Como distinguir entre bons e maus brotos de canábis.


Provavelmente não precisou de muito tempo após começar a fumar a erva para aperceber-se das diferenças entre os brotos de canábis. Apesar de como todos reivindicam que a sua erva é de qualidade superior, provavelmente reparou quando a flor simplesmente não cumpre com as expetativas. Contrastando, quando tem canábis de qualidade nas mãos, sabe-o de imediato.

Para assegurar-se de que só compra os melhores brotos, é vital aprender as diferenças entre erva que lhe proporcionará passas de qualidade superior e erva daninha. Também não precisa de ser um conhecedor, dado que as diferenças entre as estirpes podem ser vistas e cheiradas sem quaisquer ajudas. Aprender as diferenças ajudá-lo-ão a navegar as prateleiras, como é óbvio, mas irá ajudá-lo especialmente a avaliar as plantas no seu respetivo jardim. Isso, por sua vez, ajudá-lo-á a realizar quaisquer ajustes necessários.

Tipos de Brotos de Canábis

As flores de canábis podem ser categorizadas em vários espetros de qualidade. Poderia falar sobre a viscosidade, o perfil terpeno, o paladar, a textura ou um sortido de outros fatores. Para simplificar as coisas, reduzimos as coisas a três categorias básicas: brotos de baixa, média e alta qualidade.

Baixa Qualidade

A canábis de baixa qualidade tem um aspeto desenxabido, principalmente porque viaja longas distâncias antes de ser colocada em pequenas embalagens. Conhecidos justamente por “erva daninha”, estes brotos chegam frequentemente ao seu destino como cubos densos.

Raramente cultivada pela qualidade ou sequer com muito cuidado, os produtores associados a este nível de canábis são puramente impulsionados pelos lucros. Frequentemente um produto do mercado negro, a canábis de baixa qualidade provém tipicamente do sul, quer da fronteira dos EUA como do continente europeu.

Como é óbvio, alguns cultivadores caseiros com a intenção de venderem também podem produzir acidentalmente canábis de qualidade similar. Os cultivadores novatos cometem frequentemente erros durante o processo e acabam por ficar com brotos secos e normais.

Os principais sinais de canábis de baixa qualidade incluem:


  • Aparência: menos colorido do que o broto de maior qualidade, frequentemente mais escura com tons significativos de castanho.
  • Toque: sensação frágil, laminada e incorretamente seca nas mãos; a escassez de viscosidade indica uma fraca contagem de tricomas.
  • Aroma: uma escassez de terpenos, juntamente com a sua eventual degradação, resulta numa distinta ausência de aroma, além da humidade e do bolor.
  • Paladar: estes brotos serão ásperos na garganta e têm um paladar amargo, terroso e picante.
  • Efeitos: a erva de má qualidade ainda fará com que fique mocado, mas é provável conterem níveis mais baixos de THC.

Média Qualidade

Os cultivadores domésticos em todo o mundo produzem principalmente brotos que se enquadram nesta categoria. Estas flores distinguem-se da canábis de baixa qualidade graças à sua coloração melhorada, aromas reforçados e paladares evidentes.

A maioria dos cultivadores consegue controlar o suficiente os seus nutrientes, horário de rega e variáveis ambientais para produzirem canábis desta qualidade. O fator mais importante, contudo, é colocar orgulho e esforço no seu trabalho.

Se procura um broto de qualidade média, ou quer simplesmente esquivar-se da má qualidade, procure estas características:


  • Aparência: tons mais claros de verde, um revestimento brilhante de tricomas, uma estética bulbosa saudável e pistilos laranja salientes. Muitos apresentam um excesso de folhas de açúcar que aumentam o volume dos brotos.
  • Toque: compacto, viscoso e voltará a assumir a forma após o apertar um pouco.
  • Aroma: o aroma será agradável e percetível, contudo não será avassalador.
  • Paladar: deve conseguir sentir o paladar dos terpenos em cada passa.
  • Efeitos: os maiores níveis de tricomas e canabinoides produzirão efeitos substancialmente mais fortes do que a erva de má qualidade.

Alta Qualidade

Classe distinta. Melhor qualidade. Bomba.

Os brotos de qualidade superior adotam muitos nomes, contudo todos descrevem o seu imenso paladar e efeitos que abalam a mente. Estes brotos são difíceis de alcançar fora das grandes cidades e das áreas onde se procede ao cultivo de erva. Geralmente, estes são o resultado de agricultores especializados e produtores mestres em zonas populares como o norte da Califórnia, a Espanha e os Países Baixos.

Encontrará estes brotos estilo pepitas envoltos em jarros nas prateleiras de vendedores reputáveis e coffeeshops altamente cotados. Se procura os melhores brotos que o dinheiro consegue comprar, mantenha-se atento ao seguinte:


  • Aparência: perfeitamente bem cuidada, estilo pepita, colorida, pistilos laranja-escuro e um revestimento gelado de tricomas.
  • Toque: estas pepitas serão rechonchudas, extremamente viscosas e têm o nível perfeito de humidade.
  • Aroma: estes apresentarão um perfil terpeno pungente, skunky e complexo — feche as suas janelas enquanto fuma estas flores.
  • Paladar: os ricos perfis terpenos perfeitamente preservados dispersam-se pelas papilas gustativas.
  • Efeitos: os perfis terpenos cuidadosamente personalizados fornecem uma gama de experiências, desde efeitos psicoativos potentes até sensações de CBD translúcidas.

Como Diferenciar os Brotos Bons dos Maus: Um Guia

Esperamos que as generalizações supra tenham facilitado a distinção da qualidade de um determinado broto, mas esta pode ser um pouco mais complicada. Abaixo, entraremos nos detalhes e inspecionaremos as flores de canábis um pouco mais de perto.

Aroma

Conforme discutimos antes, as moléculas aromáticas conhecidas como terpenos são responsáveis pelo referido aroma característico. Apesar do tom similar, contudo, a maioria das estirpes apresenta perfumes únicos graças a diferentes concentrações de terpenos.

Provavelmente está familiarizado com as estruturas pequenas e brilhantes à superfície dos brotos de canábis e das folhas de açúcar. Estas glândulas em forma de cogumelos — tricomas — bombeiam terpenos durante a fase de floração.

Saberá que está a lidar com erva de boa qualidade quando a vaga olfativa de terpenos o atingir de imediato após abrir o seu lote de erva. Embora um aroma agradável e a qualidade da canábis não estejam incondicionalmente ligados, o primeiro é uma provável indicação do último. As notas de flores, combustível, terra, especiarias, açúcar, cítricos e bagas estão entre os aromas mais comuns.

A qualidade do perfil terpeno de uma estirpe depende de diversas variáveis:

  • Genética: algumas estirpes estão geneticamente equipadas para bombearem mais terpenos aromáticos do que outras, principalmente devido a práticas de cruzamento seletivo.
  • Secagem e cura: a genética só influencia até determinado ponto. Secar, curar e armazenar corretamente a canábis ajudará a preservar o perfil terpeno e a tornar os brotos ainda mais saborosos.
  • Os nutrientes corretos: durante a fase de floração, as plantas de canábis têm uma maior exigência por potássio e fósforo e uma necessidade inferior por nitrogénio. Acerte na afinação deste equilíbrio e produzirá algumas flores com aromas fantásticos.
  • Solo vivo: uma forte população microbiana ajudará as plantas a acederem a todos os nutrientes de que precisam para desenvolverem um perfil terpeno ideal.
  • Plantar plantas de companhia: muitos cultivadores afirmam que plantar manjericão próximo da canábis ajuda a melhorar o seu aroma.

Rápida Dica de Cultivo: o reforço dos terpenos melhorará o aroma e paladar das suas plantas em termos gerais. Opte por estirpes como a Lemon Shining Silver Haze e a Haze Berry para começar com uma vantagem genética.

How to Differentiate Good Buds From the Bad: A Guide

Cor

Embora não possa avaliar um livro pela sua capa, certamente que pode avaliar os brotos de canábis pela sua aparência. Há muitos fatores que indicam a qualidade a um olho treinado, e a cor é um dos mais importantes.

Como é óbvio, as flores de canábis têm um amplo conjunto de diferentes tons de roxo, laranja e vermelho. Não é propriamente a cor que revela a qualidade, mas mais a vibração. As flores de canábis saudáveis e bem cultivadas têm um aspeto vívido e cintilante.

Esta vibração sinaliza boa genética, técnicas de cultivo consolidadas, bem como cura e armazenamento adequados. Por outro lado, a canábis de baixa qualidade têm um aspeto fosco, enfadonho e pálido. Estes brotos são frequentemente verde-escuros a castanhos-escuros, pálidos e, finalmente, muito pouco apelativos.

Rápida Dica de Cultivo: Lavar as plantas no momento certo impedirá a acumulação excessiva de nutrientes nas flores e eliminará a queima de nutrientes.

Dica Adicional: jogue um pouco com a genética e a temperatura para cultivar erva roxa! Comece com genética como a Purple Queen para aumentar as suas probabilidades de ser bem-sucedido.

Pistilos Laranjas/Castanhos

Após analisar atentamente e bem de perto a superfície das flores de canábis, deparar-se-á com uma paisagem em miniatura — vales, picos e tudo o demais — compostos por diferentes glândulas, órgãos e estruturas. Entre o cenário, os pistilos são os mais salientes.

Estas gavinhas parecidas com pelos são os órgãos sexuais das flores de canábis fêmea, servindo como recetores para o pólen dos machos. Assim que este pó genético estabelece contacto, a flor fica fértil e passa rapidamente para semente.

Além da sua função biológica, os pistilos servem como úteis marcadores do progresso. Durante a fase inicial de floração, estes componentes reprodutores apresentam uma brancura brilhante. À medida que as semanas vão passando, a sua aparência torna-se num laranja-escuro consolidado.

Deve estar sempre atento aos pistilos laranja-escuros quando analisa os brotos. Idealmente, a colheita deve decorrer quanto pelo menos 70% dos pelos ficarem desta cor. Isto indica que os brotos estão maduros e prontos para serem cortados. As flores com pistilos principalmente brancos sinalizam canábis imatura. Deixadas a desenvolverem-se um pouco mais, estas flores amadurecerão e libertarão um perfil canabinoide e terpeno integral.

Rápida Dica de Cultivo: proceda com a colheita no momento certo, assegurando-se de que os pistilos têm a cor ideal na altura mais apropriada. Terá de ser paciente quando cultiva estirpes como a Amnesia Haze, dado que têm um tempo de floração ligeiramente mais longo.

Orange/Brown Pistils

Cristais/Resina

Os tricomas são a característica mais abundante à superfície das flores de boa qualidade. Ao olho nu, eles parecerem ser uma fina camada de cristais que brilham sob a lanterna ou a chama de um isqueiro.

Estas estruturas em forma de cogumelo apresentam uma cabeça bulbosa sobre um caule estreito. Nesta cabeça, as células especializadas encarregues de produzir resina trabalham incansavelmente durante a fase de floração. A resina exala para baixo e cobre gradualmente a maioria da superfície da flor. Esta resina — e os seus fitoquímicos ativos — ajudam a proteger os brotos contra ataques de insetos e temperaturas extremas.

A substância contém um conjunto complexo de moléculas. Aquelas que nos são de interesse incluem os canabinoides como o THC e o CBD, juntamente com terpenos como o mirceno, pineno e limoneno. Quantos mais tricomas uma flor tiver, mais resina esta produzirá. Quanto mais resina houver a revestir a superfície de um broto, mas canabinoides e terpenos se encontram prontos para serem queimados, vaporizados ou mastigados e engolidos.

Conseguirá constatar o conteúdo de tricomas e resina de um broto pegando-o na mão e olhando simplesmente para este. Observe como ele brilha, além da sua viscosidade, e considere a resistência gerada à medida que descasca a flor com as pontas dos seus dedos.

Rápida Dica de Cultivo: utilize os fatores ambientais para melhorar a produção de tricomas. As estirpes como a ICE são geneticamente concebidas para desenvolverem quantidades elevadas de tricomas.

Densos/Fofos

A forma como sente os brotos nas mãos diz imenso sobre a sua qualidade. Todos os cultivadores esperam alcançar brotos densos e pesados no final da temporada de cultivo. Estas flores têm simplesmente mais massa, além de um aspeto muito mais saudável e de serem muito mais suaves ao fumar.

Quando tritura flores de canábis densas, estas parecem praticamente dobrar o seu tamanho. Até um pequeno pedaço de uma flor compacta pode ser triturado e preencher praticamente um charro. Contrastando, os brotos fofos rendem desilusão e muito menos matéria vegetal. Estas flores airosas são frequentemente o resultado de condições de cultivo abaixo do ideal, de uma escassez de luz ou de uma deficiência de nutrientes.

Os brotos fofos não têm apenas um aspeto menos apetitoso, estes também precisarão de uma maior quantidade de cada vez que enrola um charro ou tira umas passas num bongo. Os brotos densos oferecerão um pouco mais de resistência e voltarão à sua forma original. Os brotos airosos praticamente colapsarão sobre si, sentindo-os muito mais fracos ao toque.

Dica Rápida: as flores sativa e indica tendem a ter um aspeto diferente; saiba o que analisar enquanto as observa.

Dica de Cultivo: utilize luzes potentes para cultivar flores densas e compactas.

Dense/Fluffy

Sementes

A presença de sementes nunca é um sinal de flores de qualidade. A própria palavra sinsemilla — um nome dado a erva de qualidade excecional — refere-se a flores desprovidas de sementes.

Lembra-se daqueles pistilos salientes que cobrimos acima? Quando o pólen de uma planta macho aterra nas gavinhas, este inicia um processo de alteração da atividade bioquímica da flor de canábis. A planta direciona a sua energia e esforços da produção de resina pegajosa para a produção de sementes.

As flores com sementes não atingem o pico da potência e da maturidade porque os recursos são engolidos pelos esforços reprodutores. As sementes de canábis também tornam as flores mais pesadas, o que significa que acaba por pagar mais por menos flor. Se comprar um grama de erva e encontrar 200 mg de sementes abrigados no interior, desperdiçou dinheiro. Isto pode não parecer muito, mas considere isso em 50–100 compras, e isso é imenso broto perdido.

As sementes que passam despercebidas também podem arruinar uma sessão de fumo. As sementes rebentam quando a chama do charro as atinge, perturbando o seu zen e enviando fumo áspero para os seus pulmões.

Rápida Dica de Cultivo: aprenda a evitar a polinização para manter as sementes fora da sua erva.

Caules

Fumar caules resume-se a um acidente ou a um ato de desespero. Os caules contém níveis minúsculos de canabinoides e produzem um fumo áspero. No entanto, a presença dos caules na sua saquinha não indica necessariamente erva má.

Ao invés, demonstra um processo de preparação apressado. Além disso, está a pagar pelo peso extra! Quando vai até à sua loja de erva ou coffeeshop locais, evite brotos com caules em excesso. Alternativamente, peça simplesmente ao funcionário que os corte antes de comprar a erva.

Dica Rápida: eles não são valiosos para os brotos, mas pode utilizar os caules para criar uma variedade de produtos caseiros, desde haxixe até tópicos.

Bem Cortada vs Folhosa

Cortar a erva refere-se a remover as folhas de açúcar — as pequenas folhas que crescem nas e em torno das flores de canábis. A presença de folhas de açúcar não faz automaticamente com que a canábis seja de baixa qualidade, mas pode fazer uma grande diferença.

Em primeiro lugar, os brotos bem cortados têm um ótimo aspeto. O corte dá ao broto uma agradável aparência estilo pepita e a estética é uma característica praticamente universal de flores de qualidade superior.

Seguidamente, as folhas de açúcar em excesso impactarão o peso da flor. Quer pagar pelos brotos, não pelas folhas. Finalmente, a presença de folhas de açúcar pode provocar problemas durante o processo de cura. Podem acumular-se pequenas bolsas de humidade, criando um terreno de proliferação para patógenos e impactando o paladar da erva.

Rápida Dica de Cultivo: pode cortar a sua erva quer antes ou depois de secá-la.

Bolor

O bolor não só arruína o paladar da canábis, mas também provoca potencialmente problemas de saúde. Inalar os esporos dos fungos pode levar a um vasto conjunto de resultados, desde mau paladar até uma infeção pulmonar totalmente desenvolvida.

A erva bolorenta reflete práticas de secagem, cura e armazenamento de fraca qualidade. Os fungos requerem níveis elevados de humidade para persistirem e ocorrem principalmente nas flores vivas, bem como nas curadas em fracas condições.

As lojas de venda de erva, cultivadores e coffeeshops reputáveis nunca devem ter erva bolorenta. Algumas empresas colocam inclusive lupas nos seus balcões para que os clientes possam ver por si. Considere os brotos bolorentos como não fumáveis se quiser manter-se seguro, por melhor que seja a qualidade que aparentem ter.

Rápida Dica de Cultivo: saiba como evitar o bolor quando cultiva e cura a sua erva. As estirpes resistentes aos fungos como a Royal Moby são muito menos prováveis de sucumbir ao bolor.

Pragas

As probabilidades de ver uma praga abrigar-se nos seus brotos acabados de comprar são baixas. Se pragas estivessem a importunar a planta de onde vieram, o cultivador provavelmente teria removido-as antes de as enviar para venda. Ainda assim, estas permanecem uma possibilidade.

Mas o que é que significa encontrar pragas de insetos numa flor de canábis? Significa que os cultivadores negligenciaram a proteção da sua cultura de uma infestação. Se as criaturas infligiram danos suficientes, os brotos podem ter provido de uma planta atrofiada e subdesenvolvida. Isto significa que a sua qualidade geral pode não ser ideal.

Em contraste, a presença de um inseto também indica uma prática de cultivo natural e orgânica. Embora não seja agradável ver um inseto nas suas flores, a maioria dos fumadores preferiria remover os insetos ao invés de inalar pesticidas.

Rápida Dica de Cultivo: mantenha os insetos afastados naturalmente utilizando métodos biológicos de controlo das pragas.

Viscosa

Quanto mais viscosa a erva, mais provável é que esta seja potente. Um maior conteúdo de resina significa níveis elevados de canabinoides. As flores de qualidade superior terão uma sensação pegajosa nas suas mãos, sendo que algumas deixarão inclusive pedaços de resina na sua palma. Estas podem ser mais difíceis de manusear fisicamente, mas a moca que oferecem irão de forma praticamente garantida valer a pena o esforço extra.

Rápida Dica de Cultivo: cultivar de forma orgânica garantirá a canábis da melhor qualidade e mais limpa.

Sticky

Paladar

Após avaliar todos os outros atributos do seu broto, o teste do paladar conclui o processo. Provar os seus brotos — e sentir o efeito dos mesmos — é a única verdadeira forma de saber com que qualidade de canábis está a lidar.

Há dois fatores principais a considerar quando dá essas primeiras passas: paladar e suavidade. Combinadas, ambas estas variáveis permitem que os amantes de canábis façam uma distinção óbvia entre canábis de qualidade baixa, média e superior.

Caso possa provar algumas flores que está a considerar comprar, deixe que cada inalação assente na sua língua durante um instante. As flores de qualidade média e alta deixarão paladares frutados, floridos, skunk, combustível, bagas ou doces óbvios. Contrastando, a erva de baixa qualidade será relativamente insípida, com um gosto inclusive similar ao feno.

A suavidade do fumo testemunha o quão bem curadas as flores estão. Os brotos de qualidade superior, curados durante a quantidade de tempo perfeita, produzirão um amanteigado fumo suave. A erva de baixa qualidade deixará uma áspera sensação de queimadura na garganta e darão azo a um violento ataque de tosse.

Rápida Dica de Cultivo: preserve as moléculas que compõe o paladar nas suas flores de canábis com a lavagem, corte e cura.

TEM 18 ANOS OU MAIS?

Os conteúdos da RoyalQueenSeeds.com são aconselháveis apenas para adultos e reservados a pessoas com idade legal.

Certifique-se que conhece as leis do seu país.

Ao clicar ENTRAR, confirma
que tem
18 anos ou mais.