O Guia de Cultivo da Canábis pela Royal Queen Seeds


By Steven Voser


A nova tendência do microcultivo de erva está a desafiar as normas relativas ao espaço que é necessário para cultivar canábis ótima em casa.

Graças ao equipamento de cultivo novo e melhorado (particularmente as luzes de cultivo) e a um maior conhecimento sobre a planta de canábis, os microcultivadores conseguem produzir colheitas ótimas em espaços extremamente pequenos.

Neste artigo, guiá-lo-emos ao longo de tudo o que precisa de saber sobre o microcultivo, e prepará-lo-emos para cultivar erva ótima em (praticamente) qualquer espaço.

Compreender o básico sobre o microcultivo

O microcultivo é o cultivo interior normal, mas a uma escala mais pequena. Tem tudo a ver com produzir brotos de qualidade superior com todo o sabor, o aroma e a potência que deseja, mas em espaços confinados (tais como tendas DIY pequenas, armários, minifrigoríficos ou até em torres de computador de secretária vazias). Alternativamente, alguns cultivadores optam por comprar caixas de cultivo discretas e feitas à medida.

A quantidade mínima de espaço que precisará para cultivar erva numa configuração micro é de 35x35x75 cm. Para adaptar-se à falta de espaço num microcultivo, terá de realizar pequenos ajustes à sua iluminação e ventilação, às estirpes que escolhe cultivar, ao seu meio e ao esquema de rega/adubação.

Utilizar a quantidade de solo correta

Habitualmente, o microcultivo é realizado utilizando solo, dado que configurar um sistema sem solo ou hidro num espaço tão pequeno como um minifrigorífico pode ser algo muito difícil de alcançar. Assim sendo, para lidar com a falta de espaço que qualifica o microcultivo, quererá utilizar menos solo para impedir que as suas plantas cresçam mais do que a sua divisão ou tenda pequenas.

O sistema de raízes é uma parte crucial da planta, e o seu tamanho tem uma grande influência sobre o quão alta a planta crescerá. A maioria das plantas tende a ocupar a mesma quantidade de espaço sob o solo quanto sobre o solo. Num microcultivo, podemos utilizar esta correlação entre o tamanho do sistema de raízes, ou seja, a quantidade do meio, e o tamanho da planta para controlarmos o crescimento das nossas plantas de canábis e o combinarmos com as nossas limitações espaciais.

De seguida, verá como vasos de tamanhos diferentes impactarão a altura das suas plantas de canábis:

  • Vasos de 12 l: ~1–1,5 m
  • Vasos de 5 l: ~60 cm
  • Vasos de 2 a 3 l: ~24 cm
  • Vasos de 500 ml: ~13 cm

Note que estes números são apenas estimativas e que o tamanho exato das suas plantas de canábis variará consoante a sua genética. Além disso, tenha em consideração que as plantas cultivadas em recipientes pequenos precisarão de ser alimentadas e regadas mais regularmente do que as plantas cultivadas em recipientes maiores com acesso a mais solo.

Para o microcultivo, geralmente, recomendamos que opte pelos vasos de 3 l. No entanto, já vimos alguns cultivadores a trabalharem com espaços ligeiramente maiores utilizarem vasos até 9 l. O tamanho do vaso que escolher depende inteiramente de si, tenha apenas em consideração que ao utilizar vasos maiores irá, provavelmente, restringir o número de plantas que consegue cultivar (mas mais plantas não se traduzem, necessariamente, num rendimento maior do microcultivo).

Microcultivos de marihuana: cómo conseguir hierba de calidad en espacios minúsculos

Encontrar a luz de cultivo indicada

Em primeiro lugar, e acima de tudo, quererá virar-se para os LEDs no que diz respeito ao microcultivo. As luzes HPS e HPI não são, simplesmente, adequadas para estes cultivos pequenos dados que produzem demasiado calor.

Para melhores resultados, recomendamos que utilize painéis LED. Um painel de 15 W é capaz de produzir até 3000 lumens, enquanto não produz praticamente qualquer calor e não ocupa praticamente nenhum espaço (o painel só mede 130x110 mm).

Alternativamente, recomendamos que utilize qualquer painel LED pequeno de 60 W para o seu microcultivo. Consoante o quão pequeno é o espaço em que está a cultivar, provavelmente nunca precisará de ter este painel a funcionar a 100% da sua capacidade. Recomendamos que o mantenha a 25–50% para ajudar a controlar o alongamento da sua planta durante a vegetação, passando, de seguida, para os 50–75% durante a floração, consoante o alongamento da planta. Também pode controlar o horário de luz do painel utilizando um controlador, que é operado através de uma app.

Colocar devidamente a sua luz de cultivo

Uma dúvida comum que os microcultivadores enfrentam é "onde coloco as minhas luzes de cultivo?"

As configurações de cultivo interior tradicionais colocam a luz de cultivo principal diretamente sobre a cobertura. Contudo, dado que os microcultivadores trabalham frequentemente com espaços pequenos, nem sempre esta configuração é a melhor opção.

Em espaços verticais pequenos (como uma caixa de cultivo, armário ou peça de mobiliário pequeno, ou ainda numa torre de computador), habitualmente, sair-se-á melhor colocando as suas luzes de cultivo principais ao longo de um de ou vários lados da sua planta. Isto permitir-lhe-á cultivar uma cobertura maior, melhorar a penetração da luz ao longo da cobertura e impedir que as plantas se alonguem para o topo do seu espaço de cultivo.

Para ainda maior controlo, talvez queira considerar construir duas caixas de cultivo separadas; uma para a vegetação e a outra para a floração. Na caixa vegetativa, pode conseguir safar-se com colocar a sua luz de cultivo diretamente acima da sua planta, dado que a penetração da luz não é um problema assim tão grande durante a vegetação como o é durante a floração. Lembre-se de ter em consideração a velocidade a que as suas plantas crescem, e tente encontrar estirpes que crescem a uma velocidade que se adequa ao tamanho do seu espaço.

Caso opte por instalar as suas luzes vegetativas acima das suas plantas, lembre-se de mantê-las com a distância e intensidade corretas. Se as suas luzes de cultivo estiverem demasiado próximo ou caso sejam demasiado fortes, provavelmente, as plantas desenvolvem entrenós muito curtos e podem exibir sinais de stresse devido à luz. Se, por outro lado, a sua luz estiver demasiado longe das suas plantas ou for demasiado fraca, elas vão-se alongar e desenvolver entrenós compridos.

Na sua caixa de floração, contudo, recomendamos que coloque as suas luzes de cultivo ao longo das laterais das suas plantas. Isto fornecerá a melhor penetração da luz e permitir-lhe-á cultivar uma cobertura vertical de brotos mais comprida. Também recomendamos que utilize uma rede vertical para manter as suas plantas centradas. Além disso, pode utilizar esta rede para treinar as suas plantas gentilmente e controlar o seu crescimento conforme considere adequado, tendo em consideração o seu espaço.

Microcultivos de marihuana: cómo conseguir hierba de calidad en espacios minúsculos

Como gerir a ventilação e o cheiro num microcultivo de canábis

Embora possa parecer um detalhe trivial, a ventilação adequada do seu microcultivo de canábis é uma obrigatoriedade. Quando trabalha com um espaço assim tão pequeno, o ar pode ficar rapidamente estagnado e começar a criar imensos problemas às suas plantas. Isto deve-se ao facto de as plantas consumirem o CO₂ no seu ambiente para realizarem a fotossíntese. Quando cultiva em espaços assim tão pequenos, as suas plantas têm acesso muito limitado a ar fresco rico em CO₂, tornando a ventilação adequada uma obrigatoriedade para usufruir de plantas saudáveis.

Felizmente, é fácil ventilar um espaço de microcultivo de canábis.

Caso decida construir a sua respetiva configuração do microcultivo, só precisa de um extrator pequeno, como este Ventilador Centrífugo Sem Escova de 24 V. Embora possa não parecer muito, este extrator pequeníssimo fará um trabalho perfeito na remoção do estagnante antigo do seu espaço de cultivo. Para melhores resultados, recomendamos que o instale diretamente por cima das suas plantas.

Caso tenha espaço suficiente, talvez queira inclusive considerar ter uma ventoinha portátil pequena no seu espaço, para manter o ar a circular devidamente ao redor das suas plantas.

Para ainda melhor ventilação e circulação do ar, recomendamos que instale uma ventoinha pequena na parte inferior do seu microcultivo. Uma ventoinha de alta velocidade, por exemplo, permitirá que haja uma entrada constante de ar fresco para o seu espaço de microcultivo.

Dado que, habitualmente, os microcultivos só lhe permitem dispor de espaço para cultivar uma (ou duas) plantas de erva pequenas, não deve precisar de utilizar filtros de carbono para gerir o odor da sua operação. No entanto, se quiser ser extra cuidadoso, a instalação de um filtro de carbono no extrator de ar supramencionado é simples. O filtro tem de ser instalado na parte frontal do seu extrator de ar e, por conseguinte, pode privá-lo de algum espaço no interior da sua divisão/caixa de microcultivo.

Como regar as plantas de canábis num microcultivo

A rega das suas plantas de canábis numa configuração de microcultivo pode ser complicada devido à falta de espaço, Caso esteja a desenvolver uma configuração de microcultivo, tenha isto em consideração e tente deixar espaço suficiente em torno da base das suas plantas para que as possa regar confortavelmente. Lembre-se que a água a salpicar para a folhagem e brotos das suas plantas pode provocar problemas fúngicos, por conseguinte, quererá evitá-lo a todos os custos.

Se estiver a cultivar num espaço verdadeiramente pequeníssimo — onde não possa caminhar ou obter uma boa posição sobre as suas plantas — certifique-se de que consegue retirar as suas plantas para as regar para que não acabe por causar uma grande confusão no seu espaço.

Considerando a escala pequena de um microcultivo, geralmente, não acreditamos que precise da instalação de quaisquer sistemas de rega automática. Limite-se apenas a ser paciente, regando manualmente as suas plantas com um regador pequeno ou com uma garrafa.

Como utilizar técnicas de cultivo numa configuração de microcultivo de canábis

Tipicamente, os microcultivos representam plantas mais pequenas e mais densas. Para alcançar este tipo de estrutura e produzir colheitas decentes em espaços tão pequenos, quererá implementar algumas técnicas de cultivo como o LST, HST ou ScrOG e a desfolhação. Abaixo, partilharemos algumas dicas básicas sobre como adaptar estas técnicas a uma configuração de microcultivo.

LST

O LST é, claramente, uma das nossas técnicas de cultivo favoritas e pode ser super útil quando cultiva em espaços pequenos. A única forma forma em que a sua técnica LST pode variar quanto realiza o microcultivo é na forma como direciona o crescimento da sua planta. Lembre-se, o objetivo do LST é abrir a sua planta e melhorar a penetração da luz. Pense em como alcançará isso considerando a luz no seu espaço de microcultivo.

LST

HST (poda superior, super poda, poda FIM etc.)

As técnicas de alto stresse podem ser um pouco mais complicadas de aplicar num microcultivo. A poda superior e a poda FIM, por exemplo, criam várias colas dominantes, algo que pode não ser ideal em jardins interiores verticais estreitos e pequenos.

Se estiver a cultivar num espaço baixo, contudo amplo (como uma prateleira, por exemplo), talvez queira utilizar a super poda ou a poda FIM logo no início para criar uma cobertura baixa repleta de colas espessas. Na realidade, a super poda pode ser útil em qualquer dos casos, dado que fortalece a sua planta a tempo da floração e, como o LST, pode direcionar o crescimento na direção certa para tirar maior proveito das suas luzes.

HST (Topping, Super Cropping, FIM, etc.)

ScrOG

A tela verde é outra das nossas técnicas de treino favoritas, e ficará satisfeito por saber que pode tirar partido desta até em jardins pequenos de microcultivo de canábis. Caso esteja a lidar com um espaço vertical estreito com luzes laterais, por exemplo, a utilização de uma tela vertical pode ser uma das melhores formas de criar uma grande cobertura que recebe imensa luz.

Num armário de microcultivo horizontal baixo, por outro lado, pode utilizar o ScrOG tal como faria num jardim interior normal para criar uma cobertura uniforme espessa que, chegada a altura da colheita, estará carregada de brotos espessos.

ScrOG

Desfolhação

A desfolhação é essencial para o micro cultivo. Num espaço de cultivo vertical estreito com luzes laterais, a desfolhação ajudará a limpar a folhagem desnecessária e a garantir que todas as partes da sua planta recebem luz suficiente para desenvolverem brotos espessos grandes.

Defoliación

Quando deve passar o seu espaço de microcultivo para a floração

Em termos gerais, recomendamos que troque as suas plantas de canábis vegetativas para a floração assim que tiverem crescido até metade da altura do seu recipiente de microcultivo. Isto garantirá que ainda terão espaço suficiente para fazerem face ao seu alongamento prefloração sem crescerem até demasiado perto do topo da sua caixa/divisão de cultivo.

Lembre-se que a taxa a que as suas plantas crescem está diretamente relacionada com a quantidade de luz que recebem. Mais luz resultará em entrenós mais pequenos, enquanto as plantas cultivadas com menos luz alongar-se-ão, resultando em espaços maiores entre cada nó. Pode ter de jogar com a luz no seu espaço de microcultivo para encontrar o ponto ideal para cada uma das suas estirpes.

Microcultivo de canábis: conte com resultados realistas

Tal como em qualquer cultivo de canábis, é importante definir expetativas realistas relativamente ao tamanho e à qualidade da sua colheita, bem como à quantidade de tempo que demorará a passar da semente para a colheita.

Em termos gerais, cultivar num espaço pequeno de 35×35×75 cm utilizando uma média aproximada de 30 W de luz durante todo o seu cultivo, pode contar colher entre 25 e 45 g, consoante a estirpe, a sua rotina de adubação, as técnicas de treino e conhecimentos. Habitualmente, poderá passar da semente à colheita num prazo de 3 a 4 meses, consoante (obviamente) o seu ciclo de iluminação e genética das suas plantas.

Finalmente, custo de preparar a sua caixa/divisão de microcultivo variará imenso. Caso opte por desenvolver o seu respetivo espaço de microcultivo, talvez o consiga fazer de uma forma relativamente barata (tenha em consideração que o seu painel LED será facilmente o seu maior encargo adiantado).

Escolha uma estirpe adequada

Quando se trata do microcultivo, a escolha da estirpe certa é muito importante devido ao espaço limitado disponível. Um dos fatores a considerar é a altura da sua estirpe de canábis. As sativas crescem mais alto e mais finas do que as indicas, que tendem a ser curtas e densas.

Além disso, durante a fase de floração, as sativas passam por um aumento de altura de 200 a 300%, enquanto as indicas só aumentam 50 a 100%, o que demonstra que as indicas são mais compatíveis com o microcultivo.

Outra opção sensata seria as estirpes autoflorescentes. Sejam quais forem as condições, as estirpes autoflorescentes permanecem pequenas devido à sua genética (uma grande quantidade delas ainda mais pequenas do que as indicas) e não estão dependentes do regime de iluminação, o que significa que terão um tempo de colheita mais curto.

3 Ótimas estirpes para o microcultivo

Como é óbvio, algumas genéticas são mais adequadas para o microcultivo do que outras, e as três que se seguem são exemplos primordiais de escolhas de qualidade. Reparará que estas estirpes têm algo em comum: elas são autoflorescentes.

ROYAL DWARF

A Royal Dwarf é verdadeiramente um espécime de canábis que pode permanecer em tamanhos pequeníssimos de 40 cm quando treinada segunda os métodos supramencionados. Esta planta foi criada por um motivo e por um só motivo: discrição. Os cultivadores podem cultivar facilmente várias plantas Royal Dwarf em sua casa sem ser suscitada qualquer suspeita. Ela pode ser facilmente cultivada em armários de cozinha e guarda-roupas alterados, caixas e torres de computador. Também podem ser utilizadas luzes LED pequenas dentro destes espaços pequeníssimo para evitar emitir demasiado calor. A Royal Dwarf é essencialmente a versão autoflorescente da lendária Skunk, e foi produzida utilizando uma estirpe Skunk em conjunto com um cultivar ruderalis específico. Ela oferece mocas sativa estimulantes, mas subtis, alimentadas por quantidades de THC de 13%. Por conseguinte, pode ser fumada todo o dia enquanto permite-lhe permanecer sob controlo e não ficar demasiado mocado. As suas flores pequenas, contudo compactas, oferecem paladares doces e cítricos.

A Royal Dwarf estará pronta para colher numas meras 8 a 9 semanas após as sementes terem germinado. As plantas cultivadas no interior fornecerão rendimentos de até 200 g/m² e não excederão os 70 cm de altura. As plantas cultivadas no exterior, em canteiros, ou em locais de cultivo guerrilha, produzirão colheitas de 30 a 80 g/planta e atingem alturas entre 50 e 90 cm.

Royal Dwarf

Royal Dwarf
23_genetic background_1 Skunk x Ruderalis
33_Yield indoors_1 150 - 200 gr/m2
31_plant height outdoor_1 40 - 70 cm
25_flowering time_1 6 - 7 Semanas
29_THC_1 THC: 13%
28_Type Blend_1 Sativa 10% Indica 60% Ruderalis 30%
34_yield outdoor_1 30 - 80 gr/plant
32_plant height outdoors_1 50 - 90 cm
27_harvest period_1 9-10 semanas após da germinação
22_Effect_1 Criativa, Motivadora

Compre a Royal Dwarf

EASY BUD

Não é preciso ser um génio para descortinar como esta estirpe recebeu o seu nome. A Easy Bud é a estirpe perfeita para iniciantes, e ainda melhor para os que querem começar discretamente, atraindo o mínimo de atenção possível. Esta estirpe passa bem despercebida onde quer que seja cultivada, atingindo uma altura média de 50 cm. Isto faz com que seja possível cultivá-la em espaços de sótãos baixos, armários vazios e cantos escondidos do jardim. A Easy Bud possui, principalmente, genética indica e fornece um efeito muito subtil e suave que o deixa descontraído e estimula o apetite. Um nível de THC de 12% faz com que a Easy Bud seja ainda mais adequada para iniciantes. As suas flores estão carregadas com paladares cítricos e ervas, tornando-a num complemento refinado para alguns comestíveis de baixa intensidade.

Formada recorrendo às estirpes progenitoras White Indica e ruderalis, a Easy Bud consegue produzir rendimentos significativos, relevantes tendo em consideração a sua estatura pequena. As plantas de interior oferecem rendimentos de até 325 g/m² e atingem alturas entre 50 e 60 cm. As plantas cultivadas no exterior proporcionam rendimentos de 30 a 80 g/planta e crescem até alturas mais altas de 60 a 110 cm. A Easy Bud estará pronta para ser fumada decorridas apenas 8 a 9 semanas após colocar as sementes no solo.

Easy Bud

Easy Bud
23_genetic background_1 White Indica x Ruderalis
33_Yield indoors_1 275 - 325 gr/m2
31_plant height outdoor_1 50 - 60 cm
25_flowering time_1 5 - 7 Semanas
29_THC_1 THC: 12%
28_Type Blend_1 Sativa 15% Indica 55% Ruderalis 30%
34_yield outdoor_1 30 - 80 gr/plant
32_plant height outdoors_1 60 - 110 cm
27_harvest period_1 9-10 semanas após da germinação
22_Effect_1 Fisicamente Relaxante

Compre a Easy Bud

QUICK ONE

A Quick One é outra estirpe de canábis compacta que pode ser cultivada em total privacidade. A maioria das variedades autoflorescentes têm tempos de floração rápidos, mas a Quick One tem uma verdadeira paixão pela velocidade. Esta cria da Lowryder 1 e da Old School Indica é capaz de se desenvolver num espécime totalmente maduro em apenas 8 semanas após a germinação. Caso queira um rendimento rápido de flores de predominância indica, então esta é a sua estirpe. Um conteúdo de THC de 13% oferece uma moca corporal descontraída, que é ótima para relaxar à noite sem ficar totalmente mocado. Estes efeitos agradáveis andam de mãos dadas com os sabores doces e cítricos.

Não deixe que o tamanho da Quick One o iluda, ela é mais do que capaz de bombear brotos suficientes para uso pessoal por bastante tempo. As plantas de interior fornecem 275–325 g/m² e crescem até alturas de 50 a 60 cm. As plantas cultivadas no exterior, facilmente mantidas escondidas por outras espécies de plantas, oferecem 100 a 150 g de flores frutadas por planta.

Quick One

Quick One
23_genetic background_1 Lowryder 1 x Old School Indica
33_Yield indoors_1 275 - 325 gr/m2
31_plant height outdoor_1 50 - 60 cm
25_flowering time_1 5 - 6 Semanas
29_THC_1 THC: 13%
28_Type Blend_1 Sativa 10% Indica 60% Ruderalis 30%
34_yield outdoor_1 100 - 150 gr/plant
32_plant height outdoors_1 60 - 100 cm
27_harvest period_1 9-10 semanas após da germinação
22_Effect_1 Fisicamente Relaxante

Compre a Quick One

Tem 18 anos ou mais?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.

Grow Guide Topic Finder

eKomi silver seal
4.7 de 5
com base em 37834 avaliações