Menos 20% em toda a loja com o código FLASH20 ⏤

Relatório de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic

Do-Si-Dos Automatic Grow Report


Leu sobre os efeitos relaxantes e paladares doces açucarados da Do-Si-Dos Automatic. O próximo passo lógico é colocar algumas sementes no solo! Para ajudá-lo com este processo, detalhei um guia de cultivo semanal da Do-Si-Dos Automatic abaixo. Descobrirá todo o equipamento que utilizei e os passos que segui para assegurar uma colheita bem-sucedida e recompensadora.

Relatório de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic: Lista de Equipamento

Utilizei o seguinte equipamento para transformar as minhas sementes em espécimes prósperos e maduros.

  • Recipiente: Secret Jardin DS120W 120 × 60 × 178
  • Iluminação: MIGRO 200+
  • Ventilação: Filtro Prima Klima PK 100/125
  • Ventoinha: Ventoinha Oscilante Koala
  • Humidificador: Beurer LB 45
  • Solo: Biobizz Light Mix
  • Vaso: Vaso térmico de 11 l
  • Semente: Royal Queen Seeds
  • Nutrição: Nutrição Orgânica RQS e outros nutrientes orgânicos

Relatório de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic: Fase Plântula (Semana 1)

Fique a saber o que fiz durante a fase plântula para dar à minha planta o melhor início de vida possível.

  • Germinação: decidi realizar uma abordagem simples à germinação. Embora tenha utilizado o Kit Iniciante RQS com grande sucesso anteriormente, decidi semear a minha semente diretamente no seu vaso final. Após preparar o meio de cultivo, fiz um orifício com um profundidade de 3 cm e inseri a semente. De seguida, cobri-o com uma camada solta de meio de cultivo e mistura o local de semeadura.
  • Iluminação: enquanto esperava que ocorresse a germinação, decidi montar as luzes. Pendurei a MIGRO 200+ no topo do recipiente de cultivo e utilizei os cabos de suspensão para posicioná-la a 35 cm do aro do meu vaso térmico. Liguei a minha luz para funcionar durante 24 horas por dia assim que o rebento emergiu do solo.
  • Meio de cultivo: criei um meio de cultivo utilizando nutrientes orgânicos e inserções biológicas para fornecer à minha planta os minerais vitais e para promover a colonização de micróbios benéficos. Para começar, enchi o meu vaso térmico com 6 l de Mistura Ligeira Biobizz. De seguida, adicionei e misturei minuciosamente os seguintes complementos:

De seguida, acrescentei mais 3 l de Mistura Ligeira Biobizz e incorporei-a no recipiente. Finalmente, acrescentei um 1 l de camada no topo para permitir que as raízes da minha plântula se estabelecem-se sem correr o risco de queima de nutrientes.

  • Ambiente: utilizei o meu humidificador numa tentativa de criar um ambiente com uma humidade de cerca de 65% para auxiliar a germinação. No entanto, devido a condições externas, a humidade pairou em torno dos 40%.
  • Estado da planta: no final da semana 1, a minha plântula tinha cerca de 5 cm, aparentando estar forte e proporcional e começou a desenvolver o seu primeiro conjunto de folhas verdadeiras.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Relatório de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic: Fase Vegetativa (Semanas 2–4)

A semana 2 assinalou o início da fase vegetativa. Durante este período, a minha planta ganhou tamanho rapidamente e desenvolveu folhas lança vibrantes para impulsionar a fotossíntese. A minha abordagem ponderada à alimentação durante esta fase resultou num crescimento vegetativo voluptuoso e rápido.

Semana 2

Já conseguia ver sinais de que a minha planta jovem estava a beneficiar dos nutrientes e da biologia no meio de cultivo inicial. Por este motivo, só segui um ligeiro regime de nutrientes durante as semanas que se seguiram.

  • Iluminação: continuei a deixar a minha luz de cultivo a funcionar durante 24 horas todos os dias para maximizar a fotossíntese.
  • Nutrientes: apliquei 1,5 l de água ajustada para um pH de 6,5 no dia 2 da semana 2. No dia 4, acrescentei 2,5 ml de um ácido húmico e fórmula de algas marinhas em 1 l de água e apliquei-a como rega da raiz.
  • Ambiente: liguei a minha ventoinha durante o início da semana 2 numa tentativa de fortalecer o sistema de raízes e o caule. A temperatura pairou em torno dos 27 ºC e a humidade permaneceu nos 40%.
  • Estado da planta: no final da semana 2, a minha jovem planta vegetativa atingiu uma altura de 8,5 cm e tinha três conjuntos de folhas verdadeiras.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Semana 3

A minha planta continuou a crescer estavelmente durante a semana 3, sem quaisquer sinais de deficiência ou de doença.

  • Iluminação: reposicionei a minha luz a 35 cm de distância do topo da minha planta e continuei a deixá-la a funcionar durante 24 horas por dia.
  • Nutrientes: segui uma rega e alimentação similares às da semana anterior. Reguei com 1,5 l de água com pH ajustado no dia 2. Para um reforço extra do azoto, decidi acrescentar 2,5 ml de mistura de peixe a 1 l de água e administrei-a no dia 4 da semana.
  • Ambiente: a temperatura permaneceu nos 27 ºC e a humidade nos 40%.
  • Estado da planta: reparei que o caule da minha planta parecia estar ligeiramente mais espesso e mais vigoroso desde que liguei a ventoinha na semana anterior. Ela disparou para 23 cm no final da semana 3 e tinha desenvolvido vários novos conjuntos de folhas saudáveis e turgidas.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Semana 4

A última semana vegetativa. A minha planta aumentou de altura neste período, duplicando de tamanho em relação à semana anterior. Para facilitar o seu crescimento, mudei o meu programa de alimentação para fornecer macronutrientes e micronutrientes essenciais.

  • Iluminação: as luzes permaneceram ligadas 24 horas por dia.
  • Nutrientes: reguei com 1,5 l de água com pH ajustado no dia 2 da semana. No dia 4, acrescentei 1,5 ml de CaMg+ e metade de uma Pastilha RQS Easy Grow Booster a 1,5 l de água e apliquei-a como uma rega da raiz.
  • Ambiente: a temperatura permaneceu nos 27 ºC e a humidade aumentou ligeiramente para os 45%.
  • Estado da planta: a minha planta tinha atingido uma altura de 60 cm no final da fase vegetativa. Reparei em pré-flores a formarem-se nos nós e um aroma muito subtil de terpenos a começarem a permear o ar.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Relatório de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic: Fase de Floração (Semanas 5–10)

A semana 5 assinalou o início da fase de floração. Durante este período, passei o tempo a reduzir o risco de formação de bolor, aplicando nutrientes para facilitar a formação de flores e lavando para alcançar os brotos mais saborosos possíveis.

Semanas 5 e 6

Iniciei a semana 5 desfolhando a minha planta para melhorar o fluxo de ar e mitigar o risco de bolor e de outros patógenos. Também troquei os nutrientes para concentrar-me mais no fósforo e no potássio, e menos no azoto.

  • Iluminação: continuei a manter a luz ligada durante 24 horas por dia durante a primeira semana da fase de floração. De seguida, reduzi para 18 horas ligada e 6 horas desligada durante a segunda semana de floração.
  • Nutrientes: uma vez mais, apliquei 1,5 l de água com pH ajustado no dia 2 das semanas 5 e 6. No dia de ambas as semanas, misturei o seguinte a 1 l de água:
  • 1,5 ml de extrato de beterraba sacarina
  • 1,5 ml de fertilizante líquido de floração orgânica completo
  • 1,5 ml de fertilizante de alga marinha
  • 1,5 ml de mistura de ácido húmico e fúlvico
  • Ambiente: a temperatura desceu ligeiramente para os 26 ºC e a humidade permaneceu nos 45%.
  • Estado da planta: desfolhei as folhas inferiores da minha planta no início da semana 5 para melhorar e desviar os recursos para os brotos jovens. A minha planta não treinada adquiriu a quintessencial forma de árvore de Natal e as colas centrais começaram a ganhar forma. Ela permanecia nos 92 cm no final da semana 6, após alongar-se durante as duas semanas anteriores.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Semana 7

A minha planta continuou a percorrer a fase de floração sem sobressaltos, os seus brotos continuaram a inchar e o aroma dos terpenos tornou-se mais percetível.

  • Iluminação: continuei a deixar as minhas luzes ligadas durante 18 horas por dia.
  • Nutrientes: simplifiquei a minha estratégia de alimentação nesta semana. Uma vez mais, apliquei 1,5 l de água com pH ajustado no dia 2 da semana. No dia 4, misturei metade de uma Pastilha RQS Easy Grow Booster a 1,5 l de água. Também acrescentei 1,5 ml de CaMg+ como rega preventiva da raiz para prevenir contra deficiências.
  • Ambiente: a temperatura reduziu para os 25 ºC. Mantive a porta da caixa de cultivo aberta durante alguns períodos para permitir que a humidade descesse para 40%, para reduzir as probabilidades de formação de bolor nas flores.
  • Estado da planta: a minha planta encontrava-se na sua altura final de 93 cm. A cola central tornou-se substancialmente maior no final desta semana e as flores nos flancos também começaram a inchar e tornaram-se mais resinosas.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Semana 8

As coisas começaram a ficar aromáticas na semana 8. Nesta altura, consegui sentir o aroma dos terpenos sem sequer abrir a caixa de cultivo. As flores tinham inchado e as folhas mais inferiores começaram a amarelecer ligeiramente. A minha planta tinha deixado de crescer verticalmente enquanto bombeava toda a sua energia para a formação de flores.

  • Iluminação: aumentei o ciclo de luz para 20 horas ligado e 4 horas desligado.
  • Nutrientes: uma vez mais, dei 1,5 l de água à minha planta no dia 2 da semana. No dia 4, administrei a seguinte fórmula em 1,5 l de água como a alimentação final:
  • 1,5 ml de CaMg+
  • 3 ml de extrato de beterraba sacarina
  • 3 ml de fertilizante líquido de floração orgânica completo
  • 3 ml de mistura de ácido húmico e fúlvico
  • 3 ml de fertilizante de alga marinha
  • Ambiente: a temperatura média pairou em torno dos 25 ºC e a humidade nos 40%. Mantive a ventoinha a funcionar durante 24 horas por dia para promover o fluxo de ar e evitar o bolor.
  • Estado da planta: a minha planta tinha um ótimo aspeto nesta altura. Os brotos estavam revestidos com tricomas translúcidos, indicando que a colheita não estava muito longe.ç
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Semanas 9 e 10

Lavei a minha planta durante as duas últimas semanas para encorajá-la a utilizar quaisquer nutrientes armazenados. Alguns acreditam que este método proporciona brotos saborosos que são muito mais suaves de fumar.

  • Iluminação: mantive a iluminação ligada durante 20 horas por dia.
  • Nutrientes: restringi toda a alimentação e apliquei 2 l de água com pH regulado nos dias 2 e 4 de ambas as semanas.
  • Ambiente: a temperatura permaneceu nos 25 ºC e a humidade nos 40%.
  • Estado da planta: no final da fase de lavagem, a maioria das folhas lança tinham amarelecido e as folhas inferiores começaram a cair. Os brotos começaram a adquirir uma aparência roxo-escura (um sinal de remoção da clorofila e da expressão antocianina). Utilizando uma lupa, descobri que a maioria dos tricomas exibiam uma aparência branca leitosa — um sinal garantido para iniciar a colheita.
Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Guia de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic: Colheita (Semana 11)

Removi os brotos utilizando uma Tesoura de Poda Curva. Pendurei um Secador de Erva e coloquei os brotos no interior, certificando-me de que nenhum deles estavam a tocar no outro. Apontei a ventoinha para as flores para criar algum fluxo de ar ambiente sem secá-las em demasia. Decorridos cinco dias, os caules atingiram um ponto em que partiam ao invés de dobrarem. Podei as folhas de açúcar a seco e utilizei-as para fazer um pouco de haxixe. No total, a minha planta rendeu 113 g. De seguida, coloquei os brotos em Jarros de Erva para curarem durante 6 semanas.

Do-Si-Dos Automatic Grow Report

Do-Si-Dos Automatic: Atributos Genéticos

Conforme viu, não é necessário assim tanto esforço para cultivar a Do-Si-Dos Automatic. Caso não se importe de comprometer ligeiramente o rendimento, pode cultivá-la com uma abordagem muito prática. Este cultivar herdou a genética resistente das estirpes progenitoras Do-Si-Dos e Cookies Auto e tem um aspeto muito próprio. Em conjunto, estas variedades lendárias deram origem a um perfil genético constituído por 60% indica, 35% sativa e 5% ruderalis. Esta descendente também recebeu o bonito visual das suas predecessoras e apresenta colas longas e densas com salpicos de roxo, laranja e verde-escuro.

Características de Cultivo da Do-Si-Dos Automatic

A Do-Si-Dos Automatic mantém um tamanho médio quer seja cultivada no interior ou no exterior, tornando-a num cultivar adequado para cultivadores com espaço limitado. As plantas de interior crescem até aos 80–120 cm e ficam confortavelmente dentro de pequenas tendas e caixas de cultivo. Pode contar colher até 400 g/m² após um período de floração de 7 a 8 semanas. No exterior, as plantas atingem uma altura máxima de 140 cm — suficientemente pequena para misturar com as culturas envolventes tais como favas, milho doce e ervilhas. As plantas rendem até 150 g/planta, prontas para colher 9–10 semanas após os rebentos emergirem do solo.

Paladares e Efeitos da Do-Si-Dos Automatic

A Do-Si-Dos Automatic atingirá o ponto se estiver interessado num pouco de relaxamento tranquilo. Mantenha um lote destes brotos prontos para quando sentir uma súbita vontade de baloiçar numa cama de rede, ler um livro no seu jardim ou meditar na floresta. O seu perfil genético de predominância indica e conteúdo de THC de 20% servem uma moca que derrete o corpo enquanto mantém a mente translúcida e lúcida. Um perfil terpeno caracterizado por paladares de doce e cítricos acrescenta outra camada de prazer à experiência.


Do-Si-Dos Automatic
Do-Si-Dos x Cookies Auto
350 - 400 gr/m2
80 - 120 cm
7 - 8 Semanas
THC: 20%
Sativa 35% Indica 60% Ruderalis 5%
100 - 150 gr/plant
100 - 140 cm
9-10 semanas após da germinação
Calmante

Compre a Do-Si-Dos Automatic

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.