Tudo o que precisa saber sobre a técnica tela verde (ScrOG).


O treino das plantas de canábis permite que os cultivadores aumentem os rendimentos, reduzam o risco de patógenos e melhorem a vitalidade da sua cultura. A ScrOG — ou tela verde — é uma técnica de treino que forma uma cobertura uniforme e horizontal. Há uma miríade de benefícios em criar esta estrutura botânica.

O QUE É A TÉCNICA SCROG?

Deixadas ao acaso, as plantas de canábis crescem mais em altura do que em largura. A técnica ScrOG tem como objetivo fazer com que os ramos inferiores subam e os superiores desçam, esticando-os ao longo de um plano horizontal uniformemente distribuído. Ao colocar uma tela sobre o meio de cultivo, os cultivadores podem entrelaçar os ramos na rede enquanto as plantas crescem e amadurecem. Ao redirecionar os ramos individuais e ao entrelaçarem-nos na tela, os cultivadores alcançam uma cobertura horizontal lisa.

O QUE É A TÉCNICA SCROG?
O QUE É A TÉCNICA SCROG?
O QUE É A TÉCNICA SCROG?

VANTAGENS DE CULTIVAR CANÁBIS NUMA SCROG

Afinal, porque devo optar pela ScrOG? Bem, a técnica oferece inúmeras vantagens, incluindo:

  • Exposição à luz: uma cobertura ScrOG tem uma exposição de luz uniforme. As plantas de canábis não treinadas apresentam uma cola principal que ascende acima do resto da planta, o que significa que a fonte de iluminação deve permanecer acima deste ponto. Contrastando, o equipamento de iluminação pode ficar diretamente pendurado sobre cada flor com uma configuração ScrOG.
  • Rendimento: como cada local com broto recebe iluminação adequada, estes maximizam o seu potencial fotossintético, levando a um aumento no tamanho e na produção de resina. O nível de treino também transforma o caule principal e a cola central numa multiplicidade de ambos.
  • Aeração: a tela verde horizontal dispõe de uma circulação de ar adequada, acima e abaixo da cobertura. A complementação com uma ventoinha destacará ainda mais este benefício, reduzindo o risco de formação de patógenos fúngicos.
  • Maximização do espaço: muitos cultivadores conseguem obter um maior rendimento de uma única planta trabalhada com o método ScrOG num espaço pequeno do que com inúmeras plantas mais pequenas e não treinadas. Os cultivadores domésticos que gostam de manter a sua operação discreta conseguem maximizar o seu rendimento com este método. Os cultivadores podem inclusive treinar várias plantas e uniformizá-las numa única ScrOG.

QUANDO REALIZAR A SCROG

Começará a guiar as suas plantas pela tela assim que estas começarem a entrar em contacto com a mesma. Recomendamos que posicione a tela sensivelmente a 20 cm acima da base das suas plantas, de forma que a sua taxa de crescimento determine exatamente quando iniciar a ScrOG.

Inicie o processo de "aconchego" quando o vértice de cada planta começar a crescer acima da tela. Aguarde até que cada extremidade cresça 5 cm acima da tela. Comece a entrelaçar cada rebento individual sob a tela e direcione-os pelo próximo quadrado disponível. O entrelaçar disporá a fundação do processo ScrOG, por conseguinte, tenha em consideração a direção segundo a qual pretende que cada ramo cresça.

Continue a realizar este processo ao longo da fase vegetativa. Troque para um ciclo de iluminação 12/12 para induzir a floração quando a tela começar a ficar praticamente preenchida.

Permaneça a aconchegar e a entrelaçar cada ramo durante 2–3 semanas seguintes, à medida que as suas plantas se começam a alongar. Este aumento no crescimento permitirá que preencha a tela antes das suas plantas entrarem na verdadeira fase de floração e abrandarem o seu crescimento.

QUANDO NÃO REALIZAR A SCROG

Evite aconchegar e entrelaçar as suas plantas demasiado cedo. Pode parecer tentador apressar-se, mas estas só crescerão bem quando ultrapassarem a altura da tela. Ao treinar as suas plantas demasiado cedo na rede — durante o início da fase vegetativa — levará a trabalho extra. Pode inclusive ficar sem espaço na sua rede.

COMO REALIZAR A SCROG: PRINCIPAIS FATORES A CONSIDERAR

Embora as configurações ScrOG possam parecer complexas, a técnica requer pouco trabalho. Ainda que tenha pouca experiência no cultivo de canábis, pode aderir de corpo e alma a esta técnica e produzir bons resultados. Certifique-se apenas de que segue as orientações abaixo e certamente que ficará com um sorriso de orelha a orelha chegada a hora da colheita.

SELECIONE AS ESTIRPES CORRETAS

Com ou sem treino, os cultivadores devem optar sempre por selecionar as estirpes consoante as suas preferências, limites espaciais e clima. Algumas genéticas são muito mais compatíveis com a técnica ScrOG do que outras. Consulte as melhores características para o trabalho em mãos, abaixo.

  • Sativas elásticas: os cultivares de predominância sativa são esguios, altos e elásticos por natureza. Os cultivadores podem entrelaçar facilmente os seus ramos e preencher uma ScrOG. Como é óbvio, também pode optar por indicas mais pequenas e densas — utilize apenas mais plantas para maximizar o potencial do seu espaço.
  • Combinar estirpes: os cultivadores podem cultivar várias estirpes diferentes na mesma configuração ScrOG para usufruírem de uma agradável variedade de flores. Tente escolher estirpes que atingem alturas médias similares para minimizar o trabalho que terá de realizar.
HOW TO SCROG: MAJOR CONSIDERATIONS

ESCOLHA OS VASOS INDICADOS

Terá de selecionar o tamanho de vaso correto para otimizar o seu cultivo. Esta variável mudará consoante a quantidade de plantas que quer incorporar na sua ScrOG. Considere os seguintes fatores:

  • Várias plantas: se quer cultivar várias plantas num espaço mais pequeno, tem de considerar o espaçamento (abordaremos este tema mais abaixo). Por este motivo, cada planta requererá um vaso mais pequeno. Um vaso de 11 l fará com que tire o máximo partido do espaço enquanto otimiza o crescimento da planta.
  • Plantas isoladas: pode aumentar o tamanho do vaso utilizando uma única planta na sua configuração ScrOG. Um vaso de 25 l dará à sua planta espaço suficiente para estabelecer um sistema de raízes substancial e uma grande cobertura.
  • Vasos de tecido: a técnica ScrOG melhora imenso a aeração da cobertura — a utilização de um vaso de tecido fornece um acréscimo inestimável à aeração do meio de cultivo. O Vaso de Tecido da RQS presenta uma camada Aqua Breathe exclusiva, resultando em maiores níveis de oxigénio e retenção reforçada da humidade.

ESPACE ADEQUADAMENTE AS PLANTAS

Cultivar várias plantas num ScrOG significa que pode colher várias das suas estirpes favoritas. Pode cultivar variedades ricas em THC e ricas em CBD umas ao lado das outras, podendo inclusive combinar plantas tendo como base os seus perfis de terpenos.

Sendo um dos fatores mais importantes quando cultiva várias plantas, o espaçamento correto ajudará a minimizar a formação de bolor enquanto encoraja o melhor rendimento possível. O objetivo: utilizar o maior número possível de plantas para obter melhores resultados, enquanto as mantém suficientemente afastadas para aumentar a exposição à luz e a aeração.

Conseguirá safar-se se encaixar quatro plantas de tamanho pequeno/médio por m² num vaso com um tamanho máximo de 11 l.

TELA: ALTURA, TAMANHO E MATERIAIS

A construção de uma tela ScrOG é "canja laranja". Se já alguma vez montou uma peça de mobiliário ou pendurou um retrato na parede, então está mais do que qualificado para o fazer. Certifique-se de que tem os seguintes recursos e equipamento, e estará pronto para rolar.

  • Tamanho: isto depende de quantas plantas quer cultivar e do seu tamanho. A sua cobertura precisa de ser totalmente uniforme, por conseguinte, uma tela sobredimensionada provocará menos problemas do que uma subdimensionada. Caso não esteja certo quanto às dimensões, exagere um pouco. Caso tenha um espaço realmente limitado, construa uma tela que ocupe o tamanho da área que tem disponível.
  • Tela: o cordão ou corda de cânhamo são ideais para estruturar a tela. Os ramos de canábis colam-se praticamente à textura áspera do cordão e pode eliminar o material com facilidade à posteriori.
  • Estrutura: crie uma estrutura quadrangular (ou retangular) utilizando quatro estacas que sejam ligeiramente mais pequenas do que o seu espaço de cultivo. Corte quatro penas de tamanho uniforme e fixe-as com parafusos no topo da estrutura. Também pode criar a mesma configuração utilizando tubos de PVC. Aparafuse ganchos (camarões) no topo da estrutura, com 6 cm de espaçamento entre estes. Prenda a corda.

COMO REALIZAR O SCROG: PROCEDIMENTO

Decorridas um par de semanas na fase de plântula, as suas plantas entrarão na fase vegetativa. Terá de se certificar de que as seguintes tarefas são realizadas para assegurar que as suas plantas são totalmente compatíveis com o método ScrOG.

  • Poda superior: após cada planta ter desenvolvido 5 nós (o ponto em que o ramo encontra o caule) terá de podar a parte superior das suas plantas no nó mais alto. Pegue numa tesoura afiada e corte o caule principal logo acima da interceção. A poda superior força a planta a divergir o seu crescimento para os vários caules principais ao invés de se focar apenas num. Isto encoraja o crescimento lateral que é mais adequado para o método ScrOG.
  • Configuração: posicione a tela a aproximadamente 20–40cm (dependendo do tipo de planta que está a cultivar) acima do topo do ambiente de cultivo. Posicione as suas luzes de forma a que ofereçam uma exposição uniforme da luz sobre a tela.
  • Entrelaçar: ao contrário dos feijões e do lúpulo, os ramos de canábis não atuam como vinhas. Terá de entrelaçá-los manualmente ao longo da tela. Tente preencher cada quadrado com um ramo individual para evitar a sobrepopulação. Seja gentil, contudo eficaz. Caso sinta que um ramo não quer ir numa determinada direção, não arrisque parti-lo. Direcione os ramos em diferentes direções para preencher a tela e prevenir a criação de sombra excessiva e de aglomeração.
HOW TO SCROG: PROCEDURE

Continue a entrelaçar ao longo da fase inicial de floração até que a sua tela fique cheia. Prenda os ramos no devido lugar utilizando fios de jardinagem.

  • Poda: remova os ramos abaixo do ponto onde podou o topo da sua planta. Isto forçará a sua planta a direcionar toda a energia disponível para a cobertura. Estes membros requerem o seu próprio abastecimento de nutrientes e de água. Remova-os da planta para libertar recursos.
  • Manutenção: as plantas de canábis sentem-se frequentemente stressadas durante o processo de ScrOG. Certifique-se de que as rega imediatamente após cada sessão de entrelaçamento. Mais adiante, regue apenas o solo quando os 3–4cm do topo estiverem totalmente secos. Mantenha as suas plantas bem alimentadas com os nutrientes ideais para evitar deficiências.

REFORCE A SCROG COM OUTRAS TÉCNICAS DE TREINO DA CANÁBIS

A ScrOG produz resultados fantásticos quando utilizada isoladamente, mas combinando-a com outras técnicas pode ajudar a levar os resultados para um outro nível. De seguida, apresentamos-lhe algumas das mais eficazes.

LST

O treino de baixo stresse envolve dobrar gentilmente e atar os ramos de canábis para manipular a forma da planta. A escassez de stresse significativo não impede o crescimento, portanto, as plantas precisam de pouco tempo para recuperarem após o processo.

O LST pode ser utilizado de várias formas durante uma ScrOG. Ao atarem a ponta da planta e ao posicionarem o caule principal paralelo ao solo, os cultivadores forçam os ramos laterais a disparar para cima para formarem uma cobertura muito mais produtiva. Alternativamente, utilize a LST para atar os quatro ramos principais após a poda superior, formando uma forma em "X". Isto forçará as suas plantas a crescerem lateralmente e a preencherem a tela.

Video id: 569373769

LOLLIPOPPING

O Lollipopping é uma forma de desfolhação que envolve remover a baixa folhagem e os locais de brotos inferiores dos ramos. Em virtude disso, a aeração é reforçada e a energia é divergida para os brotos maiores e mais produtivos que se encontram na cobertura.

Esta técnica é ideal para o método ScrOG dado que beneficia os brotos que crescem na tela enquanto limita a presença dos brotos "pipoca" inferiores nas partes inferiores dos ramos. Sairá sempre a ganhar! Esta técnica deve ser realizada utilizando uma tesoura de poda limpa e afiada no final da fase vegetativa e combina bem com o LST e main-lining.

MAIN-LINING

Esta técnica envolve a poda superior sequencial e atar as suas plantas para criar uma cobertura carregada com brotos de tamanhos uniformes. O main-lining encaixa-se "que nem uma luva" com a ScrOG, formando uma cobertura aberta e bem distribuída que preenche a tela de rede desde a parte inferior.

Para concluir o processo:

  1. Faça a poda superior de cada planta no terceiro nó, criando dois caules principais divergentes. Remova tudo o que estiver a crescer abaixo deste ponto para direcionar as hormonas de crescimento e a energia para os caules restantes.
  2. Utilizando fitas de jardinagem macias, posicione os dois caules de forma que formem um ângulo reto com o solo.
  3. Após deixar que a sua planta produza algum novo crescimento, realize a poda superior de todos os rebentos principais uma vez mais para duplicar o número de caules principais.
  4. Ate os novos caules principais e remova todo o demais novo crescimento. Reparará que se começará a formar uma cobertura perfeitamente simétrica em ambos os lados da sua planta.
  5. Continue a realizar a poda superior num total de cinco vezes em cada lado da planta para criar um total de 32 caules principais, prontos para manipular conforme desejar durante a técnica ScrOG.
ENHANCE SCROG WITH OTHER CANNABIS TRAINING TECHNIQUES

SUPER CULTURA

Torne os seus ramos mais flexíveis e fáceis de entrelaçar utilizando a super cultura. Este método de alto stresse envolve espremer e beliscar cuidadosamente os ramos para dobrá-los até ao ponto em que estes praticamente partem. Isto não só aumenta a penetração da luz, mas também torna as plantas mais compatíveis com a ScrOG.

A super cultura tem como objetivo danificar o tecido interno da planta para fazer com que os caules sejam mais fáceis de manipular, sem criar uma ferida aberta no exterior. Como é óbvio, esta técnica envolve uma quantidade de risco relativamente superior. Realize a técnica durante a fase vegetativa, antes das suas plantas entrarem na tela. Sigas os passos abaixo para realizar a super cultura na sua planta:

  1. Selecione os ramos que quer treinar. Escolha uma secção de uma área mais antiga da planta onde os tecidos transparecem uma sensação mais flexível e dobrável.
  2. Aperte o ramo entre o seu polegar e indicador e esprema gentilmente. Rode o tecido entre os seus dedos durante sensivelmente 10 segundos enquanto sente o interior do ramo a amolecer.
  3. Dobre o ramo na direção que quer que este cresça. Coloque fita adesiva no ramo caso rasgue acidentalmente o exterior da estrutura.

Em última instância, a super cultura permite-lhe começar a moldar a sua planta e aperfeiçoá-la para entrar na tela posteriormente no decorrer do processo.

ESTIRPES ADEQUADAS PARA A SCROG

GREEN GELATO

Green Gelato é uma dessas estirpes que é abordada com cobiça por parte dos cultivadores e amantes de canábis. Os cultivadores adoram a facilidade de manutenção e a excitação de observar os brotos densos a formarem-se à medida que o ciclo 12-12 progride. Surpreendentes tons roxo e malva desenvolvem-se enquanto as suas fragrâncias, a reveladora Kush, biscoito de menta e sobremesa de frutas, atingem seu crescendo. A Green Gelato é certamente a forma mais saborosa de ingerir uma extravagante quantidade superior a 25% de THC no seu sistema. Combinada com um perfil terpeno único, esta estirpe elevará o seu cérebro até à estratosfera e deixará os seus músculos na raia da ausência total de gravidade.

Uma predominância ligeiramente indica dá à Green Gelato uma série de características que se adequam bem à ScrOG. Uma relação alta de flor-folha significa mais exposição à luz dos brotos, dado que há sombreamento mínimo devido à ausência de produção excessiva de folhas. A produção mínima de folhas também significa menos necessidade de consumir tempo a arrancá-las. Os núcleos compactos de flores formam-se em cada nó, ao invés de formar colas esguias, o que cria uma cobertura uniformemente exposta de brotos homogéneos. As flores inferiores, que caso contrário seriam pequenas numa planta não treinada, têm a oportunidade de crescer em todo o esplendor do seu potencial.

Green Gelato

Green Gelato
Sunset Sherbet x Thin Mint Girl Scout Cookies
500 to 700 gr/m²
80 - 120 cm
8 - 10 Semanas
THC: 27%
Sativa 45% Indica 55%
800 gr/plant
150 - 200 cm
Início de Outubro
Fisicamente Relaxante, Translúcida

Compre a Green Gelato

OG KUSH

OG Kush tornou-se rapidamente uma estirpe muitíssimo solicitada na altura em que foi inserida nos EUA. Desde então, não foi necessário esperar muito tempo até a vermos a receber um apreço e afeto idênticos no cenário mundial da canábis. A fragrância, visual, potência e palato desta planta continua a empolgar os amantes de canábis de todos os continentes. As impressionantes e sublimes notas cítricas predominam sobre as doçuras e amarguras mais suaves, e um paladar residual propaga-se gradualmente muito após as passas terem sido consumadas — os extratos são uma sensação de sabor puro. A euforia e a claridade mental com um efeito físico que se entranha até à medula tornam-a numa das favoritas para uso terapêutico e recreativo.

O alongamento saudável entre os nós da OG Kush torna-a uma seleção mais do que adequada para a ScrOG. Realizar a poda superior algumas vezes e trocar a predominância apical por área permite que os brotos de cada lado atinjam todo o seu potencial, além de criar um tapete Kush com distância suficiente entre pepitas para prevenir o sombreamento e permitir que o ar circule livremente. A canábis, no geral, responde com vigor ao treino, e a OG Kush não é uma exceção, produzindo flores de tamanhos uniformes e igualmente densas ao longo de toda a pegada abrangida pela iluminação. A OG Kush proporciona grandes rendimentos para uma planta que é tão pouco exigente de cultivar.

OG Kush

O.G. Kush
Chemdawg x Lemon Thai x Pakistani Kush
425 - 475 gr/m2
90 - 160 cm
7 - 9 Semanas
THC: 19%
Sativa 25% Indica 75%
500 - 550 gr/plant
180 - 220 cm
Outubro
Calmante, Inspiradora

Compre a O.G. Kush

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.