Os charros são há muito uma parte icónica da cultura da marijuana. Muitas pessoas adoram-nos pela sua simplicidade, pela sua conveniência e pelo seu paladar. No entanto, podem surgir situações em que não tem mortalhas à mão. Além disso, algumas pessoas não gostam de fumar charros devido ao facto de estarem a fumar papel. Outras preferem consumir simplesmente a marijuana recorrendo a outros métodos que possam ser mais agradáveis ou mais convenientes para estas. Seja qual for o motivo, há uma ampla variedade de métodos alternativos que pode utilizar para apanhar uma moca. Aqui tem um lista de algumas das alternativas mais conhecidas aos papéis de enrolar.

VAPORIZADORES

Os vaporizadores tornaram-se uma das formas mais comuns de consumir produtos de marijuana. Ervas secas, óleos, ceras, destilados, entre outros concentrados como shatter ou budder, todos podem ser convertidos em vapor e inalados.

Os vaporizadores não se limitam a ser flexíveis, estes também são significativamente mais saudáveis do que fumar. Isto deve-se ao facto do vapor de marijuana conter muito menos toxinas e carcinogénicos do que o fumo da marijuana. Os vaporizadores foram criados inicialmente como um método mais saudável de consumir tabaco, mas evoluíram para se transformarem numa das formas mais seguras, mais convenientes e mais agradáveis de consumir marijuana.

Os vaporizadores funcionam melhor a temperaturas que variam entre os 140–205 °C (285–400 °F). As temperaturas fora deste intervalo arriscam-se a deixar para trás canabinoides ou a evaporá-los sem serem inalados. Certifique-se de que tritura a sua erva antes de vaporizar, para garantir que esta é total e uniformemente vaporizada.

Vaporizers from Royal Queen Seeds

Os vaporizadores são disponibilizados em muitas variedades. Quer procure vaporizar em casa ou enquanto se desloca, há uma ampla gama de opções e preços por onde escolher. Alguns tipos de vaporizadores, como as canetas vaporizadoras, por exemplo, tornaram-se muito populares e, consequentemente, muito caras.

Para concluir, bem todos os vaporizadores são construídos para durarem. Hoje em dia, há canetas vaporizadoras descartáveis que são vendidas em estabelecimentos em toda a América do Norte. Estes vaporizadores utilizam baterias simples, pequenas e baratas ao invés de unidades de aquecimento complexas. Estes são tipicamente vendidos em pacote com algum tipo de concentrado, como óleo ou destilado de THC. Assim que o concentrado vendido com o conjunto estiver totalmente vaporizado, prevê-se que a caneta seja colocada no lixo.

CACHIMBOS

Os cachimbos são disponibilizados em todos os tamanhos e feitios. Estes também podem ser feitos a partir duma infinidade de materiais, incluindo vidro, metal, madeira e barro. Diferentes materiais produzem passas com um paladar ligeiramente diferente, daí muitas pessoas apresentarem determinadas preferências quando falamos de cachimbos. Os cachimbos são muito convenientes porque são tipicamente muito fáceis de transportar e de utilizar.

Para que o conteúdo de um cachimbo queime de forma uniforme, este deve ser esmiuçadamente triturado de antemão. Caso o cachimbo tenha um carburador na lateral, certifique-se de que o tapa enquanto fuma a sua erva e de que o deixa respirar quando inala.

Caso tenha os materiais corretos, os cachimbos podem inclusive ser feitos em casa, se a necessidade levar a isso. Continue a ler para saber mais abaixo como pode fazer cachimbos a partir de artigos como maçãs, cascas de milho e garrafas de água.

CACHIMBOS


BONGOS

Muitas pessoas preferem fumar erva a partir de bongos porque estes podem fazer com que fique com uma grande moca, muito rapidamente. Os bongos não só fazem com que fique mais mocado do que os charros, como também são muito mais convenientes dado que poupam-lhe o tempo gasto a enrolar um charuto. O único lado verdadeiramente negativo dos bongos é que estes requerem água para funcionarem corretamente. Isto pode ser um problema caso não haja uma fonte de água prontamente disponível, ou caso a água verta do bongo.

Os bongos podem ser feitos a partir de todos os tipos de materiais incluindo livro, metal, plástico, cerâmica e inclusive de determinados tipos de madeira como o bambu. Estes também podem apresentar mil e um designs, incluindo bongos carburadores, bongos filtrantes, bongos com múltiplas câmaras, bongos de tubo reto, bongos em forma de bico e gravity bongs.

BONGOS

GRAVITY BONGS

Os gravity bongs são batizados em função da técnica que utilizam para produzir fumo. Em alguns casos, estes também são conhecidos como cachimbos de água, embora sejam essencialmente a mesma coisa. Os gravity bongs podem ser feitos a partir de uma ampla variedade de materiais acessíveis, como melancias, abóboras, garrafas de água e baldes de tinta. Sucintamente, para criar um cachimbo de água, precisará de um recipiente que consiga suster a água e de uma garrafa de plástico que consiga suster o fumo.

Fazer e utilizar um gravity bong, siga estes passos:

  1. Corte a garrafa de plástico ao meio.
  2. Cubra o orifício do bocal com folha de alumínio. Molde-a segundo a forma de uma tigela.
  3. Perfure alguns orifícios na folha de alumínio para permitir que o ar circule.
  4. Encha o recipiente com água.
  5. Coloque a garrafa no recipiente com o bocal acima da linha de água.
  6. Coloque a erva na folha de alumínio e dê chama.
  7. Puxe a garrafa para cima enquanto acende para enchê-la de fumo.
  8. Empurre a garrafa para baixo, para a água, enquanto inala, de forma a forçar o fumo a subir e a entrar nos seus pulmões.

BUBBLER

Os bubblers são uma espécie de misto entre um cachimbo e um bongo. De certa forma, estes são o melhor do que há em ambos. Suficientemente pequenos para serem convenientemente manuseados como um cachimbo, mas construídos para fazer com que fique tão mocado como se estivesse a fumar de um bongo. Os bubblers são tipicamente feitos de vidro e têm uma câmara redonda quer na parte inferior ou na lateral. A câmara é enchida com água e a erva é colocada na cavidade. Se procura experimentar algo diferente ou se procura uma versão mais portátil do seu bongo, dê uma vista de olhos a um bubbler.

BUBBLER

OPÇÕES ALTERNATIVAS PARA ENROLAR

Caso dê por si sem mortalhas, não se esqueça de que outros materiais à base de papel funcionam como substitutos. Artigos como o papel do cigarro, papel de pastilha elástica e inclusive as Páginas Amarelas podem ser utilizados como um substituto das habituais mortalhas. O papel utilizado nas listas telefónicas é muito fino e muito similar às mortalhas normais. A espessura rarefeita do papel também ajudará a enrolar e a selar facilmente com saliva, tal como faria com mortalhas normais. Embora o papel de cigarro seja tipicamente mais espesso, o papel de pastilha elástica é similarmente muito fino e quebradiço.

Quando se trata de utilizar papéis alternativos, certifique-se apenas de que os trata com cuidado para evitar rasgá-los. Além disso, seja cuidadoso quando insere o filtro, dado que este pode rasgar acidentalmente o papel.

SHISHAS OU CACHIMBO HOOKAH

O termo hookah deriva da palavra urdu “huqqa”, que significa "cachimbo”. Estes tipos de aparelhos de fumar tiveram a sua origem no subcontinente indiano e espalharam-se rapidamente pelo império otomano. À medida que estes se tornaram um método vastamente popular de fumar tabaco, estes tipos de ferramentas espalharam-se pela Europa e pela Ásia. Fumar marijuana de um cachimbo hookah pode parecer algo complicado, mas não o é.

Para fazê-lo, precisará de um cachimbo hookah, carvão, folha de alumínio, pinça, água e, se desejar, shisha para acrescentar à mistura. Caso opte por misturar a sua erva com shisha ou tabaco, coloque estes últimos por baixo, com a canábis no topo. Isto proporcionará alguma humidade à erva de forma que não seque durante o processo de fumar.

O método hookah também é muito eficaz com haxixe. Lembre-se apenas de manusear o carvão com cuidado e de não puxar o bocal de forma que o cachimbo não caia.

SHISHAS OU CACHIMBO HOOKAH

DABS

Os dabs permitem-lhe consumir extratos de canábis extremamente potentes como o shatter, favo de mel e budder. Essencialmente, os dabs utilizam um método de vaporização relâmpago para processar os concentrados. Para atingir este fim, tem de utilizar um maçarico ao invés de um isqueiro. A vantagem de utilizar dabs é, como é óbvio, a moca que estes lhe podem proporcionar. Isto é possível porque os extratos que os dabs processam são extremamente potentes, levando-o a ficar indiscutivelmente mais mocado do que qualquer outro método descrito neste artigo.

Muitas pessoas acreditam que o dabbing é um método mais saudável de consumir marijuana do que fumar, dado que habitualmente não envolve a combustão. Isto faz com que o vapor resultante seja mais "puro" do que o fumo habitual da canábis.

DABS

MAÇÃS

Os cachimbos de maçã são uma forma divertida e conveniente de fumar canábis. As maças são um dos frutos mais populares e acessíveis no mundo, e podem ser muito facilmente convertidas em dispositivos para fumar. Tudo o que precisa para fazer um cachimbo de maça é de uma maçã, de uma caneta e, talvez, de folha de alumínio.

Antes de começar, certifique-se de que escolhe uma maçã fresca que não se desfará. Irá fazer orifícios nesta, por conseguinte, é bom que ela aguente. Além disso, também pode utilizar substitutos para a caneta, como tampas de caneta, lapiseiras ou palhas fortes, mas não é recomendável.

Para fazer e utilizar um cachimbo de maçã, siga estes passos:

  1. Perfure a maçã com a caneta para criar um túnel a partir do topo (caule) até ao meio/à parte inferior (sem vazar) da maçã.
  2. Utilize a caneta para criar outro túnel na lateral da maçã. Este túnel deve conectar ao do meio, fornecendo um fluxo de ar sem quaisquer restrições.
  3. Revista a cavidade natural da maçã, de onde tirou o caule, com folha de alumínio, para agir como tigela.
  4. Faça orifícios na folha de alumínio para permitir que o ar flua.
  5. Coloque a sua erva sobre a folha de alumínio, acenda e puxe pelo orifício lateral.
  6. Algumas pessoas preferem perfurar um terceiro túnel na outra lateral da maçã para funcionar como um carburador. Isto é possível, mas não é de todo necessário.

MAÇÃS

CASCA DE MILHO

As cascas de milho tornaram-se muito populares entre os fumadores com uma consciência mais saudável. Na Jamaica e na Califórnia, as cascas de milho são regularmente utilizadas como alternativas às mortalhas, entre outros meios de fumar. Dado que as cascas são 100% naturais, este é considerado como um dos métodos mais saudáveis de fumar canábis.

Após serem secas, as cascas de milho são facílimas de enrolar. Ademais, elas são fibrosas, o que significa que podem ser fixadas no devido lugar para manter a marijuana no interior e queimar-se-ão lentamente como os papéis. Se procura uma forma divertida, saudável e criativa de fumar marijuana, experimente com cascas de milho secas.

CASCA DE MILHO

FACAS QUENTES

O método da faca quente é uma das formas mais antigas de fumar canábis ou haxixe. Só precisa de uma ou duas facas e de um elemento de aquecimento. Se estiver a utilizar um forno, ligue-o em lume brando e coloca as facas de aço sobre o queimador. Isto permitirá que estas aqueçam e fará com que a erva fique presa nestas. Quando as facas não bastarem, coloque um pedaço de broto numa e esprema-o com a outra. Inale a marijuana quando esta começar a libertar fumo.

Quando manuseia facas quentes, seja suficientemente cuidadoso para não se queimar com as pegas. Quando estas tocarem na marijuana, esta começará a produzir fumo imediatamente, por conseguinte, prepare-se para inalar.

Caso pretenda, pode realizar algumas modificações menores ao método. Algumas pessoas preferem cortar uma garrafa de plástico a meio e utilizá-la como instrumento de sucção. Também pode utilizar um rolo de cartão de papel de cozinha. Além disso, algumas pessoas optam por deixar as facas totalmente de lado e colocam a sua marijuana diretamente no elemento de aquecimento usando uma folha de alumínio. Este método funciona de forma idêntica, mas fornece igualmente menos controlo sobre a direção do fumo (já para não mencionar o risco de queimar a sua cara), fazendo com que a utilização de um rolo de cartão ou de uma garrafa de plástico cortada se tornem numa obrigatoriedade.

FACAS QUENTES

PULMÃO DE PLÁSTICO

Os pulmões de plástico não são apenas fáceis de fazer, mas estes também farão com que fique extremamente mocado. Os pulmões imitam a mesma funcionalidade do fluxo de ar dos bongos. Para criar um pulmão de plástico, precisará de um recipiente de plástico como uma garrafa de 2 l, tesoura, folha de alumínio, fita-cola e de um saco de plástico. As garrafas de 2 l tendem a funcionar muito bem, contudo, também pode utilizar um recipiente de 4 l, caso prefira.

Para fazer e utilizar um pulmão, siga estes passos:

  1. Corte o recipiente de plástico ao meio.
  2. Utilize a fita-cola para prender o saco de plástico à parte inferior do recipiente, selando-o.
  3. Coloque a folha de alumínio no bocal do recipiente. Molde-a com a forma de uma tigela.
  4. Faça pequenos orifícios na folha de alumínio.
  5. Coloque a marijuana sobre a folha de alumínio.
  6. Puxe o saco à medida que aquece a erva, criando sucção.
  7. Quando o saco estiver cheio, erga a folha de alumínio e inale.

Quando faz um pulmão, a capacidade do recipiente dependerá do tamanho do saco utilizado. Assim sendo, quanto maior o saco, mais fumo esse pulmão susterá e mais mocado ficará.

PULMÃO DE PLÁSTICO

LATA DE REFRIGERANTE

Não há nada mais juvenil do que fumar marijuana a partir de uma lata de refrigerante. Um dos favoritos "faça-você-mesmo" entre os novos fumadores, as latas de refrigerante podem ser facilmente convertidas em dispositivos para fumar. Dobre simplesmente a lata a meio, faça alguns orifícios no novo vinco e fure um orifício carburador na lateral. Coloque a sua erva dentro do vinco, aqueça-a e inale através do bocal.

Embora as latas de refrigerante funcionem como bons dispositivos para fumar, muitas pessoas preocupam-se com os possíveis efeitos negativos para a saúde. O alumínio do qual é feito a lata pode não ser tão seguro como fumar de uma folha de alumínio. Além disso, a tinta da lata pode libertar químicos quando aquecida. Assim sendo, mesmo embora este método funcione, o mesmo deve ser frugalmente utilizado.

Por outro lado, algumas pessoas preferem fumar a partir de uma lata de refrigerante. Os proponentes afirmam que a sua moca pode sair reforçada pelo açúcar residual e pelas moléculas de cafeína presentes na lata. Sem surpresa alguma, não há qualquer investigação que confirme estas reivindicações.

LATA DE REFRIGERANTE

GARRAFA DE ÁGUA

Similarmente às latas e recipientes de 2 l, as garrafas de água de plástico podem ser adaptadas para fumar erva. Basta furar um orifício na lateral da garrafa, colocar um pouco de folha de alumínio no bocal (com a forma de uma tigela), fazer alguns orifícios pequenos na folha e voilá, tem à sua disposição um cachimbo de uma garrafa de água. Alguns preferem fazer o orifício na parte inferior da garrafa, mas na realidade qualquer local funciona. Os cachimbos de garrafa de água podem ser frustrantes de utilizar, dado que requerem ser seguros num ângulo algo incómodo durante a utilização. Assim sendo, tenha cuidado para não derrubar acidentalmente a sua erva da tigela quando a aquece.

GARRAFA DE ÁGUA

BLUNTS DE ROSA

Os blunts de rosa não são comummente abordados quando se trata de encontrar métodos alternativos de fumar canábis. Ainda assim, muitas pessoas reivindicam que estes são tão eficazes quanto quaisquer outros métodos de consumir canábis. Para preparar um blunt de rosa, precisará de apenas 3 pétalas de rosa e de um forno.

Para preparar o blunt, pré-aqueça o forno para grelhar e coloque 3 pétalas de rosa de lado. Quando o forno estiver suficientemente quente, coloque-as numa panela dentro do forno durante cerca de 10 segundos. Remova a panela, lamba as pétalas de rosa e cole-as para criar um blunt enrolado. Coloque-as no forno durante mais 10 segundos. Lembre-se de que não as deve deixar secar em demasiada ou crocante, dado que isso pode criar problemas quando quiser enrolar. Tire-as simplesmente do forno, deixe-as arrefecer uns instantes e enrole um blunt de rosa.

BLUNTS DE ROSA

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.