O Guia de Cultivo da Canábis pela Royal Queen Seeds

By Luke Sumpter


Há muitos fatores envolvidos quando se trata de um cultivo bem-sucedido e produtivo de canábis. A iluminação, os nutrientes, a circulação do ar e a humidade, todos desempenham papéis importantes no crescimento e vitalidade ideais de uma cultura. A água, contudo, é um dos aspetos mais importantes quando se trata de manter as plantas de canábis saudáveis e fortes.

A rega nem sempre é assim tão simples quanto pode parecer. Muitos cultivadores têm a ideia de que saturar completamente a sua cultura com água todos os dias é tudo o que é preciso para ajudar as plantas a obterem os seus requisitos aquáticos.

A verdade é que há muito mais por detrás do processo de rega. A rega de plantas de canábis é um procedimento equilibrado que demora algum tempo e experimentação a aperfeiçoar. Demasiada água pode levar a alguns problemas graves e pode obstruir a ingestão de oxigénio. No outro lado do espetro, água em escassez pode levar a condições extremamente secas que levarão as plantas de canábis a passar sede, levando-as, eventualmente, a murchar.

Damos uma vista de olhos a como reconhecer se está a regar em excesso ou em escassez, bem como resolvê-lo.

Video id: 265567364

Over and under-watering

Rega excessiva das suas plantas

A rega excessiva é um erro fácil de cometer quando cultiva canábis, sendo muito provavelmente provocado pela preocupação de que as plantas precisam de doses constantes de água. É um erro onde os novatos caem frequentemente.

Na realidade, as plantas de canábis utilizam os seus sistemas de raízes para inalarem o ar, além de ingerirem água e, se as suas raízes estiverem continuamente inundadas de água, elas começarão a afogar-se.

  1. Um dos principais sintomas da rega excessiva é a queda das folhas. No entanto, não é o mesmo tipo de queda que constata durante a rega em escassez - onde as folhas parecem murchas. Na realidade é precisamente o oposto. As folhas estão tão cheias de água que acabam por ser forçadas a dobrar-se sobre si próprias. Isto faz com que fiquem muito firmes.
  2. Adicionalmente, a taxa de crescimento das plantas regadas em excesso abrandará drasticamente ou pode inclusive parar por completo. Isto deve-se às condições anaeróbias que surgem devido à escassez de oxigénio acessível para o sistema de raízes.
  3. Outro sintoma da rega excessiva de uma planta de canábis é o amarelecimento das folhas. Isto é um sinal de um problema de nutrientes, que é um efeito secundário da rega excessiva.
Overwatered

Caso esteja a vivenciar quaisquer destes sintomas nas suas plantas e acredite que a principal causa seja a rega excessiva, o melhor a fazer é regar menos frequentemente. Aguarde até que a camada superior do solo pareça e sinta seca antes de regar novamente. Um bom teste é colocar o seu dedo indicador no sol até ao nó do dedo. Se estiver seco, pondere regar.

Além disso, certifique-se de que cada planta tem drenagem adequada e que a água não se acumula em demasia na parte inferior dos vasos ou dos recipientes onde esteja alojada. Quer que o excesso de água seja drenado dos recipientes, deixando o solo húmido, mas não inundado.

Rega diminuta das suas plantas

  1. As plantas de canábis com escassez de rega terão um aspeto muito fraco, sem vida e demonstração sinais de murchamento. Não é de admirar que tenham este aspeto considerando o papel vital da água na fisiologia da planta. O murchamento da canábis com rega em escassez é diferente do encaracolar farto da rega excessiva - ainda que seja apenas subtil. As folhas estarão frágeis, quebradiças e inclusive semelhantes a papel. Terão um aspeto sem vida e sem brilho. Outro sinal de uma planta de canábis com rega diminuta é um meio de cultivo extremamente seco, tal como solo estaladiço.
  2. A rega diminuta ocorre quando os cultivadores não atendem simplesmente as exigências da sua planta. Sem a rega adequada, o sistema de raízes secará e o crescimento e o rendimento podem ser reduzidos. Certifique-se de que rega a sua planta quando os primeiros centímetros do solo tiverem secado. Deixá-la sem regar por mais tempo além disto pode dar início a efeitos prejudiciais.
  3. Um aspeto que pode provocar a rega em escassez é não utilizar o tamanho de vaso correto em determinadas fases do crescimento. Por exemplo, cultivar uma plântula pequena num vaso grande pode reduzir as probabilidades de a planta ingerir água suficiente, dado que o sistema de raízes pequeno não tem uma hipótese de ingerir a água antes que esta drene.
Underwatered

Com que frequência é que tem de regar as suas plantas?

Na realidade, esta pergunta tem muitas respostas, dado que há muitas variáveis em jogo. Por este motivo, não há uma resposta exata. Por exemplo, a temperatura, a humidade e outros fatores ambientais podem todos mudar o quão frequentemente a água será necessária.

No entanto, há sinais indicadores que demonstrarão que está na altura de regar novamente as suas plantas. Verificar os primeiros centímetros do solo é uma forma promissora de identificá-lo. Aguarde até que esta secção do solo seque antes de regar novamente para evitar a rega excessiva. Assim que o tiver feito várias vezes, deve começar a perceber quanto tempo demora entre cada rega e, de seguida, pode optar ao invés por esse período de tempo.

Prestar a devida atenção às suas plantas é outra forma de dizer se está na altura de regar. Como é óbvio, esperar demasiado tempo para que os sinais surjam não é ideal, mas quaisquer sinais de murchamento devem ser imediatamente seguidos por uma dose de água.

Heat Stress

A qualidade da água é fundamental

Além da frequência de rega, a qualidade da água utilizada para alimentar uma cultura de canábis também é uma consideração extremamente importante.

As plantas de canábis são constituídas por aproximadamente 90% de água e a substância é necessária durante vários processos fisiológicos vitais, tais como a fotossíntese e a transpiração. Quando utiliza uma fonte de água de má qualidade para alimentar as plantas de canábis, estes processos podem ser menos eficientes do que deveriam ser ou, no pior dos cenários, nocivos.

Quando estas perturbações ocorrem, os sintomas podem manifestar-se de forma praticamente semelhante a uma série de outros problemas, tais como a fertilização excessiva ou escassa, a rega escassa e possivelmente até o stresse do calor. Este é um exemplo perfeito do porquê de ter de verificar sempre a dobrar e a triplicar a principal causa do problema quando resolve os problemas relativos à saúde das plantas de canábis.

1. Monitorize o pH

Antes do processo de cultivo, confirme a qualidade da sua fonte de água. Um fator importante quando se trata da qualidade da água é o pH. O pH é uma escala numérica utilizada para medir a acidez e a alcalinidade de uma solução, com o valor médio de 7 a representar o neutro. Os números inferiores a 7 representam a acidez e os números acima de 7 demonstram a alcalinidade.

O pH que é demasiado alto ou demasiado baixo pode provocar problemas nas plantas de canábis, dado que o pH da fonte de água pode ditar a capacidade da planta em absorver nutrientes. A água com pH demasiado baixo ou demasiado alto pode afetar o pH do seu meio de cultivo com o passar do tempo, o que resulta em sintomas que se parecem idênticos com os provocados por determinados problemas nutricionais.

As plantas de canábis tendem a prosperar com um pH de cerca de 6,5. O pH pode ser extremamente fácil de medir, só tem de aplicar um medidor de pH numa amostra de água expelida. A água expelida é água que drena do seu recipiente de cultivo, tendo passado pelo seu meio de cultivo. Se o pH for demasiado alto ou demasiado baixo, pode utilizar produtos para aumentar e diminuir o pH, para que este regresse a níveis normais.

2. PPM

As PPM são outro fator importante quando se trata da qualidade da água. As ppm, ou partes por milhão, é um método de medição da quantidade de minerais que foram dissolvidos na fonte de água que está a ser utilizada. Assim sendo, uma leitura de 90 ppm indicará que há 90 miligramas por litro de minerais presentes na fonte de água.

Ter consciência do PPM na água permite que os cultivadores evitem alimentar as suas plantas com minerais a mais ou a menos. Uma escassez de minerais pode levar a deficiências, enquanto demasiadas podem provocar a queima. As plantas de canábis preferem umas ppm de cerca de 500 quando na fase vegetativa e favorecem umas ppm de cerca 1000 durante a fase de floração do ciclo de cultivo.

Os medidores TDS, aparelhos que medem o total dissolvido de sólidos, podem ser utilizados para medir as ppm de uma fonte de água.

A monitorização das ppm é bastante avançada e embora seja útil, não é essencial para os novatos saberem que passos dar. Tenha-o apenas em consideração enquanto procura expandir o seu conhecimento e competências.

3. Osmose inversa da água

Embora o total dissolvido de sólidos dentro do seu perfil de água possa ser adequado, nem todas as substâncias dentro de uma fonte de água são benéficas para a sua cultura de canábis. A água pode estar contaminada com outros fatores tais como poluentes e bactérias. Os filtros de osmose inversa são uma opção ótima para remover praticamente tudo dentro de uma fonte de água, permitindo que os cultivadores só adicionem às suas plantas aquilo que querem que elas entrem em contacto.

Os filtros de osmose inversa são capazes de remover entre 95 a 99% de sais dissolvidos dentro de uma amostra de água e, por conseguinte, é um método padrão de limpeza da água a uma escala industrial.

Uma vez mais, a utilização da osmose inversa da água é uma técnica de cultivo avançada.

4. Testar a sua água expelida

Para produzir plantas saudáveis, precisa de manter-se atento à quantidade de nutrientes que as suas plantas estão a receber. Para fazê-lo, utilize bandejas para apanhar a água expelida quando rega as suas plantas e analise tanto o pH quanto as PPM (partes por milhão).

Que pH deve ter a sua água expelida?

As plantas de canábis tendem a prosperar num pH de cerca de 6,5. Para verificar o seu pH, teste simplesmente a água expelida utilizando um medidor de pH. O nosso testador de pH da Hanna Instruments é super simples de utilizar e oferece leituras rápidas e precisas. Caso o seu pH seja demasiado alto ou demasiado baixo, pode utilizar reguladores de pH para aumentá-lo ou diminuí-lo.

Tendo o supra em consideração, deve estar bem encaminhado para compreender como a rega excessiva e diminuta afetam as suas plantas - bem como a qualidade geral da água.

Tem 18 anos ou mais?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.

Grow Guide Topic Finder

eKomi silver seal
4.7 de 5
com base em 37825 avaliações