Cannabis Grow guide by Royal Queen Seeds

By Luke Sumpter

As suas plantas estão com um aspeto um pouco mais desgastado? Apesar de seguir uma alimentação, rega e horário de iluminação preciso, fica frustrado por descobrir folhas descoloridas e deformadas nas suas plantas de canábis. Não se preocupe, provavelmente está a fazer tudo corretamente, podem ser apenas sinais de stresse devido ao calor.

A canábis é uma planta resistente e resiliente, e muitas variedades landrace originais adaptaram-se para sobreviverem a regiões rígidas, tais como a cordilheira montanhosa Hindu Kush e as tundras do norte e do centro da Ásia. Apesar da resiliência desta espécie de planta, ela só consegue lidar com uma determinada quantidade de calor antes de os seus sistemas fisiológicos não conseguirem aguentar mais.


Quão quente é demasiado quente para a floração?

As plantas de canábis gostam do calor durante a floração — até uma certa extensão. A quantidade correta de calor facilitará o desenvolvimento, mas em demasia este pode impactar negativamente o crescimento e a saúde da planta. Aponte para manter uma temperatura de 18–26 °C para manter as suas plantas felizes. Caso viva numa região quente, pode utilizar uma combinação de ventoinhas e de ar condicionado para impedir que as temperaturas ultrapassem este limite.

Vídeo aneu: 266470360

Como é que pode identificar o stresse provocado pelo calor?

Um dos sinais característicos do stresse provocado pelo calor dá-se quando as pontas das folhas lança começam a encaracolar para cima. Elas também exibirão um aspeto seco e murcho. Este fator indica que o calor é o culpado mais provável, removendo a possibilidade da maioria das deficiências nutricionais. Além de parecerem geralmente adoentadas, as folhas desenvolverão manchas castanhas grandes ou imperfeições que se manifestam de formas irregulares, principalmente ao longo das extremidades dos dedos das folhas lança. Estas cicatrizes desagradáveis à vista são habitualmente acompanhadas por manchas amarelas de descoloração. Estes sintomas podem afetar as folhas localizadas perto do topo da cobertura e em torno do perímetro da planta — áreas em linha direta do fogo.

Caso detete este conjunto de sintomas na fase vegetativa, pode ficar assegurado de que o stresse pelo calor está por detrás destes. No interior, isto poderá ser causado por permitir que os topos das suas plantas cresçam demasiado perto de uma fonte de luz potente. No exterior, poderá ser o resultado de uma vaga de calor particularmente brutal ou de um clima extremamente quente e seco.

O stresse pelo calor manifesta-se de forma diferente durante a fase vegetativa. Por vezes, para grande espanto de muitos cultivadores, os brotos novos podem começar a romper sobre os mais antigos. Isto pode provocar o que é conhecido como cauda de raposa, um pilar de brotos pequenos e de folhas de açúcar. Isto é um mecanismo de sobrevivência iniciado pela planta enquanto tenta formar brotos novos capazes de reproduzir e de gerar sementes.

How To Protect Your Cànnabis Plants From Heat Stress

How To Protect Your Cannabis Plants From Heat Stress

Abaixo, cobriremos os métodos interior e exterior para prevenirmos e tratarmos o stresse pelo calor.

Lidar com o stresse pelo calor no interior

O stresse pelo calor pode afetar um cultivo interior de múltiplas formas. Por um lado, os cultivadores que vivem em climas quentes podem considerar difícil regular a temperatura interior durante os dias mais quentes de verão.

Independentemente do clima, as tendas de cultivo podem tornar-se muito quentes caso não sejam colocadas determinadas medidas em prática. O calor gerado por diferentes fontes de iluminação pode pesar sobre as folhas e submetê-las a stresse significativo. Uma escassez de ventoinhas adequadas e de um sistema de exaustão impede as correntes de convecção que, de outra forma, arrefeceriam o interior da tenda. Aqui tem algumas dicas para ajudá-lo a evitar o stresse pelo calor no interior.

1. Coloque ventoinhas no espaço de cultivo

Esta é uma solução simples e barata de começar a arrefecer o seu ambiente de cultivo. As ventoinhas impedem a acumulação de ar estanque e quente e criarão eficazmente uma corrente de convecção que ajudará a arrefecer as coisas. O vento gerado pelas ventoinhas também stressará gentilmente as suas plantas para desenvolverem caules mais espessos e mais fortes.

2. Utilize ar condicionado

Isto pode parecer óbvio, mas é definitivamente uma solução viável. Os cultivadores de interior têm a vantagem de assumir o controlo total sobre o microclima da tenda de cultivo, desde que tenham acesso ao equipamento certo. Esta é uma opção bastante cara, mas pode salvar realmente a vida caso viva em áreas como a Espanha ou o sul dos Estados Unidos. Coloque uma unidade de ar condicionado na sua tenda de cultivo para manter o ar fresco a circular.

3. Mude a posição/tipo de iluminação

Caso as suas plantas comecem a exibir sinais do stresse devido ao calor, considere o quão perto estão da fonte de iluminação. Se apenas as folhas ventoinha do topo exibirem sintomas, então reajuste a posição das suas luzes para que fiquem penduradas mais afastadas.

Se a alteração da posição não cria qualquer diferença, então pode ter de mudar o tipo de luz que está a utilizar. A maioria das luzes emitem uma fonte de calor considerável e, se estiver a cultivar num espaço confinado num clima quente, as coisas vão aquecer rapidamente. Os LEDs são uma boa opção para os cultivadores que lidam com estas condições. Eles produzem muito menos calor do que as fontes de luz HID, além de, frequentemente, serem muito mais económicos.

4. Instale um sistema de exaustão

Um sistema de exaustão é como uma ventoinha revertida. Funciona sugando o ar estanque e o ar quente do espaço de cultivo. Caso tenha ventoinhas a funcionar ao mesmo tempo, estes servirão para substituir o ar antigo por ar fresco e frio. Se estiver com um desaerador a funcionar, aconselha-se que o monte com um filtro de carbono que remova quaisquer aromas suspeitos de serem expelidos para a área envolvente.

5. Utilize suplementos para tratar as plantas danificadas

Alguns cultivadores são bem sucedidos com a utilização de suplementos para tratarem os sintomas do stresse devido ao calor. Estes podem ser eficazes, mas só funcionarão a longo prazo se o ambiente for arrefecido utilizando as técnicas supramencionadas.

As algas marinhas ou os extratos de algas funcionam bem para remediar alguns dos efeitos do stresse devido ao calor. Estes estão carregados com minerais e nutrientes que fazem com que as plantas sejam mais resistentes às temperaturas altas. Depois, há o silicone, um composto que aumenta a resiliência das paredes celulares, torna as plantas mais resistentes ao stresse do calor e do frio e ajuda-as a absorver nutrientes essenciais, tais como o zinco, o cobre e o fósforo, mais facilmente.

6. Fungos micorrizas

As espécies de fungos micorrizas formam relações simbióticas com as plantas de canábis e ajudam-nas a lidar com o stresse provocado pelo calor. Estas formas de vida enviam pequenos filamentos, conhecidos como hifas, para o interior das raízes de canábis. Aqui, as células da planta envolvem as células fúngicas e formam estruturas conjuntas designadas por micorrizas.

As plantas alimentam-se estes fungos com açúcares produzidos durante a fotossíntese. Em compensação, os fungos agem como uma extensão da rede de raízes. Eles ajudam as plantas a resistirem tanto às fontes de stresse biótico (vivo) como ao abiótico (não vivo). Os fungos micorrizas mitigam o stresse pela seca e pelo calor[1] absorvendo a água muito além do alcance da rede de raízes da planta.

Como proteger contra o stresse provocado pelo calor no exterior

O cultivo exterior é mais difícil de controlar do que a alternativa. As culturas estão sujeitas aos caprichos dos elementos, bem como a incontáveis formas de pragas e de infeções que podem prejudicar a vitalidade e o rendimento. O stresse provocado pelo calor não é uma exceção. Os cultivadores de interior têm a vantagem de controlarem por completo o clima, enquanto os cultivadores de exterior têm de lidar com as vagas de calor, as monções e tudo o mais no entretanto.

O stresse devido ao calor é uma ameaça proeminente para os que cultivam em regiões mais quentes, mais próximas do equador. Embora os maiores níveis de luz solar possam ser vantajosos, em demasia pode levar a sintomas de stresse pelo calor. Aqui tem algumas dicas sobre como proteger a sua cultura de exterior.

1. Defina bem o horário de rega

A rega nas quantidades corretas na altura correta do dia ajudará a sua planta a lidar com o stresse devido ao calor e a precaver que as folhas de canábis se enrolem. Mas lembre-se, demasiada água pode levar rapidamente ao debilitante apodrecimento da raiz; deixe sempre alguns centímetros do topo do solo secar antes de acrescentar mais água.

Quando estiver na altura de beber, regue o solo até ao ponto de saturação. Os canteiros grandes elevados requerem mais água menos frequentemente, enquanto os vasos secam mais depressa. No exterior, aponte para regar bem no início da manhã ou após o pôr do sol para evitar a rápida evaporação. Também só deve aplicar sprays foliares durante este período, para evitar que ocorra a evaporação nos tecidos delicados da folha.

2. Cobertura vegetal

A cobertura vegetal ajuda a bloquear a humidade no solo e a proteger as raízes alimentadoras perto da superfície das temperaturas altas. A prática também ajuda a proteger os micróbios benéficos do calor do sol. Há dois métodos de cobertura vegetal: cobertura vegetal morta e cobertura vegetal viva.

A cobertura vegetal morta envolve acamar materiais orgânicos mortos no topo do solo. As opções incluem:

  • Feno
  • Palha
  • Resíduos de erva
  • Composto
  • Folhas

Nota importante: evite o feno que contenha sementes para prevenir que as ervas daninhas assumam o controlo, bem como o material que contenha o herbicida aminopirila (AP) que matará rapidamente a sua cultura de canábis.

A cobertura vegetal viva envolve semear sementes nas proximidades da sua planta de canábis. Uma densidade de sementes elevada manterá estas plantas pequenas e impedi-las-á de fazer demasiada sombra sobre as suas plantas de canábis. As coberturas vegetais vivas abrigam o solo, melhoram a estrutura do solo e alimentam micróbios benéficos bombeando exsudatos para o solo. As espécies de legumes também fixarão o azoto atmosférico. As opções de cobertura vegetal incluem:

  • Trevo vermelho
  • Morrião
  • Alfafa
  • Beldroega

Nota importante: estas plantas ajudarão a bloquear a humidade, mas também precisarão de água. Certifique-se de que monitoriza atentamente a secura do seu solo e de que rega mais do que faria apenas com as plantas de canábis num canteiro vazio.


Mulching

3. Evite o stresse

Stressar as suas plantas de canábis de outras formas fará com que fiquem menos capazes de recuperar do stresse devido ao calor. Várias técnicas utilizadas durante o ciclo de cultivo expõem as plantas a diferentes níveis de stresse. Sob condições normais, as plantas recuperam muito rapidamente. Contudo, sujeitas a temperaturas excessivas, as suas plantas podem não recuperar.

Transplantar de um recipiente pequeno para um vaso ou canteiros maiores impacta as plantas por vários dias. Evite transplantar durante temperaturas altas para pontos não abrigados; as plantas precisam de tempo para estabelecerem os seus sistemas de raízes no solo novo.

Também deve evitar técnicas de treino de elevado stresse, tais como poda superior e fimming, durante períodos de temperaturas altas. Estes métodos envolvem danos controlados nos tecidos do sistema vascular das plantas — incluindo o xilema que transporta a água e os nutrientes.

4. Os vasos são mais portáteis

Caso esteja a cultivar no exterior sob um clima quente, é uma boa ideia cultivar em recipientes ou vasos grandes ao invés de fazê-lo diretamente no solo. Isto torna as suas plantas portáteis e dá-lhe a opção de as realocar fisicamente num local abrigado caso o sol fique demasiado intenso.

HOW TO PROTECT AGAINST HEAT STRESS OUTDOORS

5. Estruture um abrigo temporário

Manter as suas plantas sob um abrigo durante todo o dia inibirá a fotossíntese e, em termos gerais, terá um efeito prejudicial. No entanto, criar um abrigo temporário utilizando tecido ou uma lona pode ajudar a proteger a sua cultura durante o pico do calor do dia. Erga o abrigo durante as horas mais quentes e deixe as suas plantas absorverem a luz do sol antes que o calor faça a sua aparição e após diminuir.

6. As plantas de exterior também podem beneficiar dos suplementos

As algas ou o extrato de algas pode ajudar a aumentar a resiliência da planta, tanto no interior quanto no exterior. Utilize a fórmula segundo as instruções do fabricante e dê um pouco de proteção extra às suas plantas utilizando estas substâncias ricas em nutrientes.

As plantas conseguem recuperar dos danos provocados pelo calor?

Sim. As suas plantas recuperarão dos danos provocados pelo calor desde que tome as medidas apropriadas. Otimize o seu horário de rega, disponha a cobertura vegetal e desloque os recipientes para um local mais abrigado por alguns dias. Resista à tentação de desfolhar quaisquer folhas danificadas até que a sua planta tenha recuperado visivelmente para evitar mais stresse.

As plantas conseguem regressar do stresse provocado pelo calor?

As plantas de canábis podem recuperar totalmente do stresse provocado pelo calor — desde que o detete e trate atempadamente. O stresse provocado pelo calor leva à desidratação, o que resulta no murchamento e no enrolar das folhas de marijuana. Caso consiga intervir antes de as suas plantas passarem por demasiados danos nas suas folhas e caules, pode recorrer às estratégias supra para as salvar.


Comece com uma estirpe resistente ao calor

Há milhares de plantas de canábis disponíveis no mercado, e cada foi seletivamente produzida ao longo do tempo para exibir determinadas características pretendidas. Alguns produtores conseguiram criar cultivares que são particularmente resilientes a temperaturas altas. Pode reduzir significativamente o risco de stresse devido ao calor começando com uma destas variedades. Aqui tem três estirpes resistentes ao calor recomendadas por nós.

1. Fruit Spirit

A Fruit Spirit é uma estirpe hardcore que se ri quando confrontada com temperaturas altas (por um bom motivo). Esta besta é a cria das lendárias estirpes progenitoras White Widow e Blueberry. Ela possui uma composição genética equilibrada de 60% de genética sativa e de 40% de genética indica. Alimentada por 18% de THC e por um nível médio de CBD, ela oferece uma moca que relaxa o corpo e que revigora a mente. O seu nome é um tributo aos paladares açucarados e frutados das suas flores, que dançam pela língua quando fumada.

A Fruit Spirit cresce bem tanto em ambientes de interior quanto de exterior. As plantas de interior atingem uma altura de 80–120 cm, possuem um tempo de floração de 8–10 semanas, e rendem até 425 g/m². Uma única planta cultivada no exterior pode atingir uma altura de 220 cm e produzir uma colheita de 535 g.

Fruit Spirit

2. Amnesia Haze

A Amnesia Haze é uma estirpe alta de predominância sativa que prospera sob temperaturas quentes. As suas flores grandes e altas produzem um nível massivo de 22% de THC e um nível médio de CBD. A moca é eletrizante, estimulante e ideal para fumar durante o dia, para reforçar o foco e a motivação. Este efeito cerebral é exponenciado pelas notas terrosas e cítricas.

A Amnesia Haze é uma variedade muitíssimo produtiva que recompensará os que cultivam em locais abafados. As plantas de interior atingem uma altura de 140 cm, com um tempo de floração de 9–11 semanas, e produzem uma colheita grande de até 650 g/m². As plantas cultivadas no exterior, sob o sol, atingem uma altura imponente de 210 cm. Aqui, um único espécime fornece uma recompensa massiva de até 700 g, prontas para colher no final de outubro.

Amnesia Haze

3. Royal Moby

A Royal Moby é um espécime deslumbrante que possui flores e folhas açucaradas revestidas de tricomas. Esta senhora de predominância sativa é a prole da Haze e da White Widow, e exsude resina carregada com uma concentração de 21% de THC. Esta variedade resistente consegue lidar tanto com os clientes quentes quanto com os frios e sentir-se-á como se estivesse em casa numa tenda de cultivo quente ou num jardim exposto ao sol.

A Royal Moby não é esquisita quanto ao seu ambiente de cultivo. No interior, ela atingirá uma altura de 80–140 cm e produzirá até 600 g/m². Uma planta cultivada no exterior subirá até uma altura massiva de 2 a 3 m e produzirá uma colheita recompensadora de 700 g.

Royal Moby Indoor

External Resources:
  1. Arbuscular mycorrhizal fungi mitigate negative effects of combined drought and heat stress on tomato plants - PubMed https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov
Aviso legal:
Este conteúdo destina-se apenas a fins educativos. A informação fornecida é fruto do trabalho de pesquisa e de recolha realizada a partir de fontes externas.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.

Localizador de Guias de Cultivo

eKomi silver seal
4.7 de 5
com base em 36328 avaliações