza média que é rico em minerais e em partículas orgânicas. A sua retenção da água é boa, contudo tem uma drenagem moderada. Os solos lodosos são muito fáceis de trabalhar. Os minerais e substâncias orgânicas contidas neste tornam-o num dos tipos de solo mais férteis.

  • Aspereza média
  • Prós: contém minerais e nutrientes, retém bem a água
  • Contras: drenagem moderada

LODOSO

ARGILOSO

O solo argiloso é uma combinação de solos de areia, lodo e barro com compostos orgânicos complementares. É um dos melhores tipos de solo para cultivar canábis dado que proporciona uma retenção e drenagem ideais da água, além de ser risco em nutrientes e em oxigénio. A contrapartida: este tipo de solo pode ser caro.

  • Mistura de areia, lodo e barro
  • Prós: excelente retenção e drenagem da água, contém nutrientes, altos níveis de oxigénio
  • Contras: caro

ARGILOSO

BARRO

Os solos barro são constituídos por finas partículas minerais. Este tipo de solo é pesado e não é fácil de trabalhar. É muito rico em nutrientes e em minerais, tornando-o numa boa opção para incluir nos cultivos orgânicos. O solo barro retém bem a água, mas tem fraca drenagem.

  • Tamanho fino das partículas
  • pH alto
  • Prós: rico em nutrientes, retém a água
  • Contras: fraca drenagem, pesado e compacto, difícil de trabalhar

BARRO

ALTERAÇÕES PARA MELHORAR A QUALIDADE DO SOLO

Se estiver a trabalhar com solo natural, muito provavelmente este não é perfeito para cultivar canábis — pelo menos, não desde o início. A textura pode não ser a ideal ou pode ter fraca drenagem, por exemplo. No entanto, pode melhorar qualquer tipo de solo realizando algumas alterações, a maioria das quais pode encontrar na sua loja local de produtos de cultivo.

SUBSTRATO DE COCO

O substrato de coco (fibra de coco) é feito a partir das cascas do coco. Estas fibras leves fornecem excelente retenção da água e podem aliviar os solos compactos. Alguns são compostos por substrato de coco puro, com nutrientes especiais para cultivar a sua erva. Contudo, para alterar o solo existente, é uma boa ideia acrescentar cerca de 30% de substrato de coco, consoante a composição do seu solo base.

SUBSTRATO DE COCO

PERLITE

A perlite é o complemento do solo mais amplamente utilizado. A perlite é constituída por pedras brancas e brilhantes muito leves, que melhoram imenso a drenagem e o arejamento do solo. A perlite também tem uma decente retenção da água. Para alterar o seu solo com esta, acrescente 10 a 15% de perlite. Pode acrescentar mais, mas nesse caso o seu solo pode tornar-se demasiado leve e os nutrientes podem esvair-se. Os solos comerciais de boa qualidade são, frequentemente, complementados com perlite.

PERLITE

SEIXOS DE ARGILA

A maioria dos cultivadores de canábis está familiarizada com a utilização de seixos de argila no âmbito da sua configuração hidropónica. Mas sabia que estes também podem ser utilizados para melhorar a estrutura do solo? Ao acrescentar seixos de argila à base dos seus canteiros e recipientes, irá ajudar com a drenagem e impedir que a água se acumule na base — um fator de grande risco quando se trata do apodrecimento da raiz.

Os cultivadores também podem acrescentar seixos de barro no topo dos recipientes e canteiros, para funcionarem como uma cobertura do solo. Neste caso, eles ajudam a reter a humidade no meio de cultivo, prevenindo o excesso de evaporação. Os seixos de argila também proporcionam uma sombra sobre a cama superior do solo, suprimindo as ervas daninhas e mantendo os micróbios benéficos abrigados dos quentes raios do sol.

SEIXOS DE ARGILA

VERMICULITE

A vermiculite, tal como a perlite, é um mineral tratado a quente que pode utilizar para tornar o seu solo mais leve. Também é excelente na retenção da água. Embora a vermiculite partilhe algumas características com a perlite, as duas têm finalidades opostas. Utilize a perlite para aumentar a drenagem e o arejamento e utilize a vermiculite para aumentar a retenção da água. Felizmente, pode usar ambas, dado que a perlite e a vermiculite funcionam bem em conjunto. Cerca de 10% da vermiculite é benéfica.

VERMICULITE

VERMICOMPOSTAGEM

A vermicompostagem é normalmente vista mais como um suplemento nutricional do solo, dado que contém uma pletora de microorganismos úteis que beneficiam o crescimento. No entanto, a vermicompostagem também melhorará a textura, drenagem e retenção da água do seu solo. Quando complementa o seu solo com vermicompostagem, utilize cerca de 25 a 30%.

VERMICOMPOSTAGEM

NUTRIENTES

Se o seu solo para canábis DIY for rico em material orgânico, muito provavelmente não precisará de acrescentar-lhe nutrientes. Aliás, alguns cultivadores cometem o erro de acrescentar estrume e restos de legumes ao seu solo para "fertilizá-lo". Isto resulta no solo ficar "demasiado quente" para as plantas, prejudicando, por sua vez, o seu desenvolvimento. Se quiser dar um bom fim aos seus restos de legumes no seu jardim, primeiro tem de realizar a compostagem dos mesmos.

Se acha que precisa de complementar o seu solo para canábis com nutrientes, pode comprar facilmente soluções em frascos, feitas sob medida para fase de crescimento de uma planta.

FOTOPERIÓDICAS VS AUTOFLORESCENTES

Um fator a considerar quando escolha o solo indicado para a sua erva é se vai cultivar plantas fotoperiódicas ou autoflorescentes. As autoflorescentes preferem uma mistura leve com menos nutrientes adicionais. Um ótimo substrato para as suas meninas autoflorescentes é uma mistura 50:50 de substrato de coco e de um solo leve à base de turfa com um ligeiro complemento de perlite para a drenagem.

Quando cultiva autoflorescentes, mantenha-se afastado dos solos muitíssimo fertilizados e de certos complementos como o guano de morcego, dado que estes serão "demasiado quentes" e sobrecarregarão as suas plantas com nutrientes. O mesmo se aplica às plântulas de canábis, que não gostam de altos níveis de nutrientes.

Plante as autoflorescentes no seu recipiente de cultivo final, num orifício do diâmetro de um copo sem se encontrarem rodeadas pelo "solo quente", que, caso contrário, as queimaria.

Para as plantas fotoperiódicas, semeie-as em pequenos copos/vasos de plântulas com solo que tem poucos a nenhuns nutrientes. Replante passadas algumas semanas. As plantas mais maduras tolerarão os maiores níveis de nutrientes muito melhor do que as plântulas.

COMPRADO NA LOJA VS CASEIRO

Se está a cultivar canábis pela primeira vez, talvez seja melhor recorrer ao solo já preparado de uma loja de cultivo. O motivo para isso é que o solo para canábis de boa qualidade contém habitualmente tudo o que as suas plantas precisam para crescerem saudáveis, em rácios otimizados. Se quiser, pode melhorar ainda mais o seu solo comprado na loja com um pouco de perlite, para aumentar a drenagem, mas, caso contrário, não deve ter quaisquer problemas.

FOTOPERIÓDICAS VS AUTOFLORESCENTES

RECEITA BÁSICA DE SOLO PARA CANÁBIS

Por outro lado, pode chegar uma altura em que quer preparar o seu próprio solo. Afinal de contas, porquê gastar dinheiro no solo se a sua versão caseira é ainda melhor? Aqui tem uma receita para um solo para canábis caseiro básico.

INGREDIENTES

  • 1 porção de vermiculite
  • 1 porção de turfa de substrato de coco
  • 2 porções de composto
  • ½–1 chávena de vermicompostagem (ou humus)

INDICAÇÕES

  1. Peneire o composto para remover os pedaços maiores.
  2. Embeba a turfa de substrato de coco em água quente. Consulte as indicações do produto para ver que tipo de volume obterá.
  3. Utilize um balde e misture a turfa de substrato de coco com a vermiculite.
  4. Acrescente o composto.

E já está! Confirme novamente o valor do pH do seu solo caseiro. Este deve-se encontrar-se no intervalo entre 5.8 e 6.3.

A supra é uma receita de solo básica que servirá bem para a maioria dos cultivos, dentro ou fora de portas. No entanto, pode melhorar ainda mais a mistura do seu solo acrescentando fertilizantes orgânicos.

O guano de morcego é um excelente e barato fertilizante orgânico para a marijuana em floração. Pode acrescentá-lo a uma mistura de solo ou espalhá-lo no solo superior e regar mais tarde. Também pode voltar-se para ingredientes que são libertados com o passar do tempo, como as péletes Nutrição Orgânica Easy Boost. Acrescente um copo destas ao seu solo para alimentar as suas plantas durante todo o seu ciclo de vida — 100 g é o suficiente para 2 a 3 plantas de canábis. Tudo o que lhe resta fazer é regar!

CULTIVO SEM ARAR

O cultivo sem arar é um método de jardinagem que permite que o solo permaneça imperturbado (sem escavar, remexer, revirar etc.). Desta forma, os microorganismos no solo podem criar um ecossistema próspero que reabastece o solo com bactérias boas, fungos úteis e outros organismos vivos. O cultivo sem arar promove a retenção da matéria orgânica e a retenção da água, porque os nutrientes estão constantemente a ser reciclados por todo o solo.

Para saber mais sobre o cultivo sem arar, bem como os seus benefícios, consulte este artigo!

ALTERAÇÕES PARA CONDIÇÕES ÁRIDAS/DE SECA

Caso tenha cultivado ao ar livre num clima quente como o do sul de Espanha, ou num local similar, não quer "cozinhar" a zona da raiz das suas plantas. Se estiver a usar vasos, opte pelos recipientes de plástico branco, dado que estes ajudam a manter a temperatura do solo a nível razoável sob o sol intenso. Também pode optar por vasos térmicos ou vasos inteligentes para manter as raízes das suas plantas de canábis frescas. Como medida adicional para proteger o solo das temperaturas flutuantes, pode acrescentar camadas de palha seca sobre o solo superior.

Se estiver a cultivar em condições de seca, onde as suas plantas podem, por vezes, passar semanas sem chuva, ou se não puder viajar diariamente para o seu local de cultivo no meio do nada, utilize polímeros absorventes da água para mantê-las hidratadas! Pode encontrá-los nas lojas de cultivo hidropónico ou pode cortá-los das fraldas.

Para um cultivo estilo guerrilha em condições secas, cave um orifício de cerca de 60 cm de profundidade e 30 cm de diâmetro. Acrescente algumas chávenas de cristais de polímero na base da mistura do solo e encha-o com o solo restante. Coloque a sua planta no solo e regue livremente. À medida que a sua planta cresce, as raízes atingirão em breve os polímeros, para que possam beber mesmo durante uma seca. Dica: embeba os polímeros numa leve solução de nutrientes para matar dois coelhos duma cajadada só!