Os fitoquímicos presentes na canábis em estado bruto são muito diferentes daqueles que podemos encontrar no fumo após atear os seus brotos. Se lhe disséssemos que comer um saco de flores de canábis cruas não faria com que ficasse com moca, acreditaria em nós?

A verdade é que a canábis crua não contém moléculas psicotrópicas; ou, por outras palavras, contém níveis extremamente baixos das mesmas. Por sua vez, os brotos frescos e pegajosos são ricos nos químicos precursores conhecidos como ácidos canabinoides. É necessária uma reação molecular impulsionada pelo calor — conhecida como descarboxilação — para converter os ácidos canabinoides não-psicotrópicos nos canabinoides que conhecemos e adoramos.

Porque é tão Importante Descarboxilar a Sua Canábis

Continue a ler para saber tudo sobre a descarboxilação. Irá descobrir o mecanismo exato envolvido, como descarboxilar as suas respetivas flores e porque é que deve descarboxilar as estirpes ricas em CBD.

Descarboxilação: o que é?

A palavra descarboxilação soa a um termo complexo que provavelmente esqueceu das aulas de química. Apesar da soar a algo estranho, esta descreve na realidade um processo químico super simples que suporta a experiência com a canábis.

Apaixonar-se pela canábis ressuscita frequentemente a paixão pela ciência em muitos fumadores e cultivadores. Tire partido da sua paixão pela erva e prepare-se para aprender o que acontece exatamente quando aplica uma chama aos seus brotos cultivados no conforto do lar.

  • O que são os Ácidos Canabinoides?

Quando analisa mais atentamente os seus brotos, provavelmente já reparou numa camada de estruturas pequenas e cristalinas. Estas glândulas — conhecidas como tricomas — trabalham arduamente para bombearem uma resina repleta de ácidos canabinoides como o THCA e o CBDA.

À medida que a ciência em torno da canábis continua a progredir, os investigadores começam a descobrir que estas moléculas apresentam os seus respetivos efeitos únicos. No entanto, o THCA não produz quaisquer efeitos psicotrópicos e não é muito utilizado por aqueles que procuram ficar com uma moca.

Quando acende um charro, ou prime o botão do seu vaporizador, está a expor estas moléculas a altas temperaturas. Este calor, por sua vez, faz com que um grupo carboxílico seja removido, um processo breve, também conhecido como descarboxilação. Isto faz com que o THCA, CBDA, entre outros ácidos canabinoides, se convertam nos seus canabinoides correspondentes (ex. THC, CBD etc.), fornecendo-nos os efeitos com os quais já estamos familiarizados.

  • A que Temperatura é que Ocorre a Descarboxilação?

A descarboxilação ocorre geralmente à mesma temperatura, tanto para o CBDA como para o THCA. Quando expostos consistentemente a condições de 100 ºC durante sensivelmente 30 a 45 minutos, ambos são convertidos em CBD e THC, respetivamente. Ainda assim, esta temperatura é suficientemente baixa para manter os terpenos aromáticos e outros fitoquímicos desejáveis intactos.

What Are Cannabinoid Acids?
  • Vantagens da Descarboxilação

A descarboxilação apresenta inúmeros benefícios. Embora o ato de fumar converta instantaneamente o THCA em THC, há benefícios em descarboxilar a sua canábis inclusive antes de fumá-la.

Ativação dos Canabinoides

A descarboxilação ativa os elementos psicotrópicos da canábis (THC), bem como os elementos holísticos (CBD etc.). Embora a descarboxilação seja algo que ocorre obrigatoriamente quando fuma ou vaporiza, os comestíveis requerem uma preparação ligeiramente mais extensa para serem eficazes.

Previne os Patógenos

A descarboxilação também oferece efeitos protetores. Embora as flores de canábis sejam geralmente muito mais seguras no final do ciclo de cultivo, os patógenos ainda podem atacar os brotos enquanto estes estão a ser armazenados. A descarboxilação ajuda a remover a humidade das flores de canábis, minimizando a possibilidade de patógenos microbianos estragarem a sua colheita.

  • Porque é que Precisa de Descarboxilar as Estirpes Ricas em CBD

Tal como precisa de descarboxilar a sua erva rica em THC para sentir os seus efeitos, também irá beneficiar quando o faz com as suas flores ricas em CBD. Durante o processo de descarboxilação, o CBDA converte-se em CBD. Embora o CBDA exiba alguns efeitos interessantes, o CBD oferece benefícios muito mais bem compreendidos. Antes de preparar comestíveis, extratos ou óleos utilizando os seus brotos de CBD, certifique-se de que descarboxila-os para obter os melhores resultados.

Temperatura de Descarboxilação para o THC e CBD

As temperaturas de descarboxilação são basicamente iguais para a maioria dos principais canabinoides. Conforme mencionámos, uma temperatura de 110 °C, mantida durante 30 a 45 minutos, é o suficiente para alcançar o resultado pretendido.

Pontos de Ebulição dos Canabinoides, Terpenos e Flavonoides

Muitos fumadores de canábis confundem a descarboxilação com a evaporação (ponto de ebulição). Embora a descarboxilação ocorra naturalmente quando vaporiza, o ponto de ebulição dos vários canabinoides, terpenos e flavonoides pode diferir dramaticamente em função da volatilidade do fitoquímico em questão.

Consulte as temperaturas recomendadas abaixo quando lhe apetecer vaporizar a sua canábis.

  • Canabinoides

Os canabinoides vaporizam-se a diferentes temperaturas, o que significa que os vaporizadores com configurações precisas podem almejar canabinoides específicos. Altere a temperatura em função da estirpe que está a fumar — sentirá que diferentes configurações funcionam melhor para brotos ricos em THC vs. brotos ricos em CBD.

THC 157°C
CBD 160–180°C
  • Terpenos

Os terpenos sustentam os paladares deliciosos e únicos de cada estirpe de canábis. Além disso, estas moléculas estabelecem uma sinergia com os canabinoides para amplificarem os seus efeitos.

Caryophyllene 119°C
Myrcene 166–168°C
Cineole 176°C
Limonene 177°C
Linalool 198°C
Terpineol 218°C
  • Flavonoides

Os flavonoides também complementam a fitoquímica complexa da canábis. Estas moléculas estão associadas a efeitos antioxidantes, entre outros. Alguns ocorrem em todo o reino vegetal, enquanto outros são únicos da canábis.

Apigenin 178°C
Cannflavin A 182°C
Quercetin 250°C

Descarboxilar Kief e Concentrados

O kief e os concentrados de canábis oferecem uma experiência mais potente do que as flores por si só. Habitualmente, os cultivadores recolhem o kief utilizando trituradores ou peneiras, o que significa que os tricomas não ficam expostos a temperaturas elevadas durante o processo. Além disso, alguns métodos de preparação de concentrados não atingem o ponto de descarboxilação.

Para assegurar a máxima potência, recomendamos que utilize o mesmo procedimento detalhado supra para descarboxilar os seus brotos de canábis/kief antes de criar estes produtos.

Como Descarboxilar a Canábis

Para aqueles que fumam e vaporizam, a descarboxilação ocorre naturalmente fruto do processo de aquecimento. Embora muito menos refinados do que os métodos descritos abaixo, colocar a sua erva em brasa com uma chama descarboxila imediatamente os canabinoides e terpenos, permitindo-lhe que os inale de imediato e usufrua dos seus efeitos. Contudo, o calor excessivo produzido a partir deste método é conhecido por "matar" algumas destas moléculas voláteis. A vaporização é um pouco mais controlada; os aparelhos são aquecidos para ativar o THC e os outros canabinoides e terpenos a valores aproximados dos seus pontos de ebulição, permitindo uma dosagem praticamente integral de cada composto.

Como Descarboxilar a Canábis
  • Método do Forno

O método mais comum de descarboxilar a canábis, particularmente quando está a preparar comestíveis, é simplesmente "cozinhá-la" no forno. Há alguns passos envolvidos neste método:

  1. Triture a sua canábis até que esta se encontre uniformizada de forma a espalhá-la facilmente sobre uma superfície fina.
  2. Prepare uma bandeja adequada para o forno com folha de alumínio ou de papel vegetal.
  3. Coloque a sua canábis triturada sobre a folha, certificando-se de que a espalha uniformemente.
  4. Pré-aqueça um forno a 115 ℃ e coloque a bandeja no interior durante aproximadamente 45 minutos, mexendo a canábis, mais ou menos a meio dos 45 minutos.
Método do Forno

É importante manter-se atento à temperatura do seu forno durante este processo. Pode parecer que conseguiria ser mais rápido se cozinhasse os seus brotos a uma temperatura mais elevada, mas o mais provável é acabar por degradar simplesmente os canabinoides e os terpenos, tornando-os hipoteticamente inutilizáveis. Cozinhá-los a uma temperatura mais baixa durante um período de tempo maior é geralmente considerado o método mais seguro e mais eficaz de descarboxilar a canábis.

Embora este seja o método mais comummente utilizado (e muitos diriam que é o mais fácil), há várias outras formas de descarboxilar a marijuana.

  • Método do Micro-ondas

Caso não disponha de 45 minutos para cozinhar a sua erva no forno, este método é perfeito. Embora envolva um pouco mais de intervenção, pode utilizar o seu velhinho micro-ondas para descarboxilar a sua canábis em apenas alguns minutos. Eis como:

  1. Tal como nos métodos anteriores, triture a sua erva até uma consistência média. Coloque-a numa tigela ou recipiente adequado para ser utilizado no micro-ondas.
  2. Coloque a temperatura no MÁXIMO e deixe as micro-ondas atuarem durante sensivelmente 90 segundos.
  3. Tire a erva para fora e cheire-a. Esta deve ter um aroma pungente, mas não queimado. Caso ainda não esteja lá, mexa-o um pouco e volte a colocá-la no micro-ondas durante mais outros 60 a 90 segundos.
Método do Micro-ondas

Aquecer a canábis no micro-ondas é um pouco mais complicado do que utilizar o forno, dado que não tem qualquer controlo sobre a temperatura. Além disso, as micro-ondas variam imenso, portanto terá de fazer as coisas um pouco de ouvido dependendo da marca e do modelo que tem em casa.

Caso esteja preocupado com a possibilidade de queimar a sua erva ao utilizar este método, opte por utilizar uma temperatura mais baixa e aquecer os seus brotos um pouco mais. Mantenha-se sempre atento aos seus brotos para assegurar-se de que estes não estão a queimar, e utilize o seu nariz para discernir se foram devidamente descarboxilados.

Seja como for que decida descarboxilar a sua erva, lembre-se: baixo e devagar. Utilizar temperaturas altas para aquecer rapidamente a sua canábis acarreta o risco de queimar tanto os canabinoides como os terpenos, algo que irá estragar a potência e o aroma da sua erva. Fique-se pelas temperaturas mais abaixo e demore o tempo necessário, e acabará com erva perfeitamente ativada, pronta para ser utilizada nas suas receitas favoritas.

  • Método Sob Vácuo

Este método é indiscutivelmente o nosso segundo método favorito de descarboxilar a canábis a seguir ao método do forno. Dado que a água ferve a 100 ℃, é literalmente impossível queimar a sua erva utilizando este método. Além disso, como irá utilizar um termómetro, também terá um controlo mais preciso sobre a temperatura, para assegurar que ativa todos os canabinoides nos seus brotos.

Eis como descarboxilar a sua erva utilizando o método sob vácuo:

  1. Triture o seu broto com uma consistência média, coloque-o numa saqueta sob vácuo e sele-a a vácuo.
  2. Caso tenha uma panela de pressão sob vácuo, coloque-a para cozinhar a 95 ℃. Coloque a sua saqueta na panela e cozinhe-a durante sensivelmente 1 hora. Caso não tenha uma panela de pressão sob vácuo, encha uma panela com água e deixe-a ferver em lume alto.
  3. Uma vez fervida, reduza o lume e utilize um termómetro para manter a temperatura da sua água nos 95–100 ℃.
  4. Coloque a sua saqueta de erva selada a vácuo na água e cozinhe por aproximadamente 60 minutos.

Quando utiliza o método sob vácuo, a paciência desempenha um papel crucial. Este método demora claramente mais do que os outros métodos enumerados nesta lista, mas os resultados são realmente consistentes.

  • Método Natural

Vale a pena acrescentar que a canábis descarboxila naturalmente com o passar do tempo. A sua exposição aos elementos é o suficiente para transformar gradualmente o THCA em THC, e o THC no canabinoide CBN. No entanto, este processo é incrivelmente demorado, por conseguinte, o calor será quase certamente necessário para acelerar o processo. Seja qual for o método que escolher, a descarboxilação é essencial para "desbloquear" o potencial psicotrópico do nosso ilustre THC.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.