Encontre a estirpe ideal com o Localizador de Sementes

By Max Sargent


A canábis e a ansiedade possuem uma relação interessante e única. Vários estudos[1] examinaram a canábis, ou seus constituintes, como uma maneira possível de tratar a ansiedade, com alguns experts procurando desenvolver novos agentes ansiolíticos[2] baseados em canabinoides.

Mas ao mesmo tempo a canábis - mais especificamente, o THC - parece ter a reputação de gatilho para paranoias. Similarmente, alguns estudos[3] ligaram a erva mágica ao desenvolvimento de desordens de ansiedade.

É essencial que apontemos que usuários medicinais e recreativos podem ser vítimas da suposta ansiedade da erva. Isso torna ainda mais importante saber como lidar com a condição. Com isso em mente, vamos analisar o fenômeno da ansiedade da canábis e por que isso acontece. Após isso, apresentaremos maneiras de parar a ansiedade logo no começo e evitar que ela ocorra novamente.

RELATED STORY
O que é o THC?

O Que É Ansiedade de Canábis

Algumas situações na vida nos causam ansiedade. Nos momentos antes de subir ao palco para um discurso, você sente suas palmas da mão suando, seu coração batendo mais rápido. Você perde o foco no momento presente e começa a se preocupar incessantemente com o que está por vir.

Essas são reações normais. E assim que você se recompõe e começa a respirar novamente, se livra daquelas dúvidas e inseguranças.

Há uma pequena diferença com a ansiedade da canábis. Assim como "teto preto", os sintomas são desconfortáveis - suor, tremores e fadiga - a diferença é que a ansiedade da canábis causa um estresse principalmente mental ao contrário de físico. Dito isso, a ansiedade é conhecida por causar desconforto, náuseas e até vômitos.

Além do senso comum, pesquisadores estabeleceram uma associação entre o uso da canábis e ansiedade. Em uma pesquisa de comunidade[4] conduzida na Austrália, por exemplo, 22% dos entrevistados relataram ataques de pânico após usar canábis.

What Is Weed Anxiety?

Como Identificar a Ansiedade da Canábis

Os sintomas da ansiedade da canábis podem ser difíceis de discernir para alguns, mas há algumas pistas importantes.

Ela geralmente começa com uma barragem de pensamentos negativos surgindo na mente. São ruminações preocupantes que são difíceis de evitar. Os sintomas físicos então se manifestam, incluindo respiração curta (o que em si causa ansiedade) e uma incapacidade de se movimentar confortavelmente.

Pessoas que passam por episódios de ansiedade da canábis sentem que foram presas em suas próprias cabeças. Seus pensamentos são muito altos, impedindo que se concentrem no que está acontecendo no momento.

Um clássico sinal de paranoia entre usuários de canábis recreativo é checar se a polícia está vindo através da janela. A preocupação de ter feito algo ilegal pode ser tão grande que causa pânico em algumas pessoas.

Como Parar a Ansiedade da Canábis

A primeira coisa a se ter em mente caso sofra de ansiedade após fumar canábis é aceitar o que está acontecendo.

Isso pode soar difícil, mas é um aspecto chave da redução da ansiedade mesmo quando a erva não está envolvida. A partir daí, será mais fácil respirar e voltar ao normal. Mas se isso não ajudar, aqui estão algumas outras dicas para tentar:

Tome um banho frio
No mínimo, coloque um pouco de água gelada no pescoço. Esse susto pode ajudá-lo a sair do estado de confusão e atordoamento.
Coma ou beba algo
Isso ajudará a mudar o foco de sua atenção e aliviar o estado de pânico.
Procure se distrair
Caminhe pela vizinhança. Escute uma música relaxante. O objetivo é manter sua mente distante daqueles pensamentos que aumentam a ansiedade.
"Force" uma mentalidade positiva/span>
Lembre-se que é tudo fruto de sua imaginação e que você ficará bem. Às vezes, adotar um pensamento positivo pode acalmá-lo e melhorar sua disposição.
  • A Ansiedade Induzida Pela Canábis Irá Passar?

Sim! Como qualquer substância recreativa psicoativa, você sentirá os efeitos desaparecerem com o tempo.

No caso da ansiedade induzida pela canábis, a duração dos sintomas depende principalmente do método de ingestão - os efeitos dos comestíveis, incluindo desfechos negativos, duram horas a mais do que quando inalados ou canábis sublingual. Então, com isso em mente, pode levar entre 10 minutos até algumas horas para se sentir recomposto. Pode parecer uma eternidade, mas ao seguir os passos mencionados na seção anterior, você ficará bem.

No final, você ficará bem. Mas o desconforto pode ser estressante, especialmente para novos usuários de canábis.

Como Prevenir Ansiedade de Canábis

Prevenir é o melhor remédio, como diz o ditado. Aqui estão algumas maneiras de diminuir as chances de episódios traumáticos de ansiedade de canábis.

Mais CBD, menos THC
Escolha uma cepa com uma proporção de THC:CBD que favoreça o último. Uma proporção de 1:1, também conhecida como a "proporção de ouro", ainda causará efeitos psicotrópicos, mas serão controlados pela presença do CBD.
Microdosagem
Isso é específico para usuários iniciantes que são mais suscetíveis à ansiedade da canábis. É normal tomar doses menores para sua primeira viagem com canábis. Dessa forma, você se familiariza com os efeitos. Isso é especialmente importante ao consumir comestíveis pela primeira vez.
Prepare um ambiente confortável
Idealmente, você irá querer estar em um espaço controlado com pessoas de confiança. Coloque uma luz especial para criar uma vibe relaxada. Tenha também comida para a hora da larica e água para a boca seca.

Por Que Eu Fico Ansioso Ao Fumar Canábis?

Para responder a essa questão, entraremos um pouco na ciência. Quando o THC entra no corpo, se liga aos dois tipos principais de receptores do sistema endocanabinoide CB1 e CB2.

Para quem ainda não conhece, o sistema endocanabinoide (SE) é um sistema regulador que se estende por todo o corpo. Com base em estudos[5], ele parece ter um papel importante na modulação da função cerebral, sistema endócrino e tecidos imunológicos. Pesquisas também mostraram conexão entre o SE e a secreção de hormônios reprodutivos e do estresse.

Ao estimular o SE, o THC começa a induzir seus efeitos notáveis. Aqui está o que se acredita que acontece após você fumar, vaporizar ou ingerir THC.

  • A Amídala

A amídala é a região de nosso cérebro que tem papel na geração de medo condicionado e não-condicionado. Também é responsável pela inibição condicionada e extinção do medo.

Uma pesquisa recente[6] descobriu a presença de muitos receptores CB1 dentro da amídala. Isso levou especialistas a descobrir uma conexão entre uma provocação possível de uma reação emocional ao ingerir THC. Como resultado, a ansiedade ao fumar canábis com muito THC faz mais sentido.

  • O Sistema nervoso central

Como a amídala, o sistema nervoso central é lar para receptores canabinoides, particularmente o CB1 - que se liga ao THC para causar efeitos psicotrópicos.

Então onde a ansiedade se encaixa em tudo isso? Um estudo de 2014[7] investigou a relação entre o THC, espasmos musculares e problemas na bexiga. Apesar de algumas descobertas promissoras, um dos efeitos adversos entre os entrevistados foi ansiedade. Junto com psicose e disforia, esses efeitos foram todos associados com altas concentrações de THC.

  • O Sistema Cardiovascular

Uma pesquisa de 1994[8] afirma que síndrome do pânico e ansiedade crônica aumentam a morbidade da doença cardiovascular. O estudo realça a conexão entre o uso crônico de canábis e ansiedade crônica, notando como ambos poderiam ser um "contribuinte indireto" para mortalidade de doenças cardiovasculares.

Por Que Eu Fico Ansioso Ao Fumar Canábis?

Por Que A Ansiedade da Canábis Afeta Algumas Pessoas e Outras Não?

Essa é uma dúvida muito comum, e muito válida. Porém, não existe uma resposta simples e direta, pois há muitos fatores envolvidos.

  • Genética

A canábis é amada por proporcionar efeitos e sensações positivas. Quando tomada de forma dosada, o THC parece induzir relaxamento mantendo estímulo mental. Algumas cepas são conhecidas pela criatividade e serenidade que inspiram nos usuários.

Mas como um estudo de 2019[9] sugere, os efeitos positivos parecem ser prevalentes entre aqueles que possuem a parte frontal do cérebro sensível ao THC. Aqueles que são sensíveis ao THC na parte posterior do cérebro parecem ter mais ansiedade. Outros resultados desfavoráveis percebidos para essas pessoas incluem paranoia e emoções negativas.

  • Idade

À medida que nosso corpo envelhece, o mesmo ocorre com o nosso cérebro. E com isso, nosso sistema endocanabinoide é afetado também.

A densidade de receptores, por exemplo, tende a diminuir[10] à medida que envelhecemos. E de acordo com o acadêmico Dr. Gregory Gerdeman, PhD[11], a canábis poderia afetar as pessoas de forma distinta a depender da idade.

De acordo com Gerdeman, um indivíduo de 30 anos pode se sentir mais paranoico após fumar a canábis do que quando ele tinha 20. Como ele nota, o sistema endocanabinoide no cérebro "pode não estar no mesmo ponto de antes".

  • Sexo

Parece que o sexo pode também ter um papel na ansiedade induzida pela canábis. Como um estudo de 2014[12] sugere, estrogênio pode aumentar a sensibilidade à canábis.

O estudo foi conduzido em ratas fêmeas, onde foi descoberta uma conexão entre estrogênio e sensibilidade aumentada ao THC. Especificamente, o estrogênio pareceu ter uma interação com as qualidades relaxantes do THC.

Essa sensibilidade poderia aumentar a vulnerabilidade da mulher à ansiedade e paranoia induzidas pelo THC. Porém, o estudo também sugere que mulheres desenvolvem uma tolerância ao THC mais rápida do que os homens.

  • Tolerância

Assim como álcool, as pessoas tendem a desenvolver uma tolerância à canábis após um período de uso. Embora as genéticas e a formatação neural do cérebro tenham seu papel, o consumo ainda é o maior fator.

Estudos sugerem que os receptores CB1 ficam dessensibilizados[13] com a exposição frequente ao THC. O que acontece em seguida é um processo chamado internalização[14], onde os receptores retraem. Por fim, isso resulta em uma experiência menos intensa com o THC.

Desenvolver uma tolerância pode ser algo bom e ruim. Se você é do tipo que gosta de estar chapado, uma experiência comparativamente mais fraca pode ser irritante. Se esse é o caso, pode querer tirar uns dias de "pausa para tolerância" e permitir que seu sistema reinicie e fique livre de THC por um curto período.

Alguns experts acreditam que quatro semanas[15] é tempo suficiente para repovoar os receptores de canábis no cérebro até níveis normais. Então nem é preciso se abster por muito tempo!

Humor
  • Humor

Não precisamos de estudos científicos de alta qualidade para entender que estar ansioso diretamente antes de fumar canábis torna o usuário ainda mais ansioso após o fato. Embora alguns indivíduos sintam o peso liberado de seus ombros após algumas tragadas, outros sentirão apenas mais pensamentos negativos.

Como qualquer substância, é sempre melhor usar quando estiver com uma mentalidade positiva.

Quanto THC é Necessário Para Que Ele Cause Efeitos Ruins?

A ciência tem resposta para essa questão, ao menos de acordo com um estudo de 2017[16]. Um grupo de 42 participantes foi dividido em dois grupos. O grupo de "dose baixa" recebeu uma cápsula de 7,5 miligramas de THC, enquanto um grupo de "dose moderada" recebeu uma cápsula de 12,5 miligramas.

Os participantes receberam então 10 minutos para se preparar para uma entrevista de emprego falsa, após a qual tiveram que passar por uma entrevista de cinco minutos onde não receberam nenhum feedback.

O teste final era os participantes contarem de trás para frente de um número de cinco dígitos subtraindo 13. Eles tiveram que fazer isso por cinco minutos.

Participantes que receberam a menor dose reportaram menos estresse. Enquanto isso, aqueles que tomaram a dose moderada experimentaram um "humor mais negativo" antes e durante as tarefas mencionadas acima.

Então, se você é um iniciante, considere iniciar com uma dose menor (cerca de 5 - 7,5 mg de THC). Isso pode ser apenas algumas tragadas em um baseado!

Não Deixe A Ansiedade da Canábis Estragar Sua Apreciação Pela Erva

A canábis tem uma alta possibilidade de causar ansiedade e paranoia. E embora você sinta que está prestes a experimentar algo perigoso, não se preocupe. É tudo resultado de vários fatores mencionados acima.

Se você quer uma experiência não-ansiosa e não-traumatizante com a erva, sua melhor opção é começar aos poucos. Assim que sentir uma certa tolerância, pode aumentar sua dose de acordo.

Considere também adicionar mais CBD, e potencialmente menos THC em suas sessões de fumo. Mais importante, relaxe e aproveite. Não é uma competição de quem fuma mais!

Lembre de nossas dicas ao iniciar sua jornada canábica, pois independente de sua experiência, conhecimento é poder.

External Resources:
  1. The role of cannabis in treating anxiety: an update : Current Opinion in Psychiatry https://journals.lww.com
  2. Cannabinoid-related agents in the treatment of anxiety disorders: current knowledge and future perspectives https://www.ncbi.nlm.nih.gov
  3. A positive association between anxiety disorders and cannabis use or cannabis use disorders in the general population- a meta-analysis of 31 studies | BMC Psychiatry | Full Text https://bmcpsychiatry.biomedcentral.com
  4. A community survey of adverse effects of cannabis use - PubMed https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov
  5. [The role of the endocannabinoid system in the regulation of endocrine function and in the control of energy balance in humans] - PubMed https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov
  6. Multiple Mechanistically Distinct Modes of Endocannabinoid Mobilization at Central Amygdala Glutamatergic Synapses https://www.ncbi.nlm.nih.gov
  7. Systematic review: Efficacy and safety of medical marijuana in selected neurologic disorders https://www.ncbi.nlm.nih.gov
  8. Symptoms of anxiety and risk of coronary heart disease. The Normative Aging Study - PubMed https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov
  9. The Bivalent Rewarding and Aversive properties of Δ9-tetrahydrocannabinol are Mediated Through Dissociable Opioid Receptor Substrates and Neuronal Modulation Mechanisms in Distinct Striatal Sub-Regions | Scientific Reports https://www.nature.com
  10. SAGE Journals: Your gateway to world-class journal research https://journals.sagepub.com
  11. ​Why Pot Makes You Paranoid—but Mellows Out Your Buddies https://www.menshealth.com
  12. Estrogen increases cannabis sensitivity, study shows https://www.sciencedaily.com
  13. Rapid CB1 cannabinoid receptor desensitization defines the time course of ERK1/2 MAP kinase signaling https://www.sciencedirect.com
  14. Regulation of CB1 cannabinoid receptor internalization by a promiscuous phosphorylation-dependent mechanism https://www.ncbi.nlm.nih.gov
  15. Reversible and regionally selective downregulation of brain cannabinoid CB1 receptors in chronic daily cannabis smokers https://www.ncbi.nlm.nih.gov
  16. Low-dose THC can relieve stress; more does just the opposite https://www.sciencedaily.com
Aviso legal:
Este conteúdo destina-se apenas a fins educativos. A informação fornecida é fruto do trabalho de pesquisa e de recolha realizada a partir de fontes externas.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.